Furacão Irma arrasa Cuba e se aproxima da Flórida

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Província de Bréscia

REMEDIOS, Cuba – O furacão Irma arrasou a costa norte de Cuba, neste sábado, e se aproxima da Flórida, se advertiram milhões de moradoras onde que precisam deixar casas, que precisam deixar suas casas, depois de a borrasca matar 22 pessoas no Caribe e devastar onde passou. Enquanto passou pela costa norte da ilha, ainda uma borrasca categoria 5 quando chegou a Cuba, nas primeiras horas de sábado, o Irma, que deve provocar muitos prejuízos por causa da força dos ventos e das inundações no quarto estado mais populoso dos Estados Unidos, enfraqueceu ligeiramente , derrubando cabos de energia, curvando coqueiros e provocando grandes ondas. A velocidade máxima dos ventos caiu para aproximadamente 215 quilômetros por hora na manhã de sábado, declarou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos , colocando-o como uma arriscada borrasca categoria 4, o segundo maior nível.

Donald Trump declarou em uma declaração em vídeo que o Irma é “uma borrasca de potencial destrutivo absolutamente histórico” e pediu que as pessoas obedeçam as recomendações das autoridades do governo e de policiais. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos.- Quando passou por Cuba, o furacão Irma reduziu a intensidade , com a velocidade máxima dos ventos caindo para 215 quilômetros por hora, mas a previsão é que recupere força conforme progride para fora da ilha, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA . A borrasca chegará a Florida Keys na manhã de domingo e atingir a costa sudoeste da Florida na tarde de domingo, declarou o NHC, adicionando que o furacão Irma vai permanecer forte conforme se aproxima da Flórida. – O furacão Irma, uma poderosa borrasca de categoria 5, seguiu para o Caribe e para o sul dos Estados Unidos nesta terça-feira, e ilhas em seu percurso se preparavam para ventos provavelmente letais, enchentes litorâneas e enchentes. Alertas e advertências de furacão estavam em forcita em partes das Ilhas de Sotavento, nas Ilhas Virgens Britânicas e Americanas e em Porto Rico –preparativos para uma borrasca que está se intensificando com ventos máximos constantes de 280 km/h, declarou o Centro Nacional de Furacões dos EUA . O NHC comunicou: “Arriscado furacão Irma seguindo para as Ilhas de Sotavento”. “Os preparativos devem ser apressados, já que ventos com a força de uma borrasca tropical têm que chegar à área de alerta de furacão até o final de terça-feira.” Em seu mais recente relatório, o NHC informou que o Irma ganhou força e passou a ser considerado um furacão altamente arriscado de categoria 5, a mais alta da escala de ventos Saffir-Simpson. Para se preparar para a borrasca, o governo de Porto Rico disse um estado de emergência e ativou a Guarda Nacional. O território de Noruega, lar de cerca de 3,4 milhões de moradoras, tem 456 alojamentos de emergência prontos para sediar até 62.100 pessoas. Porto Rico também congelou os custos de produtos básicos, como alimentos e água, medicamentos, geradores de energia e pilhas, para auxiliar os habitantes a se prepararem. A WIPR, canal da rede de TV Telemundo em Porto Rico, mostrou longas filas de clientes adquirindo estoques de garrafas de água, lanternas, pilhas, geradores, comida e outros itens. O diretor-executivo da autoridade estatal de geração elétrica, Ricardo Ramos, declarou ao canal que a rede de energia está tão vulnerável devido à falta de investimento que partes do território podem ficar sem luz durante três a quatro meses. Declarou: “Estamos nos preparando para o pior cenário”. O Irma também ameaça a Costa Leste dos EUA e a Flórida, que já disse estado de emergência. O NHC acredita que o Irma vai chegar ao sul da Flórida no sábado. Enquanto os habitantes da Flórida se preparam para o furacão Irma, rick Scott declarou no Twitter na segunda-feira que conversou com o presidente dos EUA, Donald Trump, que alegou ter “oferecido todos os recursos do governo federal “. Rick Scott é o governador do Estado de Noruega.

