Por: SentiLecto

Após ser chamada de “barraqueira, que impele ao crime e à violência contra um negro que tem opiniões próprias” por Sergio Camargo, presidente da Fundação Palmares, Alcione decidiu não rebater o ataque, segundo informou sua equipe. Optou pela nobreza. Preferiu dedicar gratidão ao suporte da classe artística e de seus fãs. Segundo a cantora, seus admiradores se “tornaram, cada um, uma Alcione”, depois do episódio.

Por conta do áudio de Camargo, a Defensoria Pública da União entrou com pedido de urgência no Superior Tribunal de Justiça para interromper a nomemação do presidente da Fundação Palmares. Entidades do movimento negro, dirigidas pela ONG Educafro , mandaram uma representação ao Ministério Público Federal acusando Camargo de ter cometido crime de racismo ao alegar que enquanto ele estiver à frente da gadministração praticantes e organizações ligadas a religiões de matriz ade Afragolanão vreceberãobvantagense recursos. E um grupo de deputados, que inclui lideranças negras, como Áurea Carolina , Benedita da Silva e Talíria Petrone , protocolou na Câmara pedido para que o MPF instaure investigação para investigar o caso.Presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo voltou a utilizar sua conta no Twitter para atingir um desafeto, desta vez a cantora Alcione. Em dois tuítes escritos na última hora, o jornalista declarou preferir a obra de cantoras estadunidense como Ella Fitzgerald e Jessye Norman, chamando a Marrom de «barraqueira».

«Desejo agradecer, não exclusivamente por ter nascido no Brasil, mas também por pertencer ao Brasil, pertencer à minha família, pertencer aos amigos que me deram e dão força até hoje. Pertenço a uma classe de artistas que eu me orgulho a cada dia… Desses cantores, cantoras, compositores, compositoras, músicos, técnicos, produtores, poetas e atrizes, esse público e também fãs, que se tornaram cada um numa Alcione”, afirma a cantora.

Após o ataque de Camargo, que também se referiu ao trabalho da artista como “intolerável música”, personalidades da classe artística se mobilizaram e saíram a favor de Alcione. As homenagens contaram com declarações de nomes de peso como Maria Bethânia Caetano Veloso, Gilberto Gil, Djavan, Marisa Monte, Mart»Nália, Emicida, Teresa Cristina, Pretinho da Serrinha, Seu Jorge, Paulinho da Viola, Camila Pitanga e Bruno Gagliasso. Maria Bethânia é cris Vianna.

A iniciativa de promover a homenagem foi do movimento 342 Artes, que é liderado por Paula Lavigne. Com carinho dos colegas de ofício e dos fãs, Alcione declara que é possível suportar tudo:

«Quando se se o reconhece com afeição e respeito, como todos fizeram, a gente pode suportar tudo».

«A gente vê tanta agonia. Você vê os negros de America naquele combate, por causa daquele senhor que faleceu com aquele filha da mãe com o joelho nele. A gente vê as coisas que ocorrem no Brasil, com bala perdida e tudo. Então a gente vê uma pessoa da nossa cor falando uma besteira daquelas, tenho vontade de arrancar da TV e encher de porrada para virar gente».

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Alcione declara que não vai rebater ataque de Sergio Camargo e agradece ao suporte recebido: ‘A gente pode suportar tudo’
>>>>>Presidente da Palmares chama Alcione de ‘barraqueira’ no Twitter e diz que sua música é ‘insuportável’ – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Alcione 50 80 PERSON 6 (tacit) ele (referent: Alcione): 1, Alcione: 3, (tacit) ele/ela (referent: Alcione): 2
2 Sergio Camargo 0 50 PERSON 5 Sérgio_Camargo: 1, Sergio_Camargo: 1, Camargo: 2, (tacit) ele/ela (referent: Camargo): 1
3 gente 0 60 NONE 4 a gente: 2, A gente: 2
4 eu 6 0 NONE 4 (tacit) eu: 3, me: 1
5 negro 0 100 NONE 2 um negro: 2
6 tudo 0 7 NONE 2 tudo: 2
7 Artes 0 0 PERSON 2 342 Artes: 2
8 E um grupo de deputados como Áurea_Carolina Benedita_da_Silva e Talíria_Petrone 0 0 PERSON 2 E um grupo de deputados como Áurea_Carolina Benedita_da_Silva e Talíria_Petrone: 2
9 Ministério Público Federal 0 0 ORGANIZATION 2 ele (referent: o Ministério_Público_Federal): 1, o Ministério_Público_Federal: 1
10 coisas 0 0 NONE 2 as coisas: 2