Por: SentiLecto

Os custos do petróleo recuaram nesta quarta-feira, enquanto a demana por gasolina padeceu sua baixa semanal mais significativa da história devido à pandemia de coronavírus, depois de os estoques da commodity nos Estados Unidos registrarem na semana passada oamaior aampliaçãodesde 2016.

– As principais bolsas de valores de Wall Street tiveram fortes quedas nesta sexta-feira, concluindo uma sequência de três dias de fortes altas, após dúvidas sobre o destino da economia norte-americana ressurgirem e o número de casos de coronavírus no país ampliar. Os Estados Unidos superaram China e Itália como o país com mais casos de coronavírus. O número nos EUA passou de 85 mil, com mais de 1.200 mortes. O mercado acionário dos Estados Unidos aprofundou as perdas ao final da sessão, mesmo depois de a Câmara dos Deputados aprovar um pacote de assistência de 2,2 trilhões de dólares –o maior da história norte-americana– para ajudar pessoas e companhias a lidar com uma crise econômica provocada pelo surto do coronavírus e fornecer urgentemente aas clínicas suprimentos médicos. O pacote –juntamente com a flexibilização sem precedentes da política monetária pelo Federal Reserve — auxiliou o S&P 500 a subir 10,3% na semana, melhor semana desde 2009. No entanto, o índice ainda está cerca de 25% abaixo da máxima de fevereiro. Muitos investidores acreditam que há um grande risco de o mercado cair profundamente novamente, conforme o número de infecções por coronavírus amplia e mais pessoas falecem. Lindsey Bell, estrategista-chefe de investimentos da Ally Invest declarou: «A próxima semana dependerá do que ocorrer no fim de semana». «Se houver uma grande aceleração no fim de semana de casos de coronavírus em Nova York e em outros estados e o sistema hospitalar continuar lotado, acho que vai ser uma semana difícil para o mercado.» Enquanto o S&P 500 perdeu 3,37%, o índice Dow Jones recuou 4,06% nesta sexta, concluindo em 21.636,78 pontos , para 2.541,47 pontos. O Nasdaq Composite retraiu 3,79%, para 7.502,38 pontos.- Os custos dos combustíveis nos postos de Brasil recuaram nesta semana, após consecutivos cortes dos valores nas refinarias pela estatal Petrobras e em meio a mais uma semana de baixa do petróleo no mercado internacional. Com o movimento, a gasolina acumula queda de enquanto o diesel, combustível mais usado do Brasil, totaliza diminuição média de 4,6%, em média 2,89% nas bombas em março mostraram dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis nesta sexta-feira. Quando fechou, o petróleo Brent, referência internacional, perdeu 8% na semana e 5% nesta sexta-feira a 24,93 dólares por barril. No ano, o Brent adiciona recuo de mais de 60%, em meio à ddanificaçãoda dprocuraapós medidas de isolamento adotadas pelo mundo contra o coronavírus e com uumgcombatede pcustosentre Arábia Saudita e Rússia, que disputam participação no mercado. Nesse cenário, a Petrobras já anunciou dois reajustes negativos para a gasolina nesta semana– um corte de 15% a partir da quarta-feira e um de 5% que entra em forcita no sábado. No diesel, a empresa diminuirá custos em 3% a partir do sábado. Culpado por quase 100% da habilidade de refino no Brasil, enquanto no diesel a diminuição acumulada é de cerca de 30%, a Petrobras já cortou custos da gasolina em 43% em 2020. O repasse dos movimentos aos combustíveis nos postos, no entanto, não é automático e depende de diversas condições, como estoques, impostos, margens de distribuição e revenda e mistura de biocombustíveis. Nas bombas, para o consumidor final, os custos da gasolina caíram em média em 1,92% nesta semana, para 4,486 reais por litro, segundo os dados da ANP. No acumulado do ano, a retração é de 3,47%. No diesel comercializado nos postos, houve queda de 2,6% entre domingo e esta sexta-feira, de acordo com a reguladora, para média de 3,492 reais por litro. Na comparação com a primeira semana de janeiro, o combustível totaliza recuo de em média 7,59%. Faz 1 mês, já os câmbios de o etanol hidratado caíram %2,7, com retração acumulada de %3,39 em março. Mas o câmbio atual, de em média 3,139 reais, é somente 1,1% inferior à vista no icomeçode janeiro.

