Sites de viagem adicionam mais de 21 mil reclamações em 2018 no Brasil

Por: SentiLecto

Os principais sites de viagens do Brasil receberam mais de 20 mil reclamações no primeiro semestre de 2018, segundo dados do Reclame Aqui. A lista inclui plataformas para compra de passagens e reserva em hotéis.

De acordo com levantamento da plataforma, que ocorreu entre 1º de janeiro e 15 de junho deste ano, foram registradas 21.923 queixas contra essas empresas no fase.

Já com relação à disponibilidade de vagas, a ecompanhiaddeclaraque érealiza-se uma espécie de interface por a qual os hotéis agerenciarpor meio de uma ” extranet “,os seus anúncios, de acordo com o DPDC.

Principais reclamações

As principais reclamações incluem estorno do valor pago, que aparece em 1º lugar, respondendo por quase um quarto dos casos , seguido por mau atendimento no SAC , problemas no cancelamento , propaganda enganosa e problemas na conclusão da compra .

As mais reclamadas

Líder de reclamações, a Decolar.com recebeu um total de 6.719 reclamações entre 1º de janeiro e 15 de junho, o que corresponde a 30,6% de todas as queixas no fase. Nesta semana, o site de reservas de viagens foi multado em 7,5 milhões de reais pelo Departamento de Defesa do Consumidor, que acusa a plataforma de práticas conhecidas como “geo tracking” e “geo blocking”.

A área jurídica do DPDC alegou o seguinte no relatório que acompanha a condenação da Decolar.com: “ao precificar – ou permitir que se precifique – o serviço de acomodação de acordo com a localização geográfica do usuário, a Decolar.com se governa de forma a extrapolar o direito de precificar de acordo com as práticas do mercado. Com conseqüência, não se justifica, e nem é prática comum, o estabelecimento de custos diferentes de serviços que são prestados no mesmo local e nas mesmas condições a qualquer consumidor que esteja disposto a pagar por esses serviços. Quanto à não eexposiçãoda disponibilidade total de acomodações, a infração à ordem jurídica é ainda mais evidente: a Decolar.com extrapola de seu direito de praticar o comércio e de ofertar o produto, prejudicando o consumidor de Brasil, ao não mostrar serviço que não deseje vender a determinado consumidor .  Isso porque o favorecimento , bem como a discriminação por conta de etnia, localização geográfica ou qualquer outra qualidade extrínseca ao ato comercial causa desequilíbrio no mercado e nas relações de consumo.”

Em segundo lugar, bem atrás, aparece o Booking.com, com 3.615 reclamações; seguido pelo Peixe Urbano, com 2.648 reclamações; CVC Turismo, com 2.398; e Submarino Viagens, com 1.597.

Completam o top 10 de reclamações as seguintes companhias: Hotel Urbano.com , ViajaNet , Hoteis.com , Expedia.com.br , eDestinos .

Vale notar que o Reclame Aqui considera boas ou ótimas por os usuários de o Reclame Aqui. Somente Decolar.comse classifica Booking CVC Turismo e Expedia, Booking, CVC Turismo e Expedia como ruins ou regulares em o site de defesa de o consumidor.

Fonte: Idgnow-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Sites de viagem adicionam mais de 21 mil reclamações em 2018 no Brasil
>>>>>Decolar.com é multada em R$7,5 milhões por Departamento de Defesa do Consumidor – June 19, 2018 (Idgnow-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 reclamações 150 250 NONE 5 3.615 reclamações: 1, reclamações: 1, Principais reclamações: 1, As principais reclamações: 1, 2.648 reclamações: 1
2 Decolar 0 50 ORGANIZATION 3 Líder de reclamações a Decolar: 1, a Decolar: 2
3 consumidor 0 49 NONE 3 qualquer consumidor: 1, determinado consumidor: 1, o consumidor brasileiro: 1
4 companhias 0 0 NONE 3 essas companhias: 1, as seguintes empresas: 1, a empresa: 1
5 queixas 0 60 NONE 2 21.923 queixas: 1, queixas: 1
6 Departamento de do Consumidor 0 0 PERSON 2 o Departamento_de_Defesa_do_Consumidor: 2
7 eu 0 0 NONE 2 (tacit) eu: 2
8 hotéis 0 0 NONE 2 hotéis: 1, os hotéis: 1
9 lugar 0 0 NONE 2 segundo lugar: 1, 1º lugar: 1
10 o estabelecimento de preços diferentes de serviços 0 0 NONE 2 o estabelecimento de preços diferentes de serviços: 2