Por: SentiLecto

– O Ibovespa fechou em alta nesta quinta-feira, auxiliado principalmente pela forte valorização das ações da Petrobras, na esteira da disparada do petróleo no mercado externo, enquanto incertezas relacionadas à pandemia de Covid-19 continuam asomandovolatilidade. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa subiu 1,89%, a 72.310,67 pontos, de acordo com dados preliminares. O volume financeiro adicionava 21,7 bilhões de reais. A alta vem após duas quedas seguidas, fase em que o Ibovespa acumulou declínio de 4,9%.

– O Ibovespa buscava se sustentar em alta nesta segunda-feira, mas com volatilidade diante das incertezas sobre os conseqüência econômicos das medidas de limitação de circulação de pessoas para conter a epidemia de Covid-19 Às 11:48, o Ibovespa subia 1,31%, a 74.391,56 pontos. Na mínima até o momento, o Ibovespa caiu a 73.184,22. Na máxima, subiu a 75.429,74 pontos. O volume financeiro adicionava 5,43 bilhões de reais. As units da Klabin figuravam entre os destaques positivos, após a empresa anunciar aquisição do negócio de papéis para embalagens e papelão ondulado da International Paper do Brasil por 330 milhões de reais. Na ponta negativa, as ações da Petrobras pesavam, infectadas pelo tombo dos custos do petróleo no exterior. Na sexta-feira, o Ibovespa à vista fechou em queda de 5,5%, a 73.428,78 pontos, mas acumulou alta de 9,48% na semana, que quebrou uma série de cinco semanas negativas, com perdas totais de mais de cerca de 40% no fase. «O crescimento exponencial de casos globais de coronavírus desencadeou respostas políticas maciças em todo o mundo», ressaltou o diretor de pesquisa macro global da Oxford Economics, Ben May. «Porém, no curto prazo, a maior incerteza decorre do efeito dos bloqueios na atividade econômica.» Pesquisa Focus do Banco Central mostrou nesta segunda-feira que economistas agora esperam contração da economia de Brasil em 2020. [nL1N2BN0C4] A equipe da XP Investimentos também voltou a revisar projeção para o Ibovespa no final de 2020 mencionando «tempos de combate», conforme relatório a clientes mandado no domingo. «Revisamos o nosso ‘target’ para o Ibovespa ao final de 2020 para 94.000 pontos, de 132.000 pontos anteriormente, dado o forte efeito nos lucros das companhias esperado nos próximos trimestres.» No exterior, o S&P 500 tinha acréscimo de mais de 1%, também contribuindo positivamente com o pregão de Brasil. Donald Trump prorrogou no domingo as diretrizes de continuidade da população em casa até o final de abril. Donald Trump é o presidente dos EUA. DESTAQUES – KLABIN UNIT progredia 10% após anunciar aquisição do negócio de papéis para embalagens e papelão ondulado da International Paper do Brasil a valor equivalente a um múltiplo estimado de 4x EV/Ebitda após a captura integral das sinergias. No setor, SUZANO ON subia 6%. – VALE ON tinha elevação de 4%, apesar do declínio dos custos do minério de ferro, fornecendo algum apoio para o Ibovespa. – ELETROBRAS ON valorizava-se 12,7%, no primeiro pregão após reportar lucro líquido de 3,1 bilhões de reais no quarto trimestre do ano passado, um resultado 77% inferior ao registrado no mesmo fase do ano anterior, quando conseqüência afetaram positivamente ele não recorrentes. – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON caíam 1,1% e 0,2%, respectivamente, na esteira do tombo dos custos do petróleo no exterior, em meio a preocupações com a procura. – BR DISTRIBUIDORA ON recuava 3,3%, refletindo perspectivas menores de procura por combustível em razão das limitações decorrentes da pandemia do coronavírus. ULTRAPAR ON caía 3,7%. – BRADESCO PN tinha acréscimo de 3,4% e ITAÚ UNIBANCO PN mostrava variação positiva de 1,8%. A Fitch Ratings cortou a perspectiva para o setor de bancos no Brasil, mencionando a piora do surto mundial de coronavírus. BANCO DO BRASIL ON subia 1,9%.- O Ibovespa fechou em alta nesta segunda-feira, com ações blue microchip entre os principais apoios, acompanhando a performance dos pregões em Wall Street, mas o volume foi menor que a média registrada pela bolsa paulista, conforme a pandemia do novo coronavírus continua somando volatilidade aos negócios. