Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Iván Marcano 2012

Marcano, que no entanto, julga que a grande referência da equipa é Pepe, concedeu uma entrevista exclusiva a O JOGO e quando subiu aos seniores do Racing, comparou papel do português ao que Munitis teve. Sendo dos mais experientes do plantel e um dos capitães, Marcano tentou estimular Fábio Cardoso antes do jogo com o Liverpool. Para os jovens e não só.Fábio Cardoso entrou no onze em cima da hora do jogo com o Liverpool. Que mensagem lhe transmitiu?

Iván Marcano Sierra é um futebolista de Espanhade Espanha que atua como zagueiro.

Képler Laveran de Lima Ferreira ComM é um futebolista de Brasilde Brasil, naturalizado português, que atua como zagueiro. Conhece-se Képler Laveran de Lima Ferreira ComM é mais conhecido como Pepe.

-Todos procurámos passar tranquilidade. É verdade que foi um momento complicado, porque ele ainda não tinha jogado e entrar contra o Liverpool, na Liga dos Campeões, é difícil, sobretudo sem fazer aquecimento. Tentámos passar uma mensagem de confiança, porque é bastante bom jogador e está a treinar bastante bem. Confiança nele, que não era um exame, porque os exames são todos os dias no treino e ele é um exemplo. Não deu para bastante, porque foi pouco tempo, mas foi uma mensagem de confiança.Que contributo podem dar jogadores como Marcano e Pepe para evolução dos vários jovens da formação no plantel?

-Não falarei de mim, mas sim de Pepe, que acho que pode ser um bom exemplo, não só para os jovens, mas mais para eles, porque têm bastante mais tempo para jogar. A maneira como o Pepe trabalha, como cuida do corpo, como treina todos os dias é um grande exemplo. Quando cheguei à La Liga, falo sempre no exemplo que foi para mim o Pedro Munitis, que era o jogador mais importante do Racing [Santander].Era um profissional top e o mínimo que podes fazer é tentar fazer, quando vês que o jogador mais importante é um grande profissional o mesmo que ele. Acho que o Pepe é um bocado o mesmo para os jogadores da formação, que têm bastante a aprender com ele.Não perca a restante entrevista a Marcano:

Brasileiro fechou 2020/21 com quatro golos, mas recorda que lhe invalidaram mais «três ou quatro». Um deles, com o Boavista, deixou-o «louco». «Foi uma crueldade», referiu, no programa «Azul Porto»Se a primeira impressão conta bastante para a formação de opiniões, a que Evanilson teve do FC Porto foi brutal. A sensação de estar «um nível acima do Brasil» foi imediata, à boleia da «muita qcaracterística que encontrou no plantel. Por isso, depressa percebeu que a pré-requisito seria máxima.»Aqui é preciso dar o sangue», Faz 1 dia, constatou o avançado » Azul Porto «, de o Porto Canal. «Os treinos com Sérgio Conceição são bastante intensos. Ele exige muita intensidade. Unindo a isso a característica dos jogadores, o treino fica top», garantiu o brasileiro, que após uma época no Dragão sente estar um jogador «bastante diferente». Garantiu: «Desde que cheguei, amadureci bastante».A adaptação a uma nova realidade «forçou» este crescimento, até porque Evanilson se deparou com um futebol «muito diferente do Brasil». «Há muita intensidade. Aqui, a intensidade caminha lá em cima o jogo todo», assinalou. «Lá [Brasil] há mais tempo para receber a bola. É isso que eu falo com o Pepê e com o Otávio. Mas acho que já me ajustei bem a isso e estou a tentar evoluir», referiu o atacante, titular pela primeira vez esta temporada no sábado, com o Paços de Ferreira, num estádio onde já entra sem qualquer tensão.»Antes de assinar contrato, vinha de carro para o hotel e passei em frente ao Dragão. Fiquei com luminosidade no olho, quando vim assinar. Nervoso, tremendo… Fiquei a imaginar-me lá dentro. Foi emocionante», lembrou.A primeira temporada de Evanilson concluiu com quatro golos pela equipa principal dos azuis e brancos – mais seis pela B -, mas podiam ter sido mais. «Invalidaram-me três ou quatro… É bastante azar», lamentou, realçando um que o deixou «maluco».»Nós precisávamos do jogo com o Boavista, estava 2-2 e jamais ninguém pensou que o golo fosse ser invalidado. Nem senti a bola [na mão]… Como é que tiraram isso? Foi uma crueldade. Quando Conceição volta a casa a correr desde o Olival e com o suporte dos adeptos, fiquei louco», assegurou o ex-Fluminense, que admite ficar impressionado mesmo longe do Dragão.»Até comentei com o Pepê: olha para isso, estamos a jogar na casa dos oponentes e parece que estamos em casa, porque é só a claque do FC Porto que faz barulho e que canta», relatou.»Taremi é top e Pepe um monstro»Taremi é «uma referência» para o brasileiro e outros jogadores, se Francisco Conceição e Pepê são amigos inseparáveis de Evanilson. «É um progredido top. Se aprendi alguma coisa com ele? Sim, Sim…», referiu o atacante, destacando as características do iraniano como «número 10″ e a habilidade física de Pepe.»Estava o Pepe, o Cristiano Ronaldo, quando via os jogos do Real Madrid e agora estou ao lado dele [Pepe]. É inacreditável. Ele corre o jogo todo. É um monstro», elogiou, garantindo que «é bastante difícil» para um ponta de arremessa ultrapassar o internacional luso.

