Por: SentiLecto

– O secretário Especial de Fazenda alegou nesta sexta-feira que o pagamento complementar de mais duas parcelas da ajudinha emergencial, em valor adicionado de 600 reais, iria custar mais 51 bilhões de reais aos cofres públicos, aumentando a despesa total com o programa a cerca de 200 bilhões de reais. O secretário Especial de Fazenda é waldery Rodrigues. Em entrevista coletiva virtual, o secretário alegou que o valor da extensão da vantagem, pago a trabalhadores informais, autônomos e desempregados como uma ajudinha em meio à crise econômica gerada pela pandemia do Covid-19, ainda está sendo ddebatidono governo. O presidente Jair Bolsonaro já anunciou que acertou com a equipe econômica o pagamento de uma quarta e quinta parcelas da ajudinha, em valor inferior aos 600 reais pagos nas três primeiras tranches, mas não houve ainda um anúncio oficial da prorrogação. «Se tivermos, por exemplo, a prorrogação em duas parcelas com valores menores, mas que desaparecem aproximadamente 600 reais, vamo estar falando de mais 51 bilhões de reais, e, portanto, a soma do programa como um todo ficaria em torno de 203 bilhões de reais, 202 bilhões de reais», declarou Waldery. O secretário explicou que a equipe econômica em definitivo ainda vai fechar o valor, mas que, o Orçamento público irá admirar essa dotação, caso o preço total do programa ultrapasse os 200 bilhões de reais. Até o momento, a previsão de despesa com as três parcelas do auxílio, no valor de 600 reais cada, é de 151,5 bilhões de reais, de acordo com Waldery. TRANSFERÊNCIA Waldery também alegou que a transferência de 83 milhões de reais do Bolsa Família para a Secretaria de Comunicação, em portaria assinada na terça-feira, atende a procuras setoriais do poder público. Ele também pontuou que esse valor corresponde à 0,05% do atual cpreçototal doaaajudinhaemergencial, de 151,5 bilhões de reais, e que houve atendimento integral aos beneficiários do Bolsa Família, com 95% dos cadastrados recebendo uma cobertura maior do que antes, já que houve uma migração para a ajudinha emergencial.

Experts escutados pelo “Fantástico” suspeitam que não tenha havido a encruzilhada de informações prestadas no cadastramento da ajudinha com outras bases de dados disponíveis, como a do Tribunal Superior Eleitoral e a do Conselho Nacional de Justiça .Em nota ao “Fantástico”, o Ministério da Cidadania informou que há “casos em reanálise que estão passando por filtro de checagem” para evitar o pagamento injustificado. A pasta declarou, ainda, que as parcerias com órgãos de controle ajudam na fiscalização e que, quando identificado, vai cobrar-se a devolução de o valor recebido indevidamente.- O Banco Central assinalou nesta terça-feira que considerando as operações de crédito imobiliário contratadas antes de 2019, adimplementes e com taxas de juros acima de 10%, 570 mil contratos no sistema financeiro poderiam ser favorecidos direta ou indiretamente com a portabilidade, num total de 102,8 bilhões de reais. O cálculo consta em pugilismo sobre o assunto, divulgado antes do Relatório de Economia Bancária, que vai sair na quinta-feira. Faz 1 ano, de acordo com o BC, 36 mil contratos imobiliários tiveram diminuição de a taxa de juros, encarnando somente %6,4 de o universo potencial. Esse número abarca tanto os processos em que houve portabilidade, com o tomador migrando o contrato de crédito imobiliário de um banco para outro, quanto renegociações de mercado, em que cliente e instituição acordaram uma diminuição das taxas sem o envolvimento de um banco concorrente. Segundo o BC, foram 30 mil contratos com renegociação de juros sem mudança de instituição financeira e outros 6 mil envolvendo portabilidade em 2019 . A autoridade monetária declarou: «As vantagens da portabilidade ainda atingem uma pequena fração do seu potencial». «Há ainda aumentado potencial para ganhos com a portabilidade do crédito imobiliário, se as taxas de mercado se conservarem em platô historicamente baixos.» Faz 1 ano, a mediana de as novas taxas de juros em operações portadas foi de %7,7 a o ano, queda de 2,99 pontos sobre a mediana de as taxas originais de os contratos. – O Banco Central assinalou nesta terça-feira que considerando as operações de crédito imobiliário contratadas antes de 2019, adimplementes e com taxas de juros acima de 10%, 570 mil contratos no sistema financeiro poderiam ser favorecidos direta ou indiretamente com a portabilidade, num total de 102,8 bilhões de reais. O cálculo consta em pugilismo sobre o assunto, divulgado antes do Relatório de Economia Bancária, que vai sair na quinta-feira. Faz 1 ano, de acordo com o BC, 36 mil contratos imobiliários tiveram diminuição de a taxa de juros, encarnando somente %6,4 de o universo potencial. Esse número abarca tanto os processos em que houve portabilidade, com o tomador migrando o contrato de crédito imobiliário de um banco para outro, quanto renegociações de mercado, em que cliente e instituição acordaram uma diminuição das taxas sem o envolvimento de um banco concorrente. Segundo o BC, foram 30 mil contratos com renegociação de juros sem mudança de instituição financeira e outros 6 mil envolvendo portabilidade em 2019 . A autoridade monetária declarou: «As vantagens da portabilidade ainda atingem uma pequena fração do seu potencial». «Há ainda aumentado potencial para ganhos com a portabilidade do crédito imobiliário, se as taxas de mercado se conservarem em platô historicamente baixos.» Faz 1 ano, a mediana de as novas taxas de juros em operações portadas foi de %7,7 a o ano, queda de 2,99 pontos sobre a mediana de as taxas originais de os contratos.