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa subiu 1,65%, a 74.639,48 pontos. Durante a sessão, oscilou da mínimas de 73.184,22 pontos à máxima de 75.429,74 pontos. O volume financeiro adicionou 19,8 bilhões de reais, abaixo da média do ano, de cerca de 29 bilhões de reais, e da média do mês, de mais de 35 bilhões de reais. A progressão no pregão desta segunda-feira vem após uma queda de 5,5% na última sessão, com a perda em março alcançando cerca de 28%, que se conservada encarnará a pior performance mensal desde agosto de 1998 . A XP Investimentos em relatório a clientes, no final de 2020, desta vez a 94.000 pontos, de 132.000 pontos antes, dado o forte conseqüência nos lucros das companhias esperado nos próximos trimestres. alegou: «Tempos de combate». Nos EUA, o S&P 500 subiu 3,35%, mesmo após o presidente Donald Trump prorrogar as diretrizes de continuidade da população em casa até o final de abril. Tampouco desanimou os compradores de ações norte-americanas a notícia de que o número de casos de coronavírus nos EUA subiu para 140.904 registros, com o número de mortes ampliando para 2.405, conforme dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças do país. A Johnson & Johnson declarou que começará o teste em humanos de uma vacina candidata contra coronavírus em setembro e que, com o governo dos EUA, vai investir para fabricar mais de 1 bilhão de doses. Operadores ainda mencionaram a proximidade do encerramento do mês como mais um componente para a alta do Ibovespa, em meio a ajustes de carteira. «Não se descarta que muitos gestores estejam tentando melhorar a desempenho nessa reta final», declarou um deles. Apesar da alta, é consenso no mercado que a volatilidade vai continuar aumentada. «O crescimento exponencial de casos globais de coronavírus desencadeou respostas políticas maciças em todo o mundo», ressaltou o diretor de pesquisa macro global da Oxford Economics, Ben May. «Porém, no curto prazo, a maior incerteza decorre do efeito dos bloqueios na atividade econômica.» Pesquisa Focus do Banco Central mostrou nesta segunda-feira que economistas agora esperam contração da economia de Brasil em 2020. [nL1N2BN0C4] O número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil progrediu para 159 nesta segunda-feira e os casos confirmados de Covid-19 no país atingiram 4.579, segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério da Saúde. Em todo o mundo, a pandemia já infectou mais de 700 mil pessoas e matou 35 mil. Veja gráfico em: https://graphics.reuters.com/CHINA-HEALTH-MAP/0100B59S39E/index.html DESTAQUES – VALE ON fechou com elevação de 4,16%, apesar do declínio dos custos do minério de ferro, fornecendo algum apoio para o Ibovespa. – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiram 0,6% e 3,15%, respectivamente, apesar do tombo dos custos do petróleo no exterior, em meio a preocupações com a procura. – BRADESCO PN concluiu com acréscimo de 3,12% e ITAÚ UNIBANCO PN progrediu 4,96%, mesmo após a Fitch Ratings cortar a perspectiva para o setor de bancos no Brasil, mencionando a piora do surto mundial de coronavírus. BANCO DO BRASIL ON fechou em alta de 2,66%. – ELETROBRAS ON valorizou-se 10,58%, no primeiro pregão após reportar lucro líquido de 3,1 bilhões de reais no quarto trimestre do ano passado, um resultado 77% inferior ao registrado no mesmo fase do ano anterior, quando conseqüência afetaram positivamente ele não recorrentes. – MAGAZINE LUIZA ON ganhou 6,67%, em sessão mista para o setor de varejo, com seu reconhecido expertise no comércio eletrônico auxiliando em um momento no qual lojas físicas estão fechadas. VIA VAREJO ON caiu 4,39%. – KLABIN UNIT progrediu 5% após anunciar aquisição do negócio de papéis para embalagens e papelão ondul
ado da International Paper do Brasil a valor equivalente a um múltiplo estimado de 4x EV/Ebitda após a captura integral das sinergias. – LOCALIZA ON recuou 8,37%, mais uma vez afetada pela perspectiva de queda no movimento de clientes em lojas de seminovos e de aluguel de carros em razão das limitações de circulação em decorrência do Covid-19.- A bolsa paulista fechou com o Ibovespa em queda nesta terça-feira, acumulando em março a pior performance mensal em mais de 20 anos, afetado pela forte aversão a risco que tomou conta dos mercados com a rápida disseminação do novo coronavírus. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa caiu 2,08%, a 73.086,56 pontos, de acordo com dados preliminares. O volume financeiro adicionava 20,5 bilhões de reais. Faz 22 anos, o tombo foi de %29,8, maior declínio percentual mensal desde agosto de 1998, ano marcado por a crise financeira em a Rússia, em março. No ano, o Ibovespa despenca 36,8%, pior resultado trimestral desde pelo menos 1994. Os números são preliminares e não consideram o ajuste de encerramento do pregão desta terça-feira.

