Por: SentiLecto

– O BTG Pactual vai protelar o lançamento de sua plataforma de banco de varejo em três a quatro meses por causa da pandemia de coronavírus, alegou Roberto Sallouti nesta terça-feira. Roberto Sallouti é o presidente-executivo da instituição financeira. O banco começou a testar cartões de débito e crédito e não os está oferecendo a todos os clientes, declarou o executivo. O lançamento oficial vai acontecer no final deste ano ou começo de 2021. O BTG pretende se tornar o sexto maior banco de varejo do país em número de clientes com o lançamento da plataforma. Sallouti anunciou o deferimento da estratégia nesta terça-feira em teleconferência para debate dos resultados do primeiro trimestre, que uma vez que o BTG diminuiu riscos nos mercados financeiros, ficaram abaixo do esperado pelo mercado para se preparar para os efeitos da pandemia de Covid-19 no Brasil. «O cenário é bastante incerto e exige precaução. Por esta razão, decidimos conservar nossa posição sólida de capital e liquidez», declarou Sallouti. Faz 2 meses, enquanto o regresso sobre patrimônio caiu 4,6 pontos percentuais, o nível de capital principal de o BTG subiu de %12,2 em o final para %15 em o fim de março para %14,5. O lucro líquido recorrente subiu 9,4% no primeiro trimestre sobre um ano antes, para 789 milhões de reais, ficando abaixo da média de expectativas do mercado, de 848,9 milhões, segundo dados da Refinitiv.

– Quando seu lucro líquido veio abaixo das estimativas, o Banco BTG Pactual decidiu diminuir os riscos relacionados ao mercado no primeiro trimestre , preparando-se para a crise trazida pelo coronavírus. «Neste trimestre, nos deparamos com uma crise sem precedentes. Estamos orgulhosos do resultado que exibimo, e temos consciência de que o cenário na frente é muito incerto e que exige redobrada atenção», alegou Roberto Sallouti em um comunicado. Roberto Sallouti é o presidente.Enquanto o regresso sobre o patrimônio caiu 4,6 pontos percentuais, o índice de capital principal do banco subiu para 15%, ante 12,2% no trimestre anterior , para 14,5%. O lucro líquido recorrente, que exclui itens únicos, ficou em 789 milhões de reais no primeiro trimestre, 7% abaixo das expectativas dos analistas, segundo um consenso da Refinitiv de 848,9 milhões de reais, mas houve uma ampliação de 9,4% em relação ao ano anterior. A receita total do BTG atingiu 1,518 bilhão de reais, uma ampliação de 2%, com crescimento em quase todas as linhas de negócios em relação ao ano anterior. O banco registrou, porém, uma perda de 18 milhões de reais em seus investimentos donos, provocada ​​por aplicações em mercados mundiais e imóveis. A entrada líquida de recursos para administração de ativos e fortunas chegou a 21,2 bilhões de reais, conservando a tendência de alta de fases anteriores. A carteira de crédito aumentou 8,9% em relação ao trimestre anterior, atingindo 47,7 bilhões de reais. O banco declarou que ampliou as provisões para possíveis perdas decorrentes da crise do coronavírus, mas não informou a soma. O BTG apertou seu cinto no primeiro trimestre com as despesas operacionais aumentando 1% em relação ao ano anterior, embora tenha agilizado os preços relacionados à sua recém-lançada unidade de varejo digital, pois o BTG declarou anteriormente que vê boas chances de negócios.

Na quinta-feira 16 de abril – O Santander Brasil, que aumentou agressivamente sua carteira de credito nos últimos cinco anos, pode ser um dos bancos mais afetados no país pela crise econômica vinda da pandemia de coronavírus, declaram analistas. Dentro de sua estratégia de aumentar no varejo, o Santander Brasil passou a emprestar mais a indivíduos que seus principais concorrentes evitavam. Agora, com a desaceleração da economia de Brasil, o banco tende a enfrentar maior inadimplência. Faz 5 meses, os empréstimos de varejo encarnavam %61 de a carteira de crédito de o banco em o fim, uma alta de 17 pontos percentuais ante 2015, segundo cálculos de o Goldman Sachs. «O forte crescimento nos empréstimos e a maior exibição aos consumidores colocam-no em uma posição relativamente mais arriscada», alegou o Goldman Sachs em nota a clientes. As ações do Santander Brasil caíram 43% até agora este ano, em comparação com uma queda de 37% no Bradesco e uma retração de 35% no Itaú Unibanco. A crise decorrente do coronavírus também devia retardar o crescimento do Santander Brasil, já que era entre seus adversários o que mais dependia do crédito, declararam analistas do BTG Pactual. Para a maioria de seus adversários, tarifas e outros negócios, como seguros, tinham uma fatia mais pertinente nas receitas. Diante da crise, o banco também podia mudar de estratégia, ampliando os desembolsos a grandes companhias, que estavam com apetite de crédito e, em algumas circunstâncias, dispostas a pagar juros mais altos, declarou o BTG. Analistas do JPMorgan declararam aos clientes em relatório recente que a performance do Santander em 2020 dependeria em grande parte da duração das medidas de distanciamento social. Eles declararam: «Se as paradas persistirem por muito tempo e o desemprego ampliar, o Santander Brasil poderia padecer mais». A carteira de empréstimos para pequenas companhias do Santander também era mais sensível a inadimplência, escreveu o Credit Suisse em relatório e, dependendo dos calotes, podia vir a diminuir o lucro do banco entre 6% e 13% nos próximos 18 meses. Ainda assim, em conversas privadas com analistas, os executivos do Santander Brasil reforçaram que a estratégia em curso era sólida. Analistas do UBS em nota declararam: «A gestão não estava calculando uma danificação pertinente nos resultados do banco na mesma magnitude que nós». O Brasil tem sido a maior fonte de resultado do grupo de Espanha Santander, encarnando 28% do lucro líquido de 2019 do grupo. Também tinha uma sólida base de capital, com 12,9% em capital principal nível 1. O Santander Brasil não comentou se o banco pode enfrentar maior risco em sua carteira e alegou que está em fase de silêncio que precede a divulgação de resultados em 28 de abril.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>BTG adia lançamento de plataforma de banco de varejo por causa de Covid-19
>>>>>BTG Pactual reduz risco para enfrentar crise do coronavírus – May 12, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 90 0 NONE 7 nos: 1, nós: 1, (tacit) nós: 5
2 BTG 0 0 ORGANIZATION 7 o BTG: 4, O BTG: 2, (tacit) ele/ela (referent: o BTG): 1
3 banco 0 0 NONE 7 O banco: 3, o banco: 4
4 Santander Brasil 0 7 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: O Santander_Brasil): 1, o Santander_Brasil: 2, O Santander_Brasil: 3
5 lucro 400 60 NONE 5 seu lucro líquido: 1, O lucro líquido recorrente: 3, o lucro líquido: 1
6 Roberto Sallouti 0 0 PERSON 4 Roberto_Sallouti (apposition: o presidente): 1, Sallouti: 2, Roberto_Sallouti (apposition: o presidente-executivo de a instituição financeira): 1
7 crise 0 0 NONE 4 a crise econômica: 1, uma crise: 1, a crise trazida: 1, crise: 1
8 relação 0 0 NONE 4 relação: 4
9 estratégia 0 0 NONE 3 sua estratégia: 1, estratégia: 1, a estratégia: 1
10 relatório 0 0 NONE 3 relatório: 1, relatório recente: 2