Por: SentiLecto

Nenhum dos países que querem ingressar na zona do euro atende a todos os critérios de adesão, e alguns podem estar divergindo das normas já estabelecidas, alegou o Banco Central Europeu em um relatório sobre possíveis membros.

Todos os membros da União Europeia, além da Dinamarca, são obrigados a aderir ao euro, mas a maioria está relutante, principalmente por causa de dúvidas sobre a viabilidade da moeda desde a crise da dívida do bloco, quase uma década atrás.

Ambas enfrentam obstáculos com alguns critérios, particularmente no que se refere à governança, uma área na qual a UE está cada vez mais focada, mostrou o Relatório Bienal de Convergência do BCE, embora a Croácia e a Bulgária estejam no processo de candidatura e tenham feito pmelhorias»Exceto na Suécia, a característica das instituições e da governança é relativamente fraca nos países em análise — especialmente na Bulgária, Romênia, Croácia e Hungria», alegou o BCE.

Na sua vez, lagarde não mencinou a resolução da corte em seu discurso ao Parlamento Europeu, mas sublinhou que o BCE levou em conta a «proporcionalidade» quando tomou as resoluções e realizou uma «análise de custo/benefício» –duas vocábulos importantes no veredicto.

Na quarta-feira 27 de maio a resolução do Tribunal Constitucional de Alemania contra o esquema de compra de títulos do Banco Central Europeu não afetaria diretamente o BCE e não levaria o banco central de Alemania a sair do esquema, declarou Isabel Schnabel, membro do Conselho Executivo do BCE.

A inflação é mais alta do que o permitido em cinco dos sete países em potencial e o BCE declarou estar inquietado com a sustentabilidade da convergência da inflação na maioria deles. O BCE, que ficou aquém dessa meta nos últimos sete anos, tem como meta inflação abaixo de 2% , mas A maioria dos países da Europa central está registrando taxas de inflação próximas ou acima de 3%.

Mas a maioria dos países atendeu aos critérios de dívida, déficit e taxas de juros, alegou o BCE, adicionando que seu relatório considera o efeito da pandemia de coronavírus em uma extensão restringida, dada a incerteza incomum que instituiu.

Lagarde declarou em seu testemunho que a política do BCE «garante que necessidades de empréstimo mais altas por autoridades fiscais … não se vão traduzir em juros materialmente mais altos para o setor privado».

O BCE adicionou que nenhum dos países satisfaz as exigências legais para a independência do banco central e todos, exceto a Croácia, não satisfizeram a exigência relativa à pinterdiçãode financiamento monetário, fundamentos eimprescindíveisdos bancos centrais mcontemporâneos

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Hungary, Croatia, Denmark, Bulgaria

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Nenhum candidato a membro da zona do euro atende a critérios de adesão, alega BCE
>>>>>Lagarde, do BCE, defende compras ‘proporcionais’ de títulos – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 BCE 0 0 ORGANIZATION 10 O BCE: 3, o BCE: 5, (tacit) ele/ela (referent: o BCE): 1, (tacit) ele/ela (referent: O BCE): 1
2 nenhum de os países 0 0 NONE 3 Nenhum de os países: 2, nenhum de os países: 1
3 membros 40 0 NONE 2 possíveis membros: 1, Todos os membros: 1
4 Lagarde 0 0 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Lagarde): 1, Lagarde: 1
5 Parlamento Europeu 0 0 ORGANIZATION 2 o Parlamento_Europeu: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Parlamento_Europeu): 1
6 autoridades fiscais 0 0 NONE 2 (tacit) eles/elas (referent: autoridades fiscais): 2
7 governança 0 0 NONE 2 a governança: 2
8 inflação 0 0 NONE 2 A inflação: 1, inflação: 1
9 países 0 0 NONE 2 os países: 1, os sete países: 1
10 relatório 0 0 NONE 2 um relatório: 1, seu relatório: 1