Por: SentiLecto

– O cenário para o produtor de soja brasileiro tem que continuar positivo na nova temporada 2020/21, e o país pode semear uma área recorde acima de 38 milhões de hectares, estimou nesta quinta-feira a analista Ana Luiza Lodi, da consultoria StoneX, que revisou recentemente para cima suas previsões de importações de soja pelo Brasil, maior produtor e exportador global, para 500 mil toneladas em 2019/20. Na colheita 2019/20, o Brasil plantou cerca de 37 milhões de hectares, segundo dados oficiais, o que proporcionou uma safra recorde de 120,9 milhões de toneladas, apesar de problemas climáticos no Rio Grande do Sul. O plantio da nova temporada deve iniciar em meados de setembro. Segundo ela, após fortes exportações de Brasil na temporada 2019/20, os estoques estão relativamente baixos, devendo favorecer até mesmo ampliação de importações de soja de países da Mercosul nos próximos meses. «Podemos continuar vendo volumes maiores na importação. A oferta realmente está restrita, conservando os custos fortalecidos», declarou a analista, assinalando para o cenário favorável ao desenvolvimento da nova colheita.

«A principal razão é que os grãos de Brasil estavam baratos e as margens de processamento em junho estavam realmente boas, então processadores agendaram um monte de cargas», declarou Xie Hullian, analista da consultoria agrícola Cofeed.Faz 1 mês, a China, maior importadora mundial de a oleaginosa, importou 11,16 milhões de toneladas, ante 6,51 milhões em o mesmo fase de o ano anterior. Faz 2 meses, houve ainda alta de %19 em a comparação com os 9,38 milhões de toneladas, segundo números de a Administração Geral de Alfândegas.

Na quarta-feira 01 de julho – As exportações de soja do Brasil deverão totalizar 80 milhões de toneladas na temporada 2019/20, declarou a consultoria StoneX , que em junho projetava embarques de 77 milhões de toneladas. As vendas da oleaginosa têm sido impulsionadas por forte procura de China. Ainda que as exportações de milho teriam que atingir 33,5 milhões de toneladas na temporada, a StoneX declarou , ante estimativa anterior de 35 milhões de toneladas. Faz 1 mês, a companhia projetou a segunda colheita de o cereal em o Brasil de toneladas, versus 71,4 milhões de toneladas em a estimativa de junho. A colheita total de milho do país tinha que bater 100,12 milhões de toneladas. Apesar das fortes exportações, a StoneX calculou que o Brasil importaria 500 mil toneladas de soja e 1 milhão de toneladas de milho em 2019/20.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Rio Grande

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Brasil pode semear área recorde de soja acima de 38 mi ha na nova colheita, declara StoneX
>>>>>China tem importação recorde de soja em junho, com grandes carregamentos do Brasil – July 14, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 toneladas 0 0 NONE 8 toneladas: 6, 500_mil toneladas: 2
2 a consultoria StoneX 0 0 OTHER 4 a consultoria StoneX: 4
3 o Brasil 0 0 PLACE 4 o Brasil: 4
4 cenário 160 0 NONE 2 o cenário favorável: 1, O cenário: 1
5 exportações 160 0 NONE 2 fortes exportações: 1, fortes exportações brasileiras: 1
6 StoneX 0 0 ORGANIZATION 2 a StoneX: 1, A StoneX: 1
7 hectares 0 0 NONE 2 hectares: 2
8 nós 0 0 NONE 2 (tacit) nós: 2
9 país 0 0 NONE 2 o país: 2
10 os grãos brasileiros 0 80 NONE 1 os grãos brasileiros: 1