Por: SentiLecto

A Polícia Federal retirou um homem de um voo que partia de São Paulo para Fortaleza , depois de ter ofendido comissários com denúncias homofóbicas. O caso aconteceu durante a preparação de decolagem de um voo da Latam na segunda-feira.

Segundo testemunhas, os comissários de bordo foram alvo de injúrias por um passageiro, após realizarem instruções para o voo LA3333, no Aeroporto internacional de Guarulhos . Há mais de um ano a homofobia se a considera crime em o Brasil.

A empresa informou que requereu o suporte da PF para realizar o desembarque do passageiro em função de «conduta indisciplinada».

Em nota, declarou que «repudia veementemente qualquer espécie de injúria e reitera que qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da companhia».

O caso teve grande repercussão nas redes sociais. Pelo Twitter, um usuário comentou o evento relatando que o comissário teria pedido para o passageiro erguer a poltrona para a decolagem e, em resposta, teria sido ofendido por conta de sua sexualidade.

O funcionário da empresa reportou ao seu chefe, que o cliente também atacou verbalmente ele. Em seguida, a Polícia Federal foi acionada para retirar o passageiro da aeronave.

A Latam também se posicionou nas redes sociais:

Procurada, a PF ainda não se pronunciou sobre o caso. Contactou-se O Sindicato Nacional dos Aeronautas mas não regressou a ligação.

– A Polícia Federal começou nesta segunda-feira uma operação para encontrar os culpados pelos incêndios que queimam o Pantanal há 25 dias. Em nota, a PF informa que há indícios de incêndios criminosos começados em áreas inóspitas da região e que podem ter sido provocados por ação humana. «Por meio da análise de imagens de satélites e o sobrevoo das áreas, a Polícia Federal conseguiu identificar o começo e a evolução diária dos focos de queimadas da região. O prejuízo ambiental apurado supera mais de 25 mil hectares do bioma pantaneiro, atingindo Áreas de Preservação Permanentes e os limites do Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense e da Serra do Amolar», declara o texto. Boa parte do Pantanal queima desde o final de julho. A estimativa é que as queimadas cerca de %10 de o território de a região já devastaram ele. De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais , as queimadas no bioma ampliaram 182% em relação ao ano passado.

Na terça-feira 08 de setembro — A Polícia Federal satisfazia na manhã dcinco mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva contra um grupo suspeito de realizar fraudes no saque da ajudinha emergencial. De acordo com a corporação, a quadrilha teria se apropriado de pelo menos 45 ajudinhas emergenciais. Segundo a Polícia Federal, o esquema funcionava com a participação de funcionários públicos com acesso ao Cadastro Único, sistema de dados com informações dos beneficiários do programa. O grupo modificava os dados de pessoas de baixa renda no sistema, principalmente os nomes das mães e os endereços. De posse dessas informações, os suspeitos ligavam para o canal de atendimento da Caixa e requeriam o encaminhamento dos cartões para os endereços fictícios e em habitual cadastrados pelos agentes públicos cooptados. Na posse dos cartões desviados, os membros da associação telefonavam para a URA da Caixa Econômica Federal e realizavam o pré-cadastramento de suas senhas. A Polícia Federal alegou: «Posteriormente, os membros dessa associação se conduziam a uma lotérica situada na Zona Sul e efetivavam a confirmação daquelas senhas, com a ajudinha de uma funcionária do estabelecimento, que recebia cerca de R$ 30,00 por senha confirmada». O grupo executava os saques em diversas agências bancárias no exato dia e na primeira hora em que eram liberados. Segundo a PF, o grupo também atuava em fraudes em diversos programas sociais há cerca de quatro anos. A 7ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Paulo-SP expediu os mandados. Os investigados irão responder por roubo qualificado e associação criminosa, podendo pegar até 11 anos de prisão, de acordo com a Polícia Federal. Se denominou a operação parasitas.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>A PF retira de voo Homem por homofobia contra comissários
>>>>>PF faz operação para encontrar responsáveis por queimadas no Pantanal – September 14, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Com queimadas intensas na Amazônia e no Pantanal, fumaça chega no Sul e Sudeste – September 11, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Federal 0 120 PERSON 9 (tacit) ele/ela (referent: a Polícia_Federal): 1, a Polícia_Federal: 6, A Polícia_Federal: 2
2 grupo 130 80 NONE 4 um grupo suspeito: 1, O grupo: 2, o grupo: 1
3 caso 50 20 NONE 3 O caso: 2, o caso: 1
4 PF 0 0 ORGANIZATION 3 a PF: 3
5 a companhia 0 0 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: A companhia): 3
6 voo 0 0 NONE 3 um voo: 2, o voo: 1
7 Pantanal 0 32 ORGANIZATION 2 (tacit) ele (referent: o Pantanal): 1, o Pantanal: 1
8 homofobia 0 0 PLACE 2 homofobia: 1, (tacit) ela (referent: homofobia): 1
9 nota 0 0 NONE 2 nota: 2
10 o bioma 0 0 PLACE 2 o bioma: 2