Assange: CIA perdeu controle dos seus documentos sobre ciberarmas

JulianAssange28Norway2CMarch201029.jpg

Foto: Wikipedia – Julian Assange (Norway, March 2010)

Se trocaram as informações sobre os supostos ciberataques de a CIA entre membros de a comunidade de inteligência de os EUA e companhias de a área antes de terem sido publicadas por o WikiLeaks em esta semana, alega o proprietário de o site de vazamentos, Julian Assange.

Julian Paul Assange é um jornalista, escritor e ciberativista australiano.

A CIA “perdeu o controle sobre todo o seu arsenal de ciberarmas”, segundo declarou Assange durante uma conferência on-line para o jornalismo nesta quinta-feira, 9/3. “Esse é um ato histórico de incompetência devastadora, instituir um arsenal dessa espécie e armazená-lo em um único lugar e não protegê-lo.”

Assange se negou a revelar o nome da fonte que mandou as informações em questão ao WikiLeaks, mas pareceu propor que os mais de 8.700 documentos vazados, que teriam origem de um servidor isolado da CIA, vieram de uma fonte interna da Agência de Inteligência dos EUA.

WikiLeaks é uma organização transnacional sem fins lucrativos, acolhida na Suécia, que publica, em sua página, postagens de fontes anônimas, documentos, fotografias e informações confidenciais, vazadas de governos ou companhias, sobre temas sensíveis.

O WikiLeaks descobriu os documentos da CIA porque eles estavam sendo compartilhados entre “diversas” pessoas na comunidade de inteligência dos EUA “de uma forma não autorizada”, assinala Assange.

Os documentos vazados nesta semana pelo WikiLeaks mostram que a CIA tinha desenvolvido ataques contra iPhones, aparelhos Android, smart TVs da Samsung, e os principais sistemas computacionais do mercado.

Por outro lado, de acordo com o The Verge, os documentos trazem diversos exploits para aparelhos iOS e Android que datam de 2014, 2015 e 2016 e tem origem em diferentes fontes, incluindo até mesmo a já mencionada NSA.Conforme as publicações do WikiLeaks, a CIA teria usado diferentes exploits remotos e ferramentas de hacks para invadir aparelhos iOS e Android, de maneira parecida com o que a NSA teria feito, de acordo com uma reportagem publicada pela revista alemã Der Spiegel em 2013.“A Apple está profundamente comprometida em proteger a privacidade e a segurança dos nossos usuários. A tecnologia construída no iPhone hoje encarna a melhor segurança de dados disponível para os consumidores, e estamos constantemente trabalhando para conservar-la assim. Nossos produtos e programas são feitos para levarem os updates de segurança depressa para as mãos dos nossos usuários, com quase 80% dos usuários rodando a versão mais recente do nosso sistema. Apesar de nossa análise inicial mencionar que muitos dos problemas vazados hoje já tenham sido corrigido no sistema mais recente, vamos continuar trabalhando para corrigir depressa qualquer vulnerabilidade identificada. Sempre pedimos aos usuários para diminuírem a versão mais recente do iOS para assegurar que tenham os últimos updates de segurança.”Até o momento, o site não liberou o código fonte de nenhuma ferramenta de hack. Mas nesta quarta-feira, 8/3, o WikiLeaks ergueu a chance de compartilhar as informações sensíveis com companhias de TI como uma forma de corrigir depressa as vulnerabilidades.

Fonte: Idgnow-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Assange: CIA perdeu controle dos seus documentos sobre ciberarmas
>>>>>WikiLeaks: CIA hackeou smartphones e Smart TVs para espionar usuários – March 07, 2017 (Idgnow-pt)
>>>>>Apple já corrigiu a maioria dos exploits do iOS usados pela CIA – March 08, 2017 (Idgnow-pt)
>>>>>WikiLeaks pode ajudar empresas de TI contra ferramentas de hack da CIA – March 09, 2017 (Idgnow-pt)
>>>>>>>>>Arquivos vazado sugerem que CIA e NSA estão por trás de grupo hacker – (Idgnow-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Julian Assange 0 0 PERSON 5 Julian_Paul_Assange: 1, Assange: 3, Julian_Assange: 1
2 Android 0 0 PERSON 4 Android: 4
3 WikiLeaks 0 0 ORGANIZATION 4 o WikiLeaks: 3, O WikiLeaks: 1
4 nós 160 0 NONE 3 (tacit) nós: 3
5 CIA 0 0 ORGANIZATION 3 A CIA: 1, a CIA: 2
6 documentos 0 60 NONE 2 os documentos: 1, Os documentos vazados: 1
7 as informações 0 5 NONE 2 (tacit) eles/elas (referent: as informações): 2
8 NSA 0 0 ORGANIZATION 2 citada NSA: 1, a NSA: 1
9 a Suécia 0 0 PLACE 2 a Suécia: 2
10 aparelhos 0 0 NONE 2 aparelhos: 1, aparelhos iOS: 1