Acusa-se Google e Facebook de violar GDPR em o 1º dia de a lei em forcita

Por: SentiLecto

Mal a nova lei de proteção geral de dados da União Europeia entrou em forcita e grandes companhias de tecnologia já se as acusa de descumprir as normas. E estamos falando aqui do Google e Facebook que, segundo a organização com o sugestivo nome “Não é da Sua Conta” , desrespeitam as novas regras de privacidade.

A ONG informou que entrou com ações junto às autoridades reguladoras de proteção de dados de quatro países – Áustria, França, Alemanha e Bélgica – contra o Google e Facebook. As informações são da BBC.

“Infelizmente, o nosso site não está neste momento disponível na maioria dos países da UE. Estamos comprometidos na busca de alternativas que nos permitam oferecer todo o nosso conteúdo ao mercado europeu”, declara a mensagem.”Infelizmente, o nosso site não está neste momento disponível na maioria dos países da UE. Estamos comprometidos na busca de alternativas que nos permitam oferecer todo o nosso conteúdo ao mercado europeu”, declara a mensagem.

Na quarta-feira 16 de maio havíamo escutado bastante sobre Inteligência Artificial e Machine Learning durante a keynote de abertura da conferência para desenvolvedores Google I/O na última semana, mas havia tido um vocábulo que não havia aparecido em nenhum slide da apresentação: privacidade. Ao contrário de outras gigantes de TI, o Google não havia utilizado o acontecimento anual para anunciar mudanças na forma como rastreava e coletava os seus dados. Na verdade, a companhia havia exibido um aumento na coleta de dados com o projeto Duplex, que utilizava o seu smartphone para realizar chamadas de voz no mundo real por meio do Google Assistente.

A NOYB argumenta que a nova lei proíbe a oferta de serviços em troca da aprovação para utilizar dados, algo que as companhias mencionadas em sua visão desrespeitam ele. Uma vez que não dá outra opção para usar seus serviços, para a entidade, as plataformas forçam a aprovação de seus usuários a não ser consenti com a política dos mesmos.

“O GDPR teria que dar aos usuários a livre escolha para consentirem com a utilização de seus dados ou não. O sentimento oposto é o que tem se disseminado nas telas de muitos usuários: caso as pessoas não concordarem, toneladas de caixas de aprovação pipocam online ou em aplicações, frequentemente combinadas com ameaças de que o serviço não poderá ser utilizado”, alega a ONG.

Que as empresas em questão violem o GDPR, elas podem aplicar multas de até 4% da receita mundial das empresas, caso as entidades reguladoras europeias compreendam.

Faz 13 dias, por outro lado, de acordo com o Google Trends, o interesse em a GDPR superou a curiosidade sobre a Beyoncé. Enquanto a GDPR ganhou a pontuação 33, na ocasião, o Google ranqueou o interesse na fama a um valor de 29. A previsão é que a popularidade da última se conserve ainda nesta semana.

> GDPR: um guia imprescindível para você ficar por dentro da nova lei de proteção de dados

Mas claro, é compreensível que a chamada General Data Protection Regulation tenha atraído a curiosidade recente das pessoas – suas siglas têm feito manchetes mundo afora. Afinal, a nova lei entra em forcita no próximo dia 25 de maio e compromete a operação de muitas companhias, ainda mais na esteira de escândalos envolvendo a utilização indevida de dados de usuários da Facebook por parte da consultoria Cambridge Analytica.

Fonte: Idgnow-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Austria, Brazil, Belgium

Cities: Franca

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Acusa-se Google e Facebook de violar GDPR em o 1º dia de a lei em forcita
>>>>>Buscas no Google sobre a nova GDPR já superam Beyoncé em popularidade – May 23, 2018 (Idgnow-pt)
>>>>>Várias sites dos EUA estão bloqueadas na UE por nova lei de proteção de dados – May 25, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>10 dicas para diminuir o uso de dados no seu aparelho Android – (Idgnow-pt)
>>>>>Vários sites dos EUA estão bloqueados na UE por nova lei de proteção de dados – May 25, 2018 (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 0 80 NONE 5 nos: 2, (tacit) nós: 3
2 GDPR 0 0 ORGANIZATION 5 O GDPR: 1, o GDPR: 1, a GDPR: 2, GDPR: 1
3 Google 0 0 ORGANIZATION 5 o Google: 4, (tacit) ele/ela (referent: o Google): 1
4 companhias 0 80 NONE 3 as companhias: 2, a empresa: 1
5 Duplex 0 0 PERSON 3 (tacit) ele (referent: o projeto Duplex): 1, o projeto Duplex: 2
6 NOYB 0 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: A NOYB): 2, A NOYB: 1
7 ONG 0 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: A ONG): 1, a ONG: 1, A ONG: 1
8 alternativa 0 0 NONE 3 outra alternativa: 1, opções: 2
9 ameaças 0 60 NONE 2 ameaças: 2
10 vigor 140 0 NONE 2 vigor: 2