Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Refederal fiscoBR

A Receita Federal abriu nesta terça-feira a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda 2021 . Também serão admiradas restituições residuais de anos anteriores.

A Receita Federal, ou Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil, é um órgão que tem como responsabilidade a gestão dos tributos federais e o controle aduaneiro, além de atuar na guerrazinha na evasão fiscal, contrabando, descaminho, contrafação e tráfico de drogas, armas e animais.

No total, serão beneficiados 3,81 milhões de contribuintes, que vão receber um total de R$ 5,1 bilhões. Quem estiver incluído neste lote receberá a devolução na conta bancária mencionada na declaração no dia 31 deste mês.

Para saber se está neste lote, basta acessar o site da Receita ou diminuir e acessar o aplicativo do Imposto de Renda para celulares ou tablets.

A Receita Federal, ou Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil, é um órgão que tem como responsabilidade a gestão dos tributos federais e o controle aduaneiro, além de atuar na guerrazinha na evasão fiscal, contrabando, descaminho, contrafação e tráfico de drogas, armas e animais.

O lote do IR também admirará constribuintes com prioridade legal, sendo 8.185 idosos acima de 80 anos; 67.893 com idades entre 60 e 79 anos; 6.088 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave; e 26.647 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Também serão admirados nesse lote 3.710.930 contribuintes não prioritários.

Caso sua restituição não esteja neste lote, o contribuinte pode consultar também em que estágio está a declaração – processada, em análise, na fila.

Neste ano, o pagamento da restituição será feito em cinco lotes. Faz 2 meses, o primeiro foi pago e o segundo em o dia 30 de junho. Os demais serão creditados sempre nos últimos dias de cada mês até setembro.

Realiza-se o pagamento de a restituição diretamente em a conta bancária informada em a Declaração de Imposto de Renda. Os valores vão ficar disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil, se, por algum motivo, o crédito não for realizado .

Caso o contribuinte não salve o valor de sua restituição no prazo de um ano, deverá requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos – Meu Imposto de Renda e clicando em Requererr restituição nãosalvaa na rede bancária».

Se ele caiu na chamada «malha de Finlandia», a receita informa, ainda, que o contribuinte poderá saber, ao realizar a consulta, se há ou não pendências que impeçam o pagamento da restituição, ou seja.

Para saber se está na malha de Finlandia, os contribuintes também podem acessar o «extrato» do Imposto de Renda no site da Receita no chamado e-CAC .

