Por: SentiLecto

Experts em enfermidades transmissíveis questionaram nesta terça-feira a observação da Organização Mundial da Saúde de que a transmissão da Covid-19 por parte de pessoas sem sintomas é «bastante rara», declarando que esta orientação poderia instituir problemas à medida que países tentam sair de isolamentos.

Maria van Kerkhove, epidemiologista e principal método da OMS para a pandemia de coronavírus, declarou na segunda-feira que muitos países que realizam o rastreamento de contatos identificaram casos assintomáticos, mas não descobriram que eles ampliaram a disseminação do vírus. Declarou: «É bastante raro».

Tedros Adhanom Ghebreyesus em um briefing on-line declarou: «Mais de seis meses desde o começo da pandemia e este não é o momento de nenhum país pisar no freio». Tedros Adhanom Ghebreyesus é o diretor-geral da OMS.O Dr. Mike Ryan declarou que os casos de infecção nos países da América Central ainda estão ampliando. O Dr. Mike Ryan é principal expert em emergências da OMS.

Liam Smeeth, professor de epidemiologia hospital da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, que adicionou que não viu os dados nos quais o comunicado de Kerkhove se baseou declarou: «Fiquei muito surpreso com o comunicado da OMS».

«Vai contra as minhas impressões dos indícios científicos até agora, que assinalam que pessoas assintomáticas –que jamais têm sintomas– e pessoas pré-sintomáticas são uma fonte importante de infecção de outras».

Autoridades da OMS não estavam disponíveis de imediato para comentar o tema nesta terça-feira. Van Kerkhove tem que responder questões em uma sessão de uma rede social ainda nesta terça-feira.

Smeeth e outros experts declararam que compreender os riscos de transmissão entre pessoas com pouco ou nenhum sintoma é crucial agora que governos começam a aliviar as medidas de isolamento que impuseram para tentar diminuir a propagação da pandemia e troquei-las gradualmente pelo rastreamento de caso e por planos de confinamento.

Babak Javid, consultor de enfermidades infecciosas dos Hospitais da Universidade de Cambridge declarou: «Isto tem implicações importantes para medidas de rastreamento/detecção/confinamento sendo criadas em muitos países».

Alguns experts declaram que não é incomum pessoas contagiadas não mostrarem sintomas.

Ainda não submetido à comunidade científica, um estudo da Alemanha feito em maio com base em 919 pessoas do distrito de Heinsberg – que teve um dos maiores números de mortos do país – revelou que cerca de um de cada cinco infectados é assintomático, mas os dados que mostram a probabilidade de eles transmitirem a enfermidade são escassos.

Keith Neal no Reino Unido, declarou que, que papel a transmissão assintomática desempenha em novas infecções, o que se sabe é que pessoas com sintomas são culpados pela maior parte da disseminação da enfermidade, embora não se saiba com transparência. Keith Neal é professor de epidemiologia de enfermidades infecciosas da Universidade de Nottingham.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United Kingdom

Cities: Cambridge

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Experts questionam posição da OMS sobre disseminação assintomática ‘rara’ da Covid-19
>>>>>Chefe da OMS faz apelo para que países continuem esforços no combate ao coronavírus – June 08, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>OMS diz esperar que comunicação do Brasil sobre Covid-19 seja ‘consistente e transparente’ – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 pessoas 0 50 NONE 5 pessoas infectadas: 1, pessoas: 2, pessoas pré-sintomáticas: 1, pessoas assintomáticas: 1
2 eu 40 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
3 países 0 0 NONE 4 muitos países: 3, países: 1
4 Mike Ryan 50 0 PERSON 3 O Dr._Mike_Ryan (apposition: principal especialista): 1, (tacit) ele/ela (referent: O Dr._Mike_Ryan): 2
5 dados 0 0 NONE 3 os dados: 3
6 sintomas 0 0 NONE 3 sintomas: 3
7 Babak Javid 25 20 PERSON 2 Babak_Javid: 1, (tacit) ele/ela (referent: Babak_Javid): 1
8 Maria_van_Kerkhove epidemiologista e principal técnica de a OMS 50 0 PERSON 2 (tacit) eles/elas (referent: Maria_van_Kerkhove epidemiologista e principal técnica de a OMS): 1, Maria_van_Kerkhove epidemiologista e principal técnica de a OMS: 1
9 esta 0 0 NONE 2 esta: 2
10 medida 0 0 NONE 2 a medida: 2