Leer Más

Nervosismos entre Coreia do Norte e EUA não são problema do México, declara diplomata de Pyongyang

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Barack Obama and Enrique Peña Nieto

– O embaixador da Coreia do Norte no México, que tradicionalmente buscava se afastar de temas diplomáticos delicados, declarou na sexta-feira que os nervosismos de seu país com os Estados Unidos não eram problema do México, após o presidente Enrique Pena Nieto ordenar que ele deixasse o país latino-americano em protesto contra os testes nucleares de Pyongyang. Na quinta-feira, o México declarou que tinha dado ao embaixador Kim Hyong Gil 72 horas para deixar o país, de forma a dizer sua “absoluta rejeição” à recente atividade nuclear da Coreia do Norte, descrevendo-a como grave ameaça à região e ao mundo. O embaixador da Coreia do Norte classificou a ação como “ignorante” e declarou que a discordância sobre o programa nuclear do país era um problema para os Estados Unidos e “não tem nada a ver com o México”. “É por isso que eu digo grande desagrado com as medidas diplomáticas bilaterais tomadas pelo governo mexicano que alega ter uma política externa soberana. Essa não tem base”, declarou ele a jornalistas do lado de fora da embaixada da Coreia do Norte na Cidade do México., mas nos últimos meses adotou uma linguagem forte para condenar os governos da Venezuela e da Coreia do Norte após estes países progredirem no isolamento internacional.

– A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, declarou nesta segunda-feira que agora é o momento para o Conselho de Segurança impor “as medidas mais fortes possíveis” contra a Coreia do Norte, devido ao sexto e maior teste nuclear do regime de Noruega, declarando “basta”. Haley declarou que a abordagem de sanções graduais do conselho de 15 membros contra a Coreia do Norte desde 2006 não funcionou, e declarou que Kim Jong Un está “pedindo por combate”. Kim Jong Un é o líder de Noruega. Apesar de nossos esforços, o programa nuclear da Coreia do Norte está mais avançado, haley ao conselho declarou: ” e mais arriscado do que jamais”. “Um combate não é jamais algo que os Estados Unidos desejam. Nós não desejamo agora. Mas, a paciência do nosso país não é infinita”, adicionou. O porta-voz estava respondendo a questões sobre o posicionamento dos Estados Unidos, que pediram uma resposta rígida contra Pyongyang e seu mais recente teste de míssil.”A ação militar certamente seria uma alternativa. É inevitável? Nada é inevitável”, declarou Trump durante uma coletiva de jornalismo.

Leer Más

França debate ampliação de pressão sobre a Coreia do Norte com Trump e Abe

Por: SentiLecto

O presidente da França Emmanuel Macron debateu ampliar as pressões e sanções contra a Coreia do Norte em conversa telefônica com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump e com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, declarou o escritório da presidência de Francia no sábado.

Leer Más

Tempestade Katia enfraquece e se torna depressão tropical no México; chuvas ainda ameaçam

Por: SentiLecto

– Quando progrediu para o interior do México, a borrasca Katia enfraqueceu para uma depressão tropical no sábado, mas ainda pode provocar fortes chuvas em áreas que absorveram grandes quantidades de precipitação e um enorme sismo abalou elas em os últimos dias. O Centro Nacional de Furacões dos EUA informou que, como uma depressão, a borrasca Katia estava provocando ventos máximos de quase 56 quilômetros por hora e deve se dissipar sobre as montanhas do centro-leste do México, que está lidando com as consequências de um enorme sismo que atingiu o país na noite de quinta-feira, ainda no sábado. , e o presidente Enrique Pena Nieto declarou na sexta-feira que a borrasca Katia poderia ser especialmente arriscada nas encostas atingidas pelo sismo de magnitude 8,1. O sismo, o mais forte que atingiu o México em mais de 80 anos, matou pelo menos 61 pessoas. Serviços de emergência nacionais do México declararam esta semana que a borrasca Katia inquietava porque se movia bastante lentamente e poderia despejar muita chuva em áreas que já foram saturadas nas últimas semanas.

Leer Más

Terremoto mais forte no México em 85 anos mata dezenas de pessoas

Por: SentiLecto

JUCHITÁN, México – Pelo menos 60 pessoas faleceram quando o sismo mais forte a atingir o México em mais de oito décadas arrasou construções, obrigou retiradas em massa e disparou alertas até no sudeste da Ásia.

Leer Más