Por: SentiLecto

– O Ibovespa passava a trabalhar no azul na tarde desta quinta-feira, puxado principalmente pela performance de blue microchip como Vale e Petrobras, resistindo ao clima de aversão a risco no exterior. Às 15:38, o Ibovespa subia 0,37 %, a 100.043,58 pontos. O volume financeiro era de 16,4 bilhões de reais. Mais cedo, o Ibovespa chegou a 98.561,51 pontos, no pior momento da sessão, pressionado ainda pela decepção com as sinalizações do Federal Reserve na véspera, além de dados ainda ruins da economia norte-americana e incerteza fiscal no Brasil. Enquanto o pregão de Brasil buscava recuperação, em Wall Street, o S&P 500 ainda caía 1,5%. Vale ON subia 1,84%, após recuar até 1,4% no início do dia, com ações de mineração e siderurgia como um todo entre os destaques positivos, em meio a ânimo sobre dividendos no caso da Vale e perspectivas de alta de custos de aço. A melhora dos custos do petróleo no exterior, onde o Brent progredia 2,77%, também auxiliava as ações da Petrobras, com as PNs subindo 1,66% e as ONs em alta de 1,78%. Ambev ON, que já atuava como contrapeso, aumentava os ganhos para 5,25%, em meio a perspectiva de melhora nos volumes no terceiro trimestre. Entre as blue microchip, Itaú Unibanco PN não mostrava muita força, com variação positiva de somente 0,04%, mas se afastando das mínimas da sessão, enquanto Bradesco PN tinha acréscimo de 0,24%. Papéis de varejistas com forte atuação no comércio eletrônico tinham sinal negativo, com Magazine Luiza ON perdendo 2,14%, caía 0,88%, enquanto B2W ON cedia 1,71% e Via Varejo ON. B3 ON recuava 1,03%, entre as maiores pressões de baixa do Ibovespa, engatando a terceira sessão de queda, e dando permanência ao ajuste de baixa começado em meados de julho, quando o papel atingiu câmbio recorde de 69,75 reais.

– O Ibovespa voltou a flertar com o platô dos 99 mil pontos nesta quarta-feira, pressionado por ações ligadas a commodities, como Suzano e Vale, com as atenções de agentes financeiros voltadas para o desfecho da reunião de política monetária do banco central de Noruega. Às 11:45, o Ibovespa caía 0,25 %, a 100.044,94 pontos. Na mínima, chegou a 99.855,14 pontos. O volume financeiro era de 6,17 bilhões de reais. A equipe da Guide Investimentos, em observações a clientes alegou: «Investidores aguardam atenciosos pelo fim da reunião do Fomc, que poderá render sinalizações importantes para a política monetária». O Comitê Federal de Mercado Aberto divulgará seu comunicado e uma sinopse das novas projeções econômicas às 15h . O chair do Fed, Jerome Powell, vai dar entrevista àoijornalismomeia hora depois. O encontro de dois dias é o primeiro do Federal Reserve sob uma estrutura recém-adotada que promete arremessar a inflação para o platô acima de 2% para compensar fases, como o atual, em que está abaixo da meta. Investidores no mercado de Brasil também estão na expectativa de resolução do Comitê de Política Monetária do Banco Central, que vai sair após o encerramento da bolsa. Após cortar a taxa Selic nove vezes desde agosto do ano passado, em 450 pontos-base, o Copom deve conservar-la em 2,0% na reunião de política monetária, segundo 37 dos 38 economistas consultados pela Reuters. Embora a estimativa para 2021 tenha, a sessão ainda tinha como pano de fundo melhora da previsão econômica para o Brasil em 2020 pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico piorado. DESTAQUES – VALE ON recuava 2,65%, com o setor de mineração e siderurgia como um todo no vermelho após altas recentes, em meio a notícias sobre dividendos no caso da Vale e de ampliação de custos do aço no caso das siderúrgicas. CSN ON perdia 2,77%, seguida por USIMINAS e GERDAU. – SUZANO