Por: SentiLecto

O grupo dos 19 países mais ricos do mundo e a União Europeia, conhecido como G20, apoiou nesta quarta-feira a suspensão do pagamento da dívida das nações mais pobres até o fim de 2020, devido o efeito da pandemia da Covid-19, enfermidade provocada pelo novo coronavírus. A sinalização consta em comunicado conjunto emitido pelos ministros das Finanças e os presidentes dos bancos centrais dos integrantes da coalizão, que se reuniram hoje por meios virtuais na assembleia conjunta com Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial, que presidido neste ano pela Arábia Saudita, o G20 tem entre os integrantes a China, que se tornou um dos principais credores dos países em desenvolvimento, por isso, a adesão à iniciativa era fundamental, . O texto declara: «Aprovamos uma suspensão provisória do pagamento dos serviços de dívida para os países mais pobres que pedirem contenção».

Autoridades financeiras dos países do G7 e G20 devem debater a questão do alívio da dívida esta semana. Duas fontes familiarizadas com o processo declararam que os detalhes ainda estavam sendo concluídos, mas que esperam que os países do G20 apoiem uma suspensão provisória dos pagamentos da dívida.»Os pobres do mundo estão olhando para a comunidade internacional para mostrar liderança decisiva no alívio de dívidas, e estou confiante na melhoria», declarou ele em uma publicação no LinkedIn.»A Alemanha está assumindo a responsabilidade não somente em casa e na Europa, mas também no mundo — e é por isso que apoiamos a moratória da dívida proposta pelo FMI e pelo Banco Mundial para auxiliar os países mais pobres do mundo», declarou a autoridade, que falou sob condição de anonimato.

Na terça-feira 07 de abril a China, um importante credor, estava disposta a trabalhar bilateralmente com países de renda baixa que enfrentavam desafios econômicos devido à pandemia do Covid-19, incluindo a pchancede aprotelaralguns pagamentos do serviço da dívida, ddeclarouuma autoridade cde Chinaà Reuters.

Em comunicado conjunto, Kristalina Georgieva, diretora do FMI e David Malpass, presidente do Banco Mundial, classificaram a resolução como «poderosa e de rápida ação», para auxiliar a proteger as vidas de milhões de pessoas nos países mais vulneráveis.

Van Trotsenburg declarou: «Este é um problema mundial que afeta a todos». «Isso significa que toda instituição tem o dever de se mobilizar da melhor forma possível e fazê-lo demaneiraa rápida.»

Além disso, o G20 incentivou credores privados, através do Instituto Internacional de Finanças, a participar da iniciativa em termos comparáveis.

De acordo com Malpass, os países mais pobres, no restante de 2020, deveriam pagar cerca de US$ 14 bilhões.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: China

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>G20 apoia suspensão do pagamento da dívida para os países mais pobres
>>>>>Banco Mundial vê ‘enorme disposição’ para suspensão de pagamento de dívida de países mais pobres – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Banco Mundial aponta otimismo sobre alívio a dívidas de países mais pobres – (Extraoglobo-pt)
>>>>>G20 prevê moratória de dívida de até US$14 bi para países pobres, diz autoridade – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 China 0 0 PLACE 4 (tacit) ele/ela (referent: China): 1, a China: 1, China: 2
2 países 4 50 NONE 3 os países: 1, os países mais pobres: 1, os países de o G20: 1
3 autoridade 0 0 NONE 3 a autoridade: 2, uma autoridade chinesa: 1
4 problema 0 210 NONE 2 um problema global: 2
5 nós 48 100 NONE 2 (tacit) nós: 2
6 Banco Mundial 0 0 ORGANIZATION 2 o Banco_Mundial: 2
7 conjunto 0 0 NONE 2 comunicado conjunto emitido: 1, comunicado conjunto: 1
8 países de renda baixa 80 70 NONE 1 (tacit) eles/elas (referent: países de renda baixa): 1
9 a suspensão de o pagamento de a dívida de as nações mais pobres 48 50 NONE 1 a suspensão de o pagamento de a dívida de as nações mais pobres: 1
10 os pobres de o mundo 0 50 NONE 1 Os pobres de o mundo: 1