Por: SentiLecto

O processo de digitalização do Instituto Nacional do Seguro Social , que vinha ocorrendo desde o fim de 2017, ganhou força este ano, pressionado pelas necessidades geradas com a pandemia. Com as agências fechadas, o órgão precisou ajustar suas plataformas digitais para serviços que, até então, exclusivamente eram feitos presencialmente, como a entrega de documentos e atestados médicos.

Viu isso? Trabalhador demitido na pandemia poderá renegociar empréstimo consignado

Na quinta-feira 25 de junho o Instituto Nacional do Seguro Social tem 905 mil pedidos de vantagens em seu estoque que dependiam de alguma espécie de ação por parte do segurado para que se possa fazer a avaliação final. Na maior parte dos chamados requerimentos «em pré-requisito», era preciso que o cidadão mande documentos ou informações pendentes.

— Neste ano, aumentamo a velocidade de implantação dessas medidas com o objetivo de facilitar o acesso do cidadão aos serviços do INSS sem sair de casa. São medidas que vieram para ficar, tais como a prova de vida digital, o envio de cópias de documentos pelo celular para o requerimento de vantagem, a assistente virtual Helô no app Meu INSS e a concessão automática de vantagens — declara o presidente do INSS, Leonardo Rolim.

Segundo o INSS, a reabertura gradual irá considerar as especificidades de cada uma das 1.525 Agências da Previdência Social no país. Cada unidade deverá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva.

Mande acusações, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra

Para a presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, Adriane Bramante, porém, é preciso fazer ajustes.

Na sua vez, idosos que não têm smartphone ou que tenham algum obstáculo com a utilização de tecnologia podem requerer assistência para fazer a comprovação de maneira remota. Há, ainda, a chance de continuar fazendo a comprovação pessoalmente, em uma agência bancária, como acontece atualmente.Idosos que não têm smartphone ou que tenham algum obstáculo com a utilização de tecnologia podem requerer assistência para fazer a comprovação de maneira remota. Há, ainda, a chance de continuar fazendo a comprovação pessoalmente, em uma agência bancária, como acontece atualmente.

— O site é bom? Sim, mas nem tudo está no site. E nem todas as pessoas têm essa facilidade com os meios digitais. Ainda há muitos problemas a serem resolvidos.

— Aqueles que preferirem interagir com outra pessoa, vão ter à disposição o telefone 135, bem como o atendimento presencial nas agências por agendamento — revidenciaRolim.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Herança da pandemia: INSS digitaliza serviços que antes só existiam nas agências
>>>>>INSS adia para 3 de agosto a reabertura das agências e o retorno das atividades presenciais – (Extraoglobo-pt)
>>>>>INSS: Prova de vida por biometria começará a ser testada em agosto – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Prova de vida do INSS será feita pelo celular. Veja como acessar central de serviços online – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
2 o processo de digitalização de o instituto_nacional_do_seguro_social 0 160 NONE 2 O processo de digitalização de o Instituto_Nacional_do_Seguro_Social: 2
3 pandemia 0 100 NONE 2 a pandemia: 2
4 dificuldade 0 80 NONE 2 alguma dificuldade: 2
5 era 120 0 NONE 2 era preciso: 2
6 site 80 0 NONE 2 O site: 1, o site: 1
7 ajuda 0 0 NONE 2 ajuda: 2
8 aqueles 0 0 NONE 2 Aqueles: 2
9 comprovação 0 0 NONE 2 a comprovação: 2
10 continuar em uma agência bancária 0 0 NONE 2 continuar em uma agência bancária: 2