ON caía 3,23%, após forte alta na véspera. KLABIN UNIT cedia 2,59%, tendo no radar aprovação pela superintendência-geral do Cade da compra de ativos da IP no Brasil e convocação de AGE para decidir sobre anexação da Sogemar. – MARFRIG ON mostrava declínio de 3,92%, com parte do setor de proteínas também corrigindo valorização da véspera. JBS ON perdia 2,82% e MINERVA ON caía 0,87%, ainda no rescaldo do anúncio de que plano para vender fatia da subsidiária Athena Foods. – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiam 0,14% e 0,37%, encontrando apoio na forte alta dos custos do petróleo no exterior, onde o Brent progredia 2,69%. – ITAÚ UNIBANCO PN valorizava-se 1,35%, em sessão positiva dos bancos, com BRADESCO PN em alta de 1,32%, contrabalançando a pressão vendedora no Ibovespa. – BRMALLS ON subia 3,99%, com o setor de shopping centers entre os destaques de alta na sessão, com MULTIPLAN ON progredindo 3,50% e IGUATEMI ON em alta de 3,35%. Investidores seguem acompanhando os reflexos do alívio nas medidas de lockdown em razão da pandemia de Covid-19. – CVC BRASIL ON mostrava acréscimo de 3,55%, com o setor de viagens no pregão também na ponta positiva do Ibovespa, com GOL PN subindo 2,49% e AZUL PN ganhando 2,07%.- O Ibovespa fechou em queda nesta quarta-feira, com Vale pressionando, mesmo após o Federal Reserve prometer conservar os juros perto de zero até que a inflação nos EUA esteja a percurso de superar moderadamente a meta de 2% por algum tempo. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa concluiu em baixa de 0,62%, a 99.675,68 pontos, em dia de variações relativamente pequenas, alcançando 100.663,36 pontos na máxima e 99.663,02 pontos na mínima. O volume financeiro no pregão adicionou 22,95 bilhões de reais, abaixo da média diária de 2020 de 29,3 bilhões de reais, apesar do vencimento de contratos de alternativas sobre Ibovespa na sessão. Além de conservar a taxa entre zero e 0,25%, o comunicado também mostrou que o Fed começou a se afastar de viés que admirava estabilização dos mercados financeiros para animar a economia. Em Wall Street, o S&P 500 perdeu alento à tarde e fechou em baixa de 0,46%. Na visão de profissionais do mercado escutados pela Reuters, acontecimentos domésticos continuam pesando no Ibovespa e têm que seguir no radar nos próximos meses, em particular as desavenças entre o presidente Jair Bolsonaro e a sua equipe econômica. O gestor da Rio Verde Investimentos Eduardo Cavalheiro, adicionando que tal incerteza tem deixado a bolsa de Brasil ‘de lado’. alegou: «O mercado deseja de fato saber para onde se o governo vai ser culpado em termos fiscais, vai a economia». Em setembro, até o momento, o Ibovespa acumula variação positiva de 0,31%. Para o sócio da Monte Bravo Investimentos Rodrigo Franchini, ruídos envolvendo a equipe econômica reavivam a discussão sobre até onde ela tem de fato um ‘cartão verde’ para buscar margem fiscal a programas assistencialistas sem flexibilizar o telhado de gastos. Alegou: «Tudo isso gera também uma aversão a risco». O pregão de Brasil também teve de pano de fundo expectativa para a resolução de política monetária no Brasil. A maioria dos economistas consultados pela Reuters estima estabilidade do juro básico no piso histórico atual de 2% ao ano. DESTAQUES – VALE ON caiu 2,6%, em sessão mais negativa para o setor de mineração e siderurgia, após altas recentes com perspectiva de dividendos da Vale e alta de custos por parte das siderúrgicas. A Vale também projetou habilidade de produção 450 milhões de toneladas no «futuro». – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON progrediram 0,28% e 0,37%, respectivamente, apoiadas na alta do petróleo