Na terça-feira 28 de setembro o internacional português fora anunciado no onze inicialPepe acabou mesmo por falhar o FC Porto-Liverpool, da segunda jornada da Liga dos Campeões. Inicialmente anunciado como titular, o defesa acabou por ceder o seu lugar a Fábio Cardoso a poucos minutos do apito inicial.Lesionado desde o Atlético de Madrid-FC Porto, Pepe jamais mais jogou e ainda não treinou.Perante a ausência de última hora, a solução foi Fábio Cardoso, que se estreava pelo FC Porto e logo na Liga dos Campeões. Chamou-se Nanu para o banco de suplentes.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United Kingdom, Spain

Cities: Santander, Liverpool

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»A maneira como o Pepe trabalha, como cuida do corpo, como treina todos os dias…»
>>>>>Evanilson lembra golo anulado ao serviço do FC Porto: «Fiquei louco» – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 249 150 NONE 30 (tacit) eu: 25, eu: 1, mim: 2, me: 2
2 Pepe 80 0 PERSON 9 Ele (referent: Pepe): 1, (tacit) ele/ela (referent: Pepe): 2, Pepe: 6
3 Azul_Porto 0 100 OTHER 6 Azul_Porto de o Porto_Canal: 1, (tacit) ele/ela (referent: Azul_Porto): 3, Azul_Porto: 2
4 Iván Marcano Sierra 0 0 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Marcano que no_entanto e): 1, Marcano: 3, Iván_Marcano_Sierra: 1, Marcano que no_entanto e: 1
5 exemplo 380 0 NONE 5 um exemplo: 1, um bom exemplo: 1, um grande exemplo: 1, o exemplo: 2
6 nós 0 0 NONE 5 Nós: 1, (tacit) nós: 4
7 Fábio Cardoso 80 0 PERSON 4 Fábio_Cardoso: 4
8 futebolista 80 0 NONE 4 um futebolista brasileiro naturalizado português: 2, um futebolista espanhol: 2
9 Sérgio Conceição 0 0 PERSON 4 Ele (referent: Sérgio_Conceição): 1, (tacit) ele/ela (referent: Conceição): 1, Sérgio_Conceição: 1, Conceição: 1
10 brasileiro 0 0 NONE 4 Brasileiro: 1, o brasileiro: 3