Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – AOC staff at work clearing snow around Capitol (8411462062)

Em meio nos debates sobre a ampliação de gastos com o Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família João Roma, alegou que não é «fura-teto» e que sempre brigou para incluir as despesas com o novo programa social do governo dentro do Orçamento. Substituto do Bolsa Família é o ministro da Cidadania.despesas com o novo programa social do governo dentro do Orçamento.

João Inácio Ribeiro Roma Neto é um político brasileiro, filiado ao Republicanos e atual ministro da Cidadania.

Nessa quarta-feira, Paulo Guedes falou em «permissão para gastar» R$ 30 bilhões fora do telhado de gastos, que restringe o crescimento da despesa na inflação, para bancar parte do novo programa social do governo federal. Paulo Guedes é o ministro da Economia.— Não sou fura-teto e sempre briguei para incluir os recursos do sucessor do Bolsa Família no Orçamento, dentro das normas fiscais – declarou o ministro ao Globo.

Em 1 ano, de olho em as votações o presidente Jair Bolsonaro alegou que o Auxílio Brasil vai ter piso mensal de R $ 400. Hoje, o valor da vantagem varia de acordo com a composição familiar e números de filhos em idade escolar, com tíquete médio de R$ 189.

Utiliza-se o termo muitas vezes, para se referir em a reunião de representantes de o poder legislativo de uma nação.

A proposta orçamentária mandada ao Congresso pela equipe econômica não calculou orçamento extra para o novo programa, conservando os R$ 34,7 bilhões do Bolsa Família.

Para aumentar a soma, que tem que chegar a R$ 84 bilhões, o governo atua para aprovar uma Proposta de Emenda Constitucional , que adia o pagamento de precatórios, resoluções judiciais contra a União, a fim de abrir espaço no telhado de gastos. Ainda assim, não há fonte de receitas para pagar o valor prometido pelo presidente.

Faz 18 dias, depositou se a quantia para esses dois últimos grupos, em contas poupanças sociais digitais Desde então, a sexta parcela podia ser agitada pelo aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas de consumo e compras em lojas, supermercados e farmácias .2) Depois, basta introduzi a senha para ter acesso ao código de saque na tela do celular, que tem validade de uma hora e deve ser informado para a retirada.

Na quinta-feira 14 de outubro os trabalhadores nascidos em agosto — sem direito ao Bolsa Família — já podiam retirar em dinheiro a sexta parcela da ajudinha emergencial 2021. O saque podia ser feito em agências da Caixa Econômica Federal assim como a transferência bancária. Agências da Caixa Econômica Federal são casas lotéricas ou correspondentes bancários Caixa Aqui.

Roma não desejou comentar de onde vão vir os recursos para turbinar o novo Bolsa Família.

Quando acaba a ajudinha emergencial, a partir do mês que vêm as famílias que recebem o Bolsa Família vão ter a vantagem reajustada em 17,8%, o que fará com que ticket médio suba para R$ 222. Faz 3 anos, o ex-presidente Michel Temer deu a última ampliação.

Iniciam nesta segunda-feira os depósitos da sétima parcela da ajudinha emergencial 2021 para os nascidos em janeiro. O dinheiro está creditado em contas poupanças sociais digitais e já pode ser agitado pelo aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos e compras feitas em supermercdos, lojas e farmácias .A Caixa Econômica Federal começa a pagar nesta segunda-feira a sétima e última parcela do ajudo emergencial para os beneficiários do Bolsa Família. Os primeiros a receber são aqueles cujo número do NIS é concluído em 1. Em 1 dia, para os trabalhadores que não fazem parte de o Bolsa, a sétima parcela começará a ser paga em a.

Para chegar nos R$ 400, o governo pretende pagar um bonificações temporária, entre dezembro de 2021 a dezembro de 2022. A medida enfrenta críticas generalizadas pela personalidade eleitoreiro.

O ministro disse que os cerca de 18 milhões de trabalhadores informais da baixa renda, que ficarão sem o auxílio emergencial, poderão procurar as prefeituras para ingressar no Cadastro Único do governo federal a fim de serem incluídos no novo programa social. Eles precisam se encaixar nos critérios de extrema pobreza e pobreza.

— O que eu posso declarar para as famílias que recebem o Bolsa Família é que elas continuarão sendo atendidas dentro de um programa mais aperfeiçoado, que oferece trilhas de emancipação, além de capacitação e mérito escolar e desportivo – declarou o ministro.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Italy

Cities: Rome

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>João Roma nega ser o ‘fura-teto’ no Auxílio Brasil de R$ 400 João Roma é ministro da Cidadania. 400
>>>>>Auxílio emergencial: termina saque da sexta parcela; retirada é liberada a nascidos em novembro e dezembro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Começa o depósito da 7ª parcela do auxílio emergencial. Hoje recebem os nascidos em janeiro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Auxílio emergencial: beneficiários do Bolsa Família começam a receber a última parcela; confira o calendário – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Bolsa 0 40 PERSON 5 o Bolsa_Família: 5
2 eu 60 0 NONE 5 (tacit) eu: 4, eu: 1
3 famílias 100 0 NONE 4 as famílias: 4
4 Congresso 0 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: o Congresso): 2, o Congresso: 1
5 João Inácio Roma Ribeiro 0 0 PERSON 3 João_Inácio_Ribeiro_Roma_Neto: 1, (tacit) ele/ela (referent: João_Roma): 1, João_Roma: 1
6 R 0 0 ORGANIZATION 3 os R: 1, a R: 1, R: 1
7 o aplicativo Caixa_Tem 0 0 OTHER 3 o aplicativo Caixa_Tem: 3
8 gastos 0 70 NONE 2 gastos: 2
9 trabalhadores 100 0 NONE 2 os trabalhadores nascidos: 1, os trabalhadores: 1
10 Auxílio Brasil 0 0 ORGANIZATION 2 o Auxílio_Brasil: 2