em meio à queda nos estoques norte-americanos da commodity e interrupções de produção cprovocadaspelo furacão Sally nos EUA. O Brent fechou em alta de 4,2%. – Enquanto BRADESCO PN diminuiu a alta para 0,2%, iTAÚ UNIBANCO PN recuou 0,29%. – CVC BRASIL ON teve alta de 4,12%, em sessão de recuperação de ações companhias mais afetadas pela pandemia, com o noticiário mostra melhoria para uma vacina. AZUL PN subiu 3,78% e GOL PN valorizou-se 3,4. – MINERVA ON recuou 3,61%, em meio a uma correção no setor de proteínas após alta recente endossada pela queda do dólar na sessão. JBS ON perdeu 3,15% e MARFRIG ON caiu 2,4%.- O Ibovespa fechou em queda nesta quarta-feira, com Vale pressionando, mesmo após o Federal Reserve prometer conservar os juros perto de zero até que a inflação nos EUA esteja a percurso de superar moderadamente a meta de 2% por algum tempo. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa concluiu em baixa de 0,62%, a 99.675,68 pontos, em dia de variações relativamente pequenas, alcançando 100.663,36 pontos na máxima e 99.663,02 pontos na mínima. O volume financeiro no pregão adicionou 22,95 bilhões de reais, abaixo da média diária de 2020 de 29,3 bilhões de reais, apesar do vencimento de contratos de alternativas sobre Ibovespa na sessão. Além de conservar a taxa entre zero e 0,25%, o comunicado também mostrou que o Fed começou a se afastar de viés que admirava estabilização dos mercados financeiros para animar a economia. Em Wall Street, o S&P 500 perdeu alento à tarde e fechou em baixa de 0,46%. Na visão de profissionais do mercado escutados pela Reuters, acontecimentos domésticos continuam pesando no Ibovespa e têm que seguir no radar nos próximos meses, em particular as desavenças entre o presidente Jair Bolsonaro e a sua equipe econômica. O gestor da Rio Verde Investimentos Eduardo Cavalheiro, adicionando que tal incerteza tem deixado a bolsa de Brasil ‘de lado’. alegou: «O mercado deseja de fato saber para onde se o governo vai ser culpado em termos fiscais, vai a economia». Em setembro, até o momento, o Ibovespa acumula variação positiva de 0,31%. Para o sócio da Monte Bravo Investimentos Rodrigo Franchini, ruídos envolvendo a equipe econômica reavivam a discussão sobre até onde ela tem de fato um ‘cartão verde’ para buscar margem fiscal a programas assistencialistas sem flexibilizar o telhado de gastos. Alegou: «Tudo isso gera também uma aversão a risco». O pregão de Brasil também teve de pano de fundo expectativa para a resolução de política monetária no Brasil. A maioria dos economistas consultados pela Reuters estima estabilidade do juro básico no piso histórico atual de 2% ao ano. DESTAQUES – VALE ON caiu 2,6%, em sessão mais negativa para o setor de mineração e siderurgia, após altas recentes com perspectiva de dividendos da Vale e alta de custos por parte das siderúrgicas. A Vale também projetou habilidade de produção 450 milhões de toneladas no «futuro». – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON progrediram 0,28% e 0,37%, respectivamente, apoiadas na alta do petróleo em meio à queda nos estoques norte-americanos da commodity e interrupções de produção cprovocadaspelo furacão Sally nos EUA. O Brent fechou em alta de 4,2%. – Enquanto BRADESCO PN diminuiu a alta para 0,2%, iTAÚ UNIBANCO PN recuou 0,29%. – CVC BRASIL ON teve alta de 4,12%, em sessão de recuperação de ações companhias mais afetadas pela pandemia, com o noticiário mostra melhoria para uma vacina. AZUL PN subiu 3,78% e GOL PN valorizou-se 3,4. – MINERVA ON recuou 3,61%, em meio a uma correção no setor de proteínas após alta recente endossada pela queda do dólar na sessão. JBS ON perdeu 3,15% e MARFRIG ON caiu 2,4%.

