Por: SentiLecto

O piloto de Espanha padeceu, mas conseguiu sagrar-se campeão do mundo de Moto3, pela primeira vez na carreira.Albert Arenas sagrou-se, este domingo, campeão do mundo de Moto3, no Grande Prémio de Portugal, ao concluir em 12.º lugar.Numa corrida imprópria para cardíacos, o piloto de Espanha padeceu na última volta, com o grupo a penalizar muito o piloto da Aspar.No entanto, a 12.ª posição que conseguiu ao atravessar a meta foi suficiente para se sagrar campeão do mundo de Moto3, no Autódromo Internacional do Algarve.Raú Fernandez foi o ganhador da corrida, seguido de Dennis Foggia e Jeremy Alcoba, respetivamente.

As imagens da preocupação do Barcelona: Piqué além da derrotaSimeone alcançou feito inédito frente ao Barça e no final reagiu desta formaA maldade de João Félix a Dembélé no jogo entre Atlético e BarcelonaMomento assustador em Portimão: a queda, os reflexos e a sorte de Aron CanetO golo do Leiria que suprimiu o Portimonense da Taça da PortugalAlbert Arenas sagrou-se este domingo campeão de Moto3 no Grande Prémio de Portugal.Joan Mir , admitiu, na conferência de jornalismo de antevisão do Grande Prémio de Portugal, que a pista de Algeria «é diferente de todas as outras».O espanhol Joan Mir admitiu, na conferência de jornalismo de antevisão do Grande Prémio de Portugal, que a pista de Algeria «é diferente de todas as outras». O espanhol Joan Mir é o novo campeão global de MotoGP. O piloto de Espanha recordou que ainda não pôde rodar com a mota de competição em Portimão, «somente com uma mota de estrada», mas esta é «uma pista diferente das outras».»No papel, a nossa mota adapta-se à pista, mas veremos», referiu o novo campeão global, numa conferência de jornalismo em que participaram ainda o espanhol Pol Espargaró , o australiano Jack Miller , os italianos Andrea Dovizioso e Franco Morbidelli , o britânico Cal Crutchlow e o português Miguel Oliveira .Já Franco Morbidelli, ganhador da ronda anterior, em Valência, Espanha, mostrou-se «curioso» com as potencialidades do traçado de Algeriade Algeria, que descreveu como «uma montanha russa».Assinalou: «Estou curioso para ver como se desenrolará a corrida».Já Pol Espargaró, que no próximo ano será trocado pelo português Miguel Oliveira na equipa oficial da KTM, espera, somente, «ser rápido» e divertir-se. O piloto de Espanha acredita que o conhecimento que Miguel Oliveira tem da pista «vai ser útil a todos os pilotos da KTM».Por sua