Por: SentiLecto

Um levantamento do Sebrae mostrou que 46% dos pequenos negócios do estado do Rio de Janeiro encontraram na inovação, o percurso para driblar a crise. Os empresários arremessaram novos itens ou aumentaram o mix de produtos ou serviços. A pesquisa escutou 473 empresários, entre os dias 20 e 24 de novembro.

Diante das limitações presenciais que a pandemia trouxe, 70% das companhias passaram a distribuir suas vendas por canais digitais como aplicativos, redes sociais e internet. Somente 30% dos pequenos negócios não vendem de maneira online. Os empreendedores preferem vender pelo Whatsapp, Facebook, Instagram, site próprio e aplicativos de entrega. Raquel Abrantes evidencia que a principal qualidade do momento foi a adaptação e migração das companhias do offline para o online: Raquel Abrantes é a coordenadora de Mercado do Sebrae Rio.

“Houve uma verdadeira mudança de postura tanto do empreendedor quanto do potencial cliente. A internet e a conectividade auxiliaram bastante com um posicionamento rápido de mercado e de novas conquistas comportamentais. Percebemos que os empreendedores que se ajustaram às novas diretrizes impostas pela pandemia, conseguiram se posicionar de fmaneirafavorável e enxergaram os desafios como ochances.

E essa pode ser um benefício para o pequeno empreendedor, que pode estar mais próximo. Dar um mimo, como um bilhete “essa comida foi feita com carinho para você”, ou mandar mensagens com promoções personalizadas . Ou simplesmente sempre atender com bom humor.

Após investir em inovação, as micro e pequenas companhias estão com novos planos para esse ano. Ao longo de 2021, a maioria deseja investir em divulgação do seu negócio, arremessar novos produtos, ampliar a habilidade produtiva e o atendimento, fazer cursos para melhoria profissional, aumentar o mix de produtos e serviços, realizar reformas no estabelecimento e oferecer capacitação para os funcionários.Mesmo apostando na inovação e com vários planos, a pesquisa constatou que 52% ainda relatam obstáculos para conservar o negócio. Para 27% as mudanças impostas no fase foram importantes para o negócio, 13% acham que o pior já passou e 8% seguem otimistas com as chances que surgiram.

Na sua vez, a tendência de crescimento do e-commerce continuará em 2021. Veja os setores que mais venderam e Faz 1 ano, faturaram e que têm que continuar em alta:

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Na crise, 46% dos pequenos negócios do Rio investiram em inovação para se reinventar
>>>>>Tendências para os negócios em 2021: veja o que sua pequena empresa precisar para ter sucesso – January 10, 2021 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 empreendedores 135 0 NONE 3 os empreendedores: 2, Os empreendedores: 1
2 oportunidades 105 0 NONE 3 as oportunidades: 2, oportunidades: 1
3 empreendedor 75 0 NONE 3 o pequeno empreendedor: 2, o empreendedor: 1
4 pandemia 0 100 NONE 2 a pandemia: 2
5 inovação 140 0 NONE 2 a inovação: 2
6 as mudanças impostas 105 0 NONE 2 (tacit) eles/elas (referent: as mudanças impostas): 2
7 A internet e a conectividade 0 0 OTHER 2 (tacit) eles/elas (referent: A internet e a conectividade): 1, A internet e a conectividade: 1
8 empresas 0 0 NONE 2 as micro e pequenas empresas: 1, as empresas: 1
9 empresários 0 0 NONE 2 Os empresários: 1, 473 empresários: 1
10 eu 0 0 NONE 2 (tacit) eu: 2