Na quinta-feira 10 de setembro – O Ibovespa aumentava queda nesta quinta-feira, conforme Nova York perdeu o alento dos primeiros negócios e com Petrobras entre as maiores pressões de baixa na esteira do declínio do petróleo no exterior, enquanto GPA conservava forte valorização após anunciar planos para cindir a unidade Assaí. Às 14:58, o Ibovespa caía 1,36 %, a 99.918,65 pontos. Mais cedo, chegou a subir a 101.536,48 pontos. No pior momento, caiu a 99.893,70 pontos. O volume financeiro era de 16,3 bilhões de reais. Em Wall Street, o S&P 500 passou ao terrirório negativo, com ações de tecnologia abandonando a forcita da véspera e enquanto o petróleo pressionava ações de energia e dados de auxílio-desemprego, mostrando desempenhos anômalo enfatizaram uma recuperação irregular nos EUA. As ações do GPA destoavam no movimento vendedor e disparavam 15,2%, após o grupo varejista anunciar na véspera estudos para a cisão de seu braço de atacarejo Assaí e posterior listagem na B3 e na Bolsa de Nova York. «A cisão das operações do GPA e Assaí possibilitará as companhias de seguirem uma estratégia independente de crescimento, com bancos conseguindo analisar o risco de crédito de cada negócio de forma separada», avaliou o analista Luis Sales, da Guide Investimentos. Gol PN também era destaque positivo, em alta de 4%, após dados sobre liquidez e receitas, incluido as que concluiu agosto com aproximadamente 2,1 bilhões de reais em liquidez total e que o consumo líquido de caixa diário em agosto recuou 91% ante julho, a 6 milhões de reais. Na visão dos analistas do Bradesco BBI Victor Mizusaki e Gabriel Rezende, a empresa aérea estava no percurso de emergir da crise desencadeada pelo Covid-19, com uma posição de caixa confortável para continuar a reconstruir sua malha aérea. Enquanto o contrato de petróleo Brent cedia 1,3%, na ponta de baixa do Ibovespa, Petrobras ON e Petrobras PN recuavam 2,65% e 2%, respectivamente. Vale ON caía 1,9%, com o setor de mineração e siderurgia todo em baixa. Bancos também corroboravam a trajetória negativa, com Itaú Unibanco PN em baixa de 1% e Bradesco PN recuando 2,2%. Das 77 ações que faziam parte da carteira teórica do Ibovespa, somente 13 papéis trabalhavam no azul nesta tarde.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ibovespa descola de NY e sobe com melhora de Vale e Petrobras
>>>>>Ibovespa volta a flertar com 99 mil pontos antes de Fed – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Vale dita queda do Ibovesem sessão com Fed e Copom; quadro fiscal mantém cautela – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Vale dita queda do Ibovespa em sessão com Fed e Copom; quadro fiscal mantém cautela – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 On Suzano 25 21 PERSON 21 Jbs_On: 3, Iguatemi_On: 1, Brmalls_On: 1, (tacit) ele/ela (referent: Jbs_On): 3, B2w On: 1, Marfrig_On: 3, minerva On: 3, Suzano: 1, Suzano_On: 1, Multiplan_On: 1, Csn_On: 1, Petrobras: 2
2 Ibovespa 0 240 ORGANIZATION 16 o Ibovespa: 9, Ibovespa: 2, O Ibovespa: 5
3 alta 80 0 NONE 12 alta de %4,2: 2, alta de %1,78: 1, forte alta: 1, alta de %4,12: 2, alta de %3,35: 1, alta de %1,32: 1, alta recente: 2, a alta: 2
4 Reuters 0 0 ORGANIZATION 10 a Reuters: 4, (tacit) ele/ela (referent: a Reuters): 6
5 pontos 0 0 NONE 10 100.663,36 pontos: 2, 99.663,02 pontos: 2, 99.675,68 pontos: 2, 99.893,70 pontos: 1, 101.536,48 pontos: 1, 99.855,14 pontos: 1, 98.561,51 pontos: 1
6 eu 0 90 NONE 8 (tacit) eu: 8
7 sessão 0 0 NONE 8 a sessão: 7, A sessão: 1
8 pregão 0 360 NONE 6 o pregão brasileiro: 1, O pregão brasileiro: 2, o pregão: 3
9 Brent 50 0 ORGANIZATION 6 (tacit) ele/ela (referent: o Brent): 2, o Brent: 2, O Brent: 2
10 Wall Street 0 0 ORGANIZATION 6 Wall_Street: 4, (tacit) ele/ela (referent: Wall_Street): 2