Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – BioNTech Logo

A BioNTech está trabalhando a todo vapor com sua parceira Pfizer para ampliar a produção de sua vacina contra a Covid-19, declararam seus fundadores, advertindo que podem acontecer gargalos na oferta até que se arremessem outras vacinas.

– O órgão regulador de remédios indiano aprovou nesta sexta-feira a vacina contra o coronavírus desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford para utilização emergencial, declararam à Reuters duas fontes com conhecimento do atema A resolução abre percurso para o lançamento da vacina no segundo país com mais casos confirmados no mundo, atrás somente dos Estados Unidos. Um representante da Organização Central de Controle de Medicamentos da Índia –cujos experts estavam reunidos pela segunda vez nesta semana e também avaliavam outras duas vacinas– não desejou comentar. O Reino Unido e a Argentina já autorizaram a vacina da AstraZeneca para utilização pública emergencial. O órgão de India também avalia os pedidos de autorização de utilização emergencial para vacinas desenvolvidas pela Pfizer Inc com a BioNTech e pela Bharat Biotech, da Índia.

No domingo 13 de dezembro – A agência de classificação de risco Moody’s declarou que a autorização da vacina da Pfizer contra a Covid-19 nos EUA é positiva em termos de crédito. A Moody’s «As chances de receita e lucro para a Pfizer eram expressivas porque ela fixou um custo lucrativo para a vacina». declarou: «A aprovação era positiva para o crédito por causa do lucro incremental e do fluxo de caixa que viria das vendas da vacina». A vacina da Pfizer e da BioNTech foi 95% eficaz na prevenção da enfermidade em um grande ensaio clínico. Os reguladores dos EUA autorizaram a utilização emergencial da vacina da sexta-feira, seguindo medidas semelhantes determinadas por Reino Unido e Canadá.

A BioNTech é uma companhia de Alemania instituída em 2008 por um casal de universitários alemães de origem turca, Ugur Sahin e Özlem Türeci.

A startup de tecnologia de Alemania tem liderado a corrida pela vacina, mas o imunizante tardou a chegar na União Europeia devido à aprovação relativamente tardia do regulador de saúde do bloco e o tamanho rdiminuídodas encomendas de Bruxelas.

Os atrasos em arremessar a vacina desenvolvida domesticamente provocaram terror na Alemanha, onde algumas das regiões tiveram que interromper a vacinação dias após começarem a inoculação.

«No momento, não parece bom –um buraco está surgindo porque há uma falta de outras vacinas aprovadas e temos que preencher essa lacuna com nossa própria vacina», declarou o CEO da BioNTech, Ugur Sahin, à revista semanal Spiegel.

Sahin fundou a Oezlem Tuereci que é a diretora médica da companhia. Oezlem Tuereci é sua esposa. Oezlem Tuereci é sua esposa. Ambos criticaram a resolução da UE de emitir várias encomendas na expectativa de que se as aprovem depressa, mais vacinas.

Faz 6 meses, enquanto a UE esperou até novembro para fazer uma encomenda de metade de o tamanho, os Estados Unidos encomendaram 600 milhões de doses de a vacina de a BioNTech-Pfizer.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Fundadores da BioNTech advertem para gargalos na oferta da vacina, declara Spiegel
>>>>>Órgão regulador da Índia aprova uso de vacina da AstraZeneca contra Covid-19, dizem fontes – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 vacina 80 0 NONE 6 nossa própria vacina: 1, A vacina: 1, a vacina: 4
2 BioNTech 0 0 ORGANIZATION 6 (tacit) ele/ela (referent: A BioNTech): 1, A BioNTech: 2, a BioNTech: 3
3 Pfizer 80 0 ORGANIZATION 5 a Pfizer_Inc: 1, a Pfizer: 2, (tacit) ele/ela (referent: a Pfizer_Inc): 2
4 aprovação 80 0 NONE 2 a aprovação: 1, A aprovação era positiva: 1
5 Oezlem Tuereci 0 0 PERSON 2 Oezlem_Tuereci (apposition: sua esposa): 2
6 Os Estados_Unidos 0 0 PLACE 2 Os Estados_Unidos: 1, os Estados_Unidos: 1
7 crédito 0 0 NONE 2 crédito: 1, o crédito: 1
8 uso 0 0 NONE 2 uso público emergencial: 1, uso emergencial: 1
9 vacinas 0 0 NONE 2 outras vacinas: 1, vacinas desenvolvidas: 1
10 a decisão de a ue 0 60 NONE 1 a decisão de a UE: 1