Na embora os câmbios da gasolina nos Estados Unidos tenham, segunda-feira 23 de março os custos do petróleo progrediram nesta segunda-feira despencado mais de 30%, para uma mínima recorde, enquanto a procura por combustíveis era arruinada pelas limitações mundiais a viagens, que visavam conter a disseminação do coronavírus.

As reservas de petróleo dos EUA progrediram em 13,8 milhões de barris na última semana, declarou a Administração de Informação sobre Energia . Esse é a maior ampliação em uma só semana desde 2016, e analistas esperam que verifiquem-se dados semelhantes em as próximas semanas, em a medida que refinarias diminuem ainda mais as operações e a procura por gasolinacontinua a cair.

Bob Yawger, diretor de Futuros de Energia da Mizuho em Nova York declarou: «A procura está uma calamidade». «Esse é todo o problema por aqui. Está terrível.»

– Andrew Cuomo apelou nesta segunda-feira para profissionais de saúde dos Estados Unidos irem ao seu Estado para auxiliar as clínicas a lidar com a disparada nos casos de coronavírus, que já matou mais de 1.200 pessoas no Estado. Andrew Cuomo é o governador de Nova York. Cuomo em um briefing declarou: «Por favor, venham nos auxiliar em Nova York agora». «Precisamos de assistência.» Enquanto as mortes em decorrência do Covid-19 chegaram a 1.218, segundo o governador, os casos de coronavírus no Estado de Nova York subiram a 66.487 nesta segunda-feira, ante 59.513 um dia antes , ante 965 na véspera.

O petróleo dos EUA fechou em queda de 0,17 dólar, a 20,31 dólares por barril, após atingir uma mínima de 19,90 dólares na sessão.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States, United Kingdom

Cities: York

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Custos do petróleo recuam com salto nos estoques dos EUA e procura fraca por gasolina
>>>>>Governador de Nova York pede ajuda a profissionais de saúde dos EUA; mortes vão a 1.218 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Wall St tem forte queda com casos de coronavírus nos EUA superando 85 mil – March 27, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Wall St recua após Fed falhar em reduzir preocupações sobre vírus – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Wall St volta a cair com fracasso de medidas históricas do Fed em estancar vendas – March 23, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Wall St estende quedas, Dow Jones anula ganhos da era Trump – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Wall St encerra em alta em dia de pausa após fortes quedas por coronavírus – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Wall Street amplia realização apesar de injeção histórica do Fed – March 23, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Wall Street amarga pior queda semanal desde 2008 – March 20, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall Street tem recuperação com auxílio do Fed – (E
xtraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall Street recua na abertura conforme euforia com estímulos desaparece – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Boeing lidera queda em Wall St conforme aumentam danos a empresas – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Combustíveis recuam nos postos após reajustes da Petrobras; diesel cai 4,6% no mês – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 esta 0 0 NONE 7 esta: 7
2 Petrobras 0 0 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: a Petrobras): 2, a Petrobras: 2
3 gasolina 0 0 NONE 4 gasolina: 2, a gasolina: 2
4 média 0 0 NONE 4 média: 4
5 coronavírus 0 50 NONE 3 coronavírus: 2, o coronavírus: 1
6 diesel 0 0 NONE 3 o diesel comercializado: 1, o diesel: 2
7 mercado 0 0 NONE 3 o mercado: 2, o mercado internacional: 1
8 os Estados_Unidos 0 0 PLACE 3 Os Estados_Unidos: 1, os Estados_Unidos: 2
9 pontos 0 0 NONE 3 7.502,38 pontos: 1, 21.636,78 pontos: 1, 2.541,47 pontos: 1
10 viagens 0 340 NONE 2 viagens: 2