EP2009PIE.png

Redes sociais têm um mês para atualizar os termos de serviço na Europa

Foto: Wikipedia – Composição política do 7º Parlamento

As autoridades e a Comissão Europeia reuniram-se com as companhias na quinta-feira para debater as propostas de mudança de seus termos de utilização, para que fiquem aerentes com a leigislação da União Europeia em pelo penos quatro pontos, reacionados a duas áreas: termos e condições de utilização e guerrazinha à fraude e ao scam. Agora Facebook, Twitter e Google têm um mês para modificar seus termos de

A Comissão Europeia é a instituição que é politicamente independente e que encarna e defende os interesses da União Europeia na sua globalidade.

Serviço na União Européia ou enfrentareão sanções da Comissão Europeia, como multas.

No entanto, vale evidenciar que o Facebook é uma companhia acolhida nos Estados Unidos, e não está claro como a Alemanha teria qualquer recurso na cobrança das multas, ao menos que o país ameaçasse fechar a rede social em todo o país.

Na segunda-feira 06 de março pelas redes sociais, como Twitter, Facebook e Instagram, internautas ficam a um clique de milhões de pessoas em todo o mundo, mas essa facilidade de conexão podia ser ilusória, advertiam pesquisadores da Universidade de Pittsburgh. Um estudo realizado com quase 2 mil adultos de America, com idades entre 19 e 32 anos, havia revelado que quanto mais tempo as pessoas passavam navegando por essas plataformas, maiores as possibilidades de elas provarem a sensação de isolamento social.

Termos de serviços das plataformas de redes sociais têm que estar em

Conformidade com a legislação europeia em matéria de consumo. Isso inclui que  sejam redigidos em linguagem clara e inteligível , para que os

Se informem consumidores de maneira clara e compreensível sobre os

As cláusulas-tipo que instituam um desequilíbrio expressivo nos direitos

E deveres das partes, em detrimento do consumidor sejam

Consideradas desleais. Isso inclui, por exemplo, que as plataformas de mídias sociais não podem privar os consumidores europeus do seu direito de recorrer ao tribunal do país de residência; impedir que cancelem compras; ou modificar unilateralmente os termos e condições sem informar p’revia e claramente os consumidores sobre os motivos.

A comissária europeia para a Justiça, Consumidores e Igualdade de Gênero, Věra Jourová, declarou que é inadmissível que os consumidores europeus devam levar as suas disputas legais aos tribunais califórnios.

A comissária também pediu ao Twitters, Facebook e Gooogle para serem mais responsáveis ao lidar com scams e fraudes realizadas através de suas plataformas.

Os reguladores identificaram uma série de práticas fraudulentas nas plataformas de mídia social, incluindo venda de produtos falsificados, scams envolvendo pagamentos, e  “armadilhas de assinatura”, nas quais os consumidores acreditam estarem se registrando para um teste gratuito, mas que redundam em cobranças na sequência.

As autoridades desejam que as companhias de mídia social não só removam esses golpes de seus sites como forneçam às autoridades nacionais de proteção ao consumidor um único ponto de contato para drealçaresses conteúdos ilegais e providenciar sua remoção.

As companhias de tecnologia norte-americanas

A caso as companhias responsáveis não assumam as medidas cabíveis, projeto também calcula multas de até 50 milhões de euros.

Têm enfrentado embates estritos na Europa pelo modo como fazem

Removem conteúdo ilegal ou ameaças.

Fonte: Idgnow-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Redes sociais têm um mês para atualizar os termos de serviço na Europa
>>>>>Alemanha propõe multas para redes sociais que não combaterem discursos de ódio – March 14, 2017 (Idgnow-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 consumidores 0 80 NONE 4 consumidores: 1, os consumidores europeus: 1, os consumidores: 2
2 Facebook 0 30 ORGANIZATION 3 o Facebook: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Facebook): 2
3 As autoridades e a Comissão_Europeia 0 0 ORGANIZATION 3 As autoridades e a Comissão_Europeia: 1, (tacit) eles/elas (referent: As autoridades e a Comissão_Europeia): 2
4 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
5 instituição 0 0 NONE 3 a instituição: 3
6 nós 0 0 NONE 3 (tacit) nós: 3
7 empresas 50 0 NONE 2 as empresas responsáveis: 1, as empresas: 1
8 cláusulas-tipo 0 0 NONE 2 cláusulas-tipo: 2
9 consumidor 0 0 NONE 2 o consumidor: 1, consumidor: 1
10 multas 0 0 NONE 2 (tacit) eles/elas (referent: multas): 2