Por: SentiLecto

O Senado aprovou, nesta quarta-feira, projeto que aumenta o escopo da ajudinha de R$ 600 que vai ser pago pelo governo a trabalhadores informais e intermitentes durante a pandemia do coronavírus. Além de outras mudanças, 19 categorias, como diaristas, manicures, baianas de acarajé e entregadores de aplicativos, foram incluídas nominalmente como beneficiárias. A eleição aconteceu em meio a protestos pela demora do presidente Jair Bolsonaro para sancionar o texto original sobre a assistência emergencial.

Pela ampliação de beneficiários, o novo projeto foi batizado pelos senadores de «pacotão social» e «renda mínima». A aprovação foi por unanimidade, com 79 votos, e a proposta segue para a análise da Câmara dos Deputados. Além dos acréscimos, o texto é uma tentativa de melhorar a versão original da ajudinha, para deixar as normas mais claras.

O texto, relatado pelo senador Esperidião Amin , dá redação mais clara sobre os beneficiários: «trabalhador informal, seja empregado, autônomo ou desempregado, de qualquer natureza, inclusive o intermitente inativo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal até 20 de março de 2020». Ele pontua que, se consideram beneficiários por a norma, os intermitentes ativos que tenham renda mensal inferior a um salário mínimo.

– Nós temos a aprovação de um abono emergencial de R$ 600 que nós desejamo ver materializado em executado, ou seja, aportado àquele que mais necessita, e que ainda carece, depois da sanção, de regulamento e de operacionalização, motivo de grande angústia de todos nós, principalmente da sociedade brasileira – declarou Amin.

Homens e mulheres que cuidam de dependentes sozinhos – as chamadas famílias monoparentais – terão direito a duas cotas do ajudinha, ou seja, R$ 1,2 mil. O Bolsa Família não exclui o direito ao benefício, sendo limitado a cada grupo familiar o recebimento de até duas cotas de auxílio emergencial ou de uma cota de auxílio emergencial e de um benefício do Bolsa Família.

Por outro lado, a PSafe, no entanto, informou que existem diversos links por onde este ataque está sendo espalhado.

Na quarta-feira 25 de março o presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória que abriu crédito extraordinário de R$ 3,4 bilhões para quatro ministérios. A maior parte seria para o Ministério da Cidadania, mais especificamente para o Bolsa Família.

O texto aprovado inclui a licença para a suspensão das parcelas de empréstimos contratados pelo Fundo de Financiamento ao Estudante da Educação Superior , para contratos adimplentes ou inadimplentes.

O projeto aumenta ainda a ajudinha para quem recebe o Benefício de Prestação Continuada . Hoje, ele atende famílias com renda per capita menor que meio salário mínimo. A previsão do senador é que a vantagem seja recebido também por família com renda igual a meio salário mínimo.

A proposta declara também que companhias poderão concluir dos repasses aos encargos da previdência social o valor devido ao segurado empregado cuja incapacidade provisória para o trabalho seja decorrente de suspeita de contaminação pelo coronavírus.

Se cria o Programa de Auxílio Emprego que autoriza o Poder Executivo a firmar acordos com pessoa jurídica ou física empregadora o estado de tragédia pública, para ajudar em o pagamento de os trabalhadores formais três salários mínimos por trabalhador, mediante a condição demissão por o fase de 12 meses após o fim de a ajudinha ., ainda o » Programa de Auxílio Emprego «, durante a em ate ́ de não demissão pelo fase de 12 meses após o fim da ajudinha.

– No caso de mensagens que tratam de temas governamentais, como vantagens sociais e questões de saúde pública, busque a informação em sites oficiais, como do Ministério da Economia e do Ministério da Saúde.

