Por: SentiLecto

– A Agência Nacional de Mineração alegou nesta quinta-feira que 47 represas do país foram interditas por falta de declaração de estabilidade, e que a maior parte pertence à mineradora Vale. Segundo relação de proibições mandada pela agência àoijornalismo na lista também constam a Barragem de Rejeitos da ArcelorMittal Mineração Serra Azul e a brepresaB2 Auxiliar, da Nacional Minérios, do grupo CSN. Ambas estruturas estão em Minas Gerais. Luiz Paniago em comunicado no jornalismo declarou: «Todas as represas que não atestaram estabilidade estão sendo interditadas por meio de profissão e subiram no ranking de planejamento de fiscalização da ANM para terem prioridade nas vistorias». Luiz Paniago é o administrador de Segurança de Barragens da ANM.Segundo a agência, das 431 represas de mineração atualmente introduzidas na Política Nacional de Segurança de Barragens , 384 mandaram o certificado de estabilidade, 31 entregaram declaração não atestando a estabilidade das estruturas e 16 não mandaram as documentos, «o que pressupõe não terem a estabilidade da estrutura atestada». Se concluiu a primeira campanha de 2020 para a entrega de o documento de estabilidade em a terça-feira e as estruturas de mineração que não atestaram a segurança » estão automaticamente proibidas de receberem novos aportes de rejeitos ou sedimentos desde ontem «. A Declaração de Condição de Estabilidade é um documento compulsório para todas as represas que fazem parte da PNSB e precisa ser enviado à ANM duas vezes ao ano: eFaz 7 meses, informou a agência, em março e setembro.A ANM, que a Vale declarou na véspera que poderá haver efeito no seu volume de produção de finos de minério de ferro em 2020, caso não tenha êxito em tentativa de aumentar a habilidade de produção em sua mina de Brucutu ou se não obtiver até o final do segundo trimestre uma reavaliação do nível de emergência da represa Norte/Laranjeiras, alegou também que a represa Norte/Laranjeiras, da maior mina de minério de ferro da empresa em Minas Gerais , também não atestou estabilidade. A companhia foi levada a paralisar diversas atividades depois do rompimento de uma de suas barragens de rejeitos em Brumadinho , em janeiro de 2019, e depende da finalização de revisões de segurança e de aprovações de autoridades para recomeçar-las.

Ainda que tem enfrentado a pandemia com efeito restringido em seus negócios, sem interrupções em operações de Brasil e em portos chineses, a companhia pontuou.A mineradora Vale avalia que corre risco de enfrentar uma postergação da retomada de habilidade de produção devido a possíveis atrasos em inspeções, avaliações e autorizações, em meio à pandemia do novo coronavírus, aalegoua cempresaem apresentação divulgada ao mercado nesta terça-feira.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil, Uruguay

Cities: Serra, Minas

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Vale, ArcelorMittal, CSN e outras não atestam estabilidade de parte de suas represas, declara ANM
>>>>>Vale vê risco de postergação em retomada de capacidade de produção após coronavírus – March 31, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 estabilidade 160 0 NONE 4 estabilidade: 4
2 ANM 0 0 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: A ANM em o seu volume de produção de finos de minério de ferro em 2020 ou até o): 2, A ANM em o seu volume de produção de finos de minério de ferro em 2020 ou até o: 2
3 barragens 0 0 NONE 4 barragens: 4
4 Vale 0 0 PERSON 3 a mineradora Vale: 1, A mineradora Vale: 1, a Vale: 1
5 Minas_Gerais 0 0 PLACE 2 Minas_Gerais: 2
6 agência 0 0 NONE 2 a agência: 2
7 companhia 0 0 NONE 2 a companhia: 1, A empresa: 1
8 declaração 0 0 NONE 2 declaração: 2
9 esta 0 0 NONE 2 esta: 2
10 impacto 0 0 NONE 2 impacto: 1, impacto limitado: 1