Na sexta-feira 22 de maio – O presidente Jair Bolsonaro declarou dque já conversou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a extensão da ajudinha emergencial pago a trabalhadores informais e autônomos para além do fase inicial de assistência, de três meses, mas com uma redução do valor de repasse. «Conversei com o Paulo Guedes que nós vamos ter que dar uma amortecida nisso aí. terá a quarta parcela, mas não de 600 reais. Não sabia quanto será, 300 reais, 400 reais. E talvez tenha a quinta, talvez seja de 200 reais ou 300 reais. Até para ver se a economia pega», realçou o presidente em entrevista à Rádio Jovem Pan. De acordo com o Bolsonaro, o governo não podia «jogar para o espaço» mais de 110 bilhões de reais gastos com a assistência, e advertiu para os efeitos das despesas na trajetória da dívida pública do país. Na última terça-feira, em reunião com empresários, Guedes havia admitido a chance de prorrogação, por um ou dois meses, da ajudinha. O valor, no entanto, seria de 200 reais. Waldery Rodrigues mencionou que o prolongamento do pagamento, uma das principais iniciativas do governo para o enfrentamento dos conseqüência econômicos da pandemia do Covid-19, tinha que ter como balizava o valor pago pelo Bolsa Família. Waldery Rodrigues é o secretário especial de Fazenda. A ajudinha emergencial era de 600 reais. Já a vantagem média no âmbito do Bolsa Família era de cerca de 190 reais.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Waldery estima que extensão da ajudinha emergencial pode custar R$51 bi
>>>>>Onze dos 22 criminosos mais perigosos do país receberam o auxílio emergencial de R$ 600 – June 01, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Cielo habilita 1,5 mi de máquinas para aceitarem pagamentos de auxílio emergencial – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Caixa encerra nesta sexta-feira o pagamento da segunda parcela do auxílio a beneficiários do Bolsa Família – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Saiba quem pode ter as próximas parcelas do auxílio emergencial cortadas – (Extraoglobo-pt)
>>>>>BC aponta que R$R$102,8 bi em crédito imobiliário poderiam ficar mais baratos com portabilidade – (Extraoglobo-pt)
>>>>>BC aponta que R$102,8 bi em crédito imobiliário poderiam ficar mais baratos com portabilidade – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 88 0 NONE 9 (tacit) eu: 9
2 valor 450 80 NONE 6 esse valor: 1, o valor pago: 1, O valor: 1, o valor: 2, valor inferior: 1
3 contratos 172 80 NONE 6 570_mil contratos: 2, 30_mil contratos: 2, 36_mil contratos imobiliários: 2
4 portabilidade 0 0 NONE 6 portabilidade: 4, a portabilidade: 2
5 reais 320 0 NONE 4 190 reais: 1, 200 reais: 1, reais: 1, 600 reais: 1
6 BC 0 0 ORGANIZATION 4 o BC: 4
7 processos 0 0 NONE 4 os processos: 4
8 Waldery Rodrigues 90 0 PERSON 3 Waldery_Rodrigues (apposition: O secretário especial de Fazenda): 1, Waldery: 1, (tacit) ele/ela (referent: Waldery_Rodrigues): 1
9 Paulo Guedes 0 0 PERSON 3 o Paulo_Guedes: 1, Guedes: 1, Paulo_Guedes: 1
10 auxílio 0 0 NONE 3 o auxílio: 1, um auxílio: 1, o auxílio emergencial: 1