Por: SentiLecto

– O Brasil teve superávit comercial de 4,713 bilhões de dólares em março, divulgou o Ministério da Economia nesta quarta-feira, em dado que veio acima da projeção de um superávit de 4 bilhões de dólares assinalado por pesquisa Reuters com analistas. Enquanto as importações alcançaram 14,525 bilhões de dólares, as exportações adicionaram 19,239 bilhões de dólares no mês.

– O governo central, formado por Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social, registrou um déficit primário de 25,857 bilhões de reais em fevereiro, divulgou o Tesouro nesta segunda-feira. O dado veio pior que a projeção de um déficit de 21,1 bilhões de reais, segundo pesquisa Reuters com analistas. BRCGPB=ECI>

Na segunda-feira 02 de março – O Brasil teve superávit comercial de 3,096 bilhões de dólares em fevereiro, acima do esperado, com a venda de óleos brutos de petróleo, combustíveis de petróleo e minérios de cobre impulsionando as exportações no fase. O dado, divulgado pelo Ministério da Economia, ficou próximo do saldo positivo de 3,116 bilhões de dólares registrado no mesmo mês do ano passado e compensou parcialmente a fraca performance de janeiro, quando o país teve o primeiro déficit comercial para o mês em cinco anos. O superávit da balança comercial também veio melhor que projeção de 1,5 bilhão de dólares feita por economistas, segundo pesquisa Reuters com analistas. Faz 2 meses, as exportações subiram %15,5 em a comparação com igual fase de o ano passado, por a média diária, a 16,355 bilhões de dólares, em fevereiro. Já as importações gerais tiveram uma ampliação de 16,7% na mesma base de comparação, a 13,259 bilhões de dólares. Faz 2 meses, os dados de a balança comercial vieram positivos apesar dos temores de desaceleração de o crescimento mundial por conta da disseminação de o coronavírus, com conseqüência marcantes sobre a China, que era a maior parceira comercial brasileira. Em fevereiro, contudo, as exportações de Brasil para a China, Hong Kong e Macau saltaram 20,9% e, no bimestre, 5,5%. Faz 1 ano, de acordo com o Ministério da Economia, as vendas totais de óleos brutos de petróleo ficaram 703 milhões de dólares maiores que em o mesmo enquanto para óleos combustíveis de petróleo o acréscimo foi de 299 milhões de dólares Faz 2 meses, as exportações de minérios de cobre, por sua vez, tiveram um incremento de 626 milhões de dólares ante fevereiro. No caso das importações, houve ampliação em todas as categorias, com destaque para bens de capital, que aumentaram 102,2% sobre um ano antes. As compras de combustíveis e lubrificantes ampliaram 32,2%, as de bens intermediários, 3,2%, e de bens de consumo, 2,2%. No primeiro bimestre, o superávit da balança comercial foi de 1,361 bilhão de reais, enquanto as importações subiram 6,5%, queda de 69,8% sobre igual etapa do ano passado, com retração de 4,2% na ponta das exportações, pelava média diária. O Ministério da Economia ainda não divulgou suas projeções para 2020, mas já mencionou que a perspectiva para o saldo das trocas comerciais era de piora em relação ao superávit de 48,036 bilhões de dólares de 2019. O Banco Central calculava um superávit de 32 bilhões de dólares em 2020, estimativa que foi feita em dezembro e que ainda não considerava fatores que podiam afetar negativamente as exportações de Brasil, pressionando ainda mais o resultado da balança comercial. No boletim Focus, a projeção mais recente de economistas era de um saldo positivo de 36,70 bilhões de dólares para as trocas comerciais neste ano.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Brasil tem superávit comercial de US$4,713 bi em março, acima do esperado
>>>>>Governo central tem déficit primário de R$25,857 bi em fevereiro, maior que esperado – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Ministério da Economia 0 0 ORGANIZATION 8 o Ministério_da_Economia: 2, O dado divulgado por o Ministério_da_Economia e: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Ministério_da_Economia): 1, O Ministério_da_Economia: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Ministério_da_Economia): 3
2 dólares 0 0 NONE 6 dólares maiores: 1, dólares: 5
3 exportações 60 0 NONE 5 as exportações brasileiras: 2, As exportações: 1, as exportações: 2
4 importações 0 0 NONE 4 as importações: 2, as importações gerais: 1, importações: 1
5 Reuters 0 0 ORGANIZATION 3 pesquisa Reuters: 3
6 analistas 0 0 NONE 3 analistas: 3
7 estimativa 0 0 NONE 3 estimativa: 3
8 O Brasil 0 50 PLACE 2 O Brasil: 2
9 o superávit de a balança comercial 180 0 NONE 2 O superávit de a balança comercial: 1, o superávit de a balança comercial: 1
10 a China 0 0 PLACE 2 a China: 2