Por: SentiLecto

– O Conselho do Programa de Parceria de Investimentos vai debater na quarta-feira sobre o relatório do Comitê Interministerial que trata do modelo operacional e jurídico para viabilização da usina nuclear de Angra 3, cujas obras estão paralisadas aguardando uma solução para a retomada do empreendimento. A informação consta de nota divulgada nesta terça-feira pela Eletrobras, que alegou ter recebida profissão enviada pelo Ministério de Minas e Energia sobre o tema. Pelo modelo de negócios que chegou a ser debatido, um sócio privado entraria com cerca de 20% do investimento necessário para a finalização das obras. O país tem buscado há décadas concluir as obras da usina de Angra 3, que vai ter 1,4 gigawatt em habilidade quando em operação, e companhias chinas, Rússia, França e Coreia do Sul estão entre as candidatas a possíveis parceiras. Se paralisou a construção planejada originalmente em os anos 80 e a construção, planejada originalmente em os anos 80 e recomeçada em 2009, em o final de 2015. Agora, a expectativa é de recomeço dos trabalhos ainda neste ano, após um longo atraso provocado por obstáculos financeiros da Eletrobras e inquéritos de corrupção. Wilson Ferreira Jr. estimou no ano passado que o empreendimento ainda precisaria de investimentos superiores a 15 bilhões de reais para ser deduzido, além dos mais de 10 bilhões de reais já aportados até o momento. Wilson Ferreira Jr. é o presidente da Eletrobras.

Nesta ilustração, a companhia grande é culpado pela captação do empréstimo junto ao BNDES, passando a ter recursos para financiar seus provedores. Experiências similares a essa nova linha, aconteceram no passado com redes de varejo como Lojas Renner e Boticário. A nova linha é válida para todos os setores econômicos que têm companhias «âncora» e cadeia produtiva vinculada, informou o banco.A linha agora vai ter uma escassez de 24 meses e prazo para amortização de 60 meses e o tomador deve ter faturamento superior a 300 milhões de reais por ano. O limite de crédito por tomador vai ser de 10 milhões a 200 milhões de reais.

Na sexta-feira 22 de maio – A menor demanda por energia e a desvalorização do real associadas à pandemia de coronavírus vão empurrar a conclusão da terceira usina nuclear brasileira para 2027, ddeclarouà Reuters o presidente da estatal Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras. O Brasil ainda tem planos de atrair um parceiro para o empreendimento, o que deveria ocorrer até 2023, declarou o chefe da Eletronuclear, Leonam Guimarães. O país tem buscado há décadas concluir as obras da usina de Angra 3, que teria 1,4 gigawatt em habilidade quando em operação, e companhias chinas, Rússia, França e Coreia do Sul estavam entre as candidatas a possíveis parceiras. Se paralisou a construção planejada originalmente em os anos 80 e a construção, planejada originalmente em os anos 80 e recomeçada em 2009, em o final de 2015. Agora, a expectativa era de recomeço dos trabalhos ainda neste ano, após um longo atraso provocado por obstáculos financeiros da Eletrobras e inquéritos de corrupção. Até o momento, 9 bilhões de reais já foram gastos no projeto. Guimarães, em entrevista na quinta-feira. declarou: » estávamo falando de um atraso pequeno, de novembro de 2026 para o ano seguinte». Ele mencionou, no entanto, algumas incertezas que tinham que impactar o empreendimento, como a «brutal» queda no consumo de energia provocada pela pandemia de coronavírus, de entre 10% e 15%, que gerava dúvidas sobre a procura futura. Ele também falou de efeitos cambiais, mas disse que estes devem ser relativamente pequenos porque apenas 35% do investimento necessário na usina será em moeda estrangeira– custos referentes a tecnologia da Framatome, da francesa EDF, a serem pagos em euros. Uma importante reunião do Conselho da Secretaria do Programa de Parcerias de Investimentos que debateria o modelo de negócios para retomada de Angra 3 em 25 de março foi suspensa devido à pandemia. Assim, o modelo, que estava sob responsabilidade do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social , ainda estava pendente de aprovação. Mas a Eletrobras aprovou a manutenção de um investimento de 1 bilhão de reais em Angra 3 neste ano, para permitir a retomada das obras e para tornar o projeto mais atrativo para um parceiro, declarou Guimarães. Pelo modelo de negócios em debate, um sócio privado entraria com cerca de 20% do investimento necessário. Ele assinalou: » era bastante mais fácil atrair parceiros para um projeto que estava caminhando do que para um que estava paralisado».

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Russian Federation, China, Brazil

Cities: Franca

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Conselho do PPI vai debater na quarta sobre modelo para Angra 3, declara Eletrobras
>>>>>BNDES vai oferecer linha de crédito para fornecedores de grandes empresas – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 modelo 300 0 NONE 4 o modelo: 3, o modelo operacional e jurídico: 1
2 atraso 0 120 NONE 3 um atraso pequeno: 1, um longo atraso causado: 2
3 linha 50 40 NONE 3 A nova linha: 1, A linha: 1, essa nova linha: 1
4 um projeto 0 0 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: um projeto): 2, ele (referent: um projeto): 1
5 incertezas 0 140 NONE 2 algumas incertezas: 2
6 e investigações de corrupção 0 120 NONE 2 e investigações de corrupção: 2
7 dificuldades financeiras de a eletrobras 0 80 NONE 2 dificuldades financeiras de a Eletrobras: 2
8 demanda 0 20 NONE 2 a demanda futura: 1, A menor demanda: 1
9 reais 160 0 NONE 2 reais: 2
10 o modelo de negócios 140 0 NONE 2 o modelo de negócios: 2