— O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira , reagiu às críticas dos governadores ao projeto de reforma do Imposto de Renda que está para ser votado na Casa e anunciou que mudou de estratégia e não vpautaráesta semana a proposta. Ele reafirmou se tratar de um assunto bastante difícil e que tem enfrentado a oposição de estados e municípios. Lira alegou ser necessário desmistificar certas versões sobre as mudanças no imposto de renda e falou da necessidade de aprovar essa reforma para a indústria voltar a aumentar e o país gerar renda e emprego. E voltou a declarar que taxar os dividendos é a «coisa mais difícil do mundo». — Não é um debate fácil em todo mundo, se taxar os dividendos. Todo mundo consente com a concepção, de penalizar quem pega dividendos e ampliar isenção do imposto de renda para os assalariados. É fácil de defender, mas difícil são os interesses que estão por trás. Os interesses aparecem no Congresso, mas sempre mais apagados, por trás. Temo que enfrentar esses interesses de frente — declarou Lira. Ele mencionou exemplo de um médico e um advogado que faturem R$ 400 mil por mês e não pagam dividendos e comparou com um assalariado que recebe R$ 6 mil e deve pagar 27% de imposto. – Qualquer reforma que faça não vai comprazer. Certas mudanças provocam traumas. Mas são distorções sérias que o país precisa enfrentar. No encontro de ontem, em Brasília, no Fórum Nacional, os governadores se queixaram do texto que está para ser votado e estimam em cerca de R$ 15 bilhões a perda de governos estaduais e de Prefeituras. Lira considera «republicano» o interesse dos governadores, mas declarou que jamais se arrecadou como em 2020. – Aprovamos matérias para suportar a perda de cerca de R$ 15 bilhões. Não houve perde, houve ampliação de arrecadação. Os governadores receberam assistência do governo federal, na saúde e em outras áreas – declarou Arthur Lira, no acontecimento Expert XP, na manhã desta terça. Cheque ainda: Parcelamento de precatórios atingirá segurados do INSS. No Rio, 616 vão ter pagamento dividido Lira declarou que está conversando com quem tem interesse em aprovar taxação de dividendos e também com estados e municípios para não «perder tempo»: — Se houver convergência suficiente vamo votar semana que vem. Jamais vamo ter acordo e unanimidade nesse texto. Vamos conversar para saber exatamente quais os interesses que A e B estão defendendo. Lira criticou a antecipação da disputa eleitoral de 2022 e culpa esse ambiente por certos resultados na economia. Ele declarou que foi a oposição quem antecipou a sucessão presidencial que o governo se defende de denúncias desses inimigos a Jair Bolsonaro. — Em 1 ano, houve um açodamento, e de uma maneira bastante aguerrida. Seria melhor se tivéssemos deixado o 22 lá, no ano que vem — declarou. Cheque ainda: Auxílio Brasil: novo Bolsa Família tem que ficar em torno de R$ 280; economistas declaram que o formato não prioriza os mais carentes O presidente da Câmara falou também sobre responsabilidade fiscal e declarou que, apesar do que chamou de «agruras do momento», como a ampliação do dólar,e que é preciso trabalhar com franqueza e sem especulação. Ele falou que — A responsabilidade fiscal caminha junto com a democracia. Não existe uma sem a outra. Não praticaremos a irresponsabilidade fiscal e as eleições tem mostrado o respeito aos telhados de gastos — declarou Lira. Arthur Lira falou também sobre a PEC dos Precatórios, declarou haver «interesses monstruosos» nesse tema e que a proposta calcula um parcelamento razoável e abre chances como permitir a compra de imóvel da União e participar de leilões. Leia mais: Auxílio Brasil pagará pouco aos mais vulneráveis e mais a quem menos precisa, avaliam experts — O que está por trás desses precatórios são interesses monstruosos de quem os comprou, que não são mais os agentes originários. Estão nas mãos de fundos privados de investimento, do mercado. Se os adquiriram com deságio, já estão precificados e. Grandes escritórios participam dessas negociações — declarou Lira. O presidente da Câmara declarou também que irá conversar com o presidente do STF, Luiz Fux, para buscar uma mediação pelo tribunal desse assunto. E também irá pedir o envolvimento do STJ. Lira também falou de conversa com a área econômica e da Casa Civil e Secretaria de Governo do Planalto. – O que a gente deseja? Um calote institucional? Que a máquina pare de investir e seja consumida por precatórios? Eu prefiro uma saída negociada.

Na sexta-feira 30 de julho a Receita Federal depositava, , o terceiro lote de restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física para 5.068.229 contribuintes, num volume total de RS 5,8 bilhões. O crédito seria feito nas contas mencionadas pelos cidadãos em suas declarações. O lote admirava também restituições residuais de exercícios anteriores. O valor seria corrigido em 1,31%.

Liberam-se as restituições de declarações que exibem inconsistência somente depois de corrigidas por o cidadão, ou após o contribuinte exibi comprovação de que sua declaração está correta.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Restituição do IR 2021: Receita libera a consulta ao quarto lote; cheque o calendário
>>>>>Arthur Lira sobre mudanças no Imposto de Renda: taxar dividendos é a ‘coisa mais difícil do mundo’ – August 24, 2021 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Arthur Lira 0 80 PERSON 26 (tacit) ele/ela (referent: Lira): 10, Arthur_Lira: 3, Ele (referent: Lira): 2, Lira: 9, (tacit) ele/ela (referent: Arthur_Lira): 2
2 eu 12 70 NONE 8 (tacit) eu: 7, Eu: 1
3 nós 0 15 NONE 6 (tacit) nós: 6
4 interesses 0 280 NONE 5 os interesses: 2, Os interesses: 1, interesses monstruosos: 2
5 Auxílio Brasil 0 0 PERSON 5 Auxílio_Brasil: 3, (tacit) ele/ela (referent: Auxílio_Brasil): 2
6 responsabilidade 200 0 NONE 4 responsabilidade fiscal: 1, A responsabilidade fiscal: 1, responsabilidade: 2
7 Câmara dos Deputados 0 0 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: a Câmara_dos_Deputados): 4
8 dividendos 0 0 NONE 4 os dividendos: 2, dividendos: 2
9 r 0 0 NONE 4 R: 4
10 órgão 0 0 NONE 4 um órgão: 4