Mande acusações, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra

– O Senado decidiu protelar a eleição do projeto que aumentaria o número de brasileiros que vão receber ajudinha do governo em meio à pandemia do coronavírus. O texto seria apreciado na sessão desta terça-feira . O líder do governo, Fernando Bezerra Coelho , pediu tempo para que a equipe econômica e o Planalto conhecessem a proposta e avaliassem seus efeitos. O Senado aprovou, nesta segunda-feira a ajudinha de R$ 600 mensais para trabalhadores informais e provisória. O texto seguiu para a sanção do presidente Jair Bolsonaro, que prometeu assiná-lo ainda hoje. Leia mais: Senado aprova e ‘coronavoucher’ segue para sanção de Bolsonaro; Veja as exigências para receber o recurso O combinado entre senadores era votar uma proposta hoje que aumenta o número de atendidos por essa ajudinha, apelidado de «coronavoucher». A ideia é incorporar categorias, como caminhoneiros, taxistas, motoristas de aplicativos, pescadores, índios, entre outros. Em reuniões, líderes decidiram aglutinar essa proposta a um «pacotão social», que será embalado em um único projeto que cria a Renda Básica de Cidadania Emergencial. O autor original é o senador Randolfe Rodrigues e tem Esperidião Amin como relator. Cheque ainda: Guedes deseja usar cadastro de informais dos municípios para distribuir ajudinha de R$ 600 O texto final, porém, incorporará sugeridas de vários senadores, com ideias de assistência social durante a pandemia. Ainda em elaboração, a proposta central é atender a todas as pessoas inscritas no Cadastro Único , do Ministério da Cidadania, principal fonte de informações sociais do país, que tenham renda inferior a três salários mínimos.Antes da ideia de aumentar esse pacote, incorporando categorias a serem atendidas, Randolfe diz que a projeção era atender 40 milhões de pessoas, com custo de R$ 28 bilhões para o governo. Segundo o senador, esses números devem aumentar. Viu isso? Amin microempresários vai incluir em MP que interrompe contrato de trabalho Bezerra pediu que os senadores exibissem o relatório — em elaboração Proteção a — para que o governo possa avaliá-o antes de a eleição.. Se protelou a análise de o projeto por isso, para amanhã. Faz 1 dia, o fato de Bolsonaro ainda não ter sancionado o projeto aprovado também contribuiu para o cancelamento de a eleição hoje. A estimativa de líderes do Congresso é que o projeto aprovado ontem atenda 25 milhões de pessoas. Mande acusações, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra O Senado Federal votará, nesta quarta-feira, o projeto de lei que cria a Renda Básica de Cidadania Emergencial, a ser concedida em casos de epidemia e pandemia. A proposta, do senador Randolfe Rodrigues , calcula uma vantagem de R$ 300 a R$ 1.500 por família por seis meses, prorrogáveis pelo tempo que durar a crise. O texto já recebeu 20 emendas. Compreenda a proposta.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Senado aprova ‘pacotão social’ com inclusão nominal de categorias beneficiárias de ajudinha de R$ 600
>>>>>Mais de 4,5 milhões de brasileiros já foram vítimas de mensagens falsas sobre voucher de R$ 600 do governo – March 31, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Câmara aprova ‘coronavoucher’ de R$ 600 para informais. Veja quem pode receber – March 27, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Governo confirma repasse de R$ 3 bilhões para Bolsa Família – March
25, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo oficializa medidas para flexibilizar home office, antecipar férias e abono salarial – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo editará texto complementar ao da suspensão dos contratos de trabalho – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo vai complementar salário em caso de suspensão de contrato ou jornada, prevê nova MP – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Câmara aprova projeto que concede R$ 600 a trabalhadores informais durante a crise – March 27, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo e Congresso negociam valor de pagamento emergencial a trabalhadores informais – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo avalia aumentar para R$ 300 valor a ser pago a trabalhadores informais – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Bolsonaro recua e diz que irá revogar artigo da MP 927 que permitia suspensão de contrato e salário – March 23, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ministério Público: ‘extrema preocupação’ com proposta de suspensão de contratos de trabalho – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Nova MP criou pânico na sociedade, diz Maia, que propoe PEC de contratações para crise – March 23, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo quer permitir redução de salário e jornada de trabalho em até 50% por vírus – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Mulheres chefes de família receberão auxílio emergencial de R$ 1.200 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>INSS fará levantamento de trabalhadores informais que vão receber voucher de R$ 600 – March 27, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Coronavírus: Bolsonaro diz que vai sancionar auxílio de R$ 600 nesta terça-feira – March 31, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Senado deve votar ‘coronavoucher’ na próxima segunda-feira – March 27, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>Senado adia votação que estende auxílio de R$ 600 e prepara ‘pacotão social’ para amanhã – March 31, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>Senado deve votar nesta quarta-feira proposta para renda mínima de até R$ 1.500 por família; entenda – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 projeto 0 0 NONE 8 o novo projeto: 1, o projeto: 1, o projeto aprovado: 1, um único projeto: 2, projeto: 2, O projeto: 1
2 eu 7 0 NONE 6 (tacit) eu: 6
3 texto 0 0 NONE 6 o texto: 1, O texto: 4, O texto aprovado: 1
4 proposta 50 0 NONE 5 a proposta: 3, a proposta central: 1, A proposta: 1
5 renda 0 160 NONE 4 renda igual: 1, renda mensal inferior: 1, renda inferior: 1, renda: 1
6 Esperidião Amin 0 0 PERSON 4 Esperidião_Amin: 1, o senador Esperidião_Amin: 1, (tacit) ele/ela (referent: Esperidião_Amin): 2
7 Senado 0 0 ORGANIZATION 4 Senado: 1, O Senado: 3
8 esta 0 0 NONE 4 esta: 4
9 senadores 0 0 NONE 4 vários senadores: 1, os senadores: 2, senadores era: 1
10 tempo 0 0 NONE 4 o tempo: 2, tempo: 2