Na quinta-feira 19 de março – O Ibovespa fechou em alta nesta quinta-feira, auxiliado pelas ações da Petrobras e busca por barganhas, em uma trégua nas fortes quedas recentes, que o fizeram tocar mínima intradia desde junho de 2017 mais cedo. Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 2,7%, a 68.704,28 pontos, de acordo com dados preliminares, após atingir 61.690,53 pontos no pior momento da sessão – menor platô intradia desde 26 de junho de 2017 – e 70.071,33 pontos na máxima. O volume financeiro no pregão adicionava 31,36 bilhões de reais.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Petrobras endossa alta do Ibovespa com disparada do petróleo
>>>>>Ibovespa busca alta, mas com volatilidade em meio a coronavírus – (Extraoglobo-pt)
>>>>>’Tempos de guerra’ fazem Ibovespa caminhar para pior perda mensal desde 1998 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Covid-19 faz Ibovespa acumular em março pior resultado em mais de 20 anos – March 31, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Ibovespa fecha em alta e caminha para 1º ganho semanal desde meados de fevereiro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa fecha em baixa no dia, mas avança na semana e quebra série de perdas – March 27, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa volta a fechar em forte queda com perspectivas de recessão – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa fecha em forte alta com recuperação técnica respaldada por melhora no exterior – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa volta a fechar em forte alta com pacote dos EUA no radar – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa fecha em baixa no dia, mas avança 9,5% na semana e quebra série de perdas – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Ibovespa 0 160 ORGANIZATION 20 o Ibovespa: 13, o (referent: O Ibovespa): 1, O Ibovespa: 4, (tacit) ele/ela (referent: o Ibovespa): 2
2 On Eletrobras 0 25 PERSON 11 On: 2, brasil On: 2, varejo On: 1, (tacit) ele/ela (referent: varejo On): 1, (tacit) ele/ela (referent: On): 1, Ultrapar_On: 1, Eletrobras_On: 2, Suzano_On: 1
3 esta 0 0 NONE 10 esta: 10
4 alta 0 0 NONE 7 alta de %9,48: 1, alta de %2,66: 1, alta: 4, A alta: 1
5 pontos 0 0 NONE 7 73.428,78 pontos: 1, 75.429,74 pontos: 1, 73.086,56 pontos: 1, 68.704,28 pontos: 1, 72.310,67 pontos: 1, 73.184,22 pontos: 1, 74.639,48 pontos: 1
6 eu 80 60 NONE 6 (tacit) eu: 6
7 volume 480 20 NONE 6 o volume: 1, O volume financeiro: 5
8 final 0 0 NONE 5 o final de 2020: 1, final: 2, final de 2020: 2
9 pregão 0 240 NONE 4 o pregão brasileiro: 1, o primeiro pregão: 2, o pregão: 1
10 volatilidade 0 160 NONE 4 volatilidade: 3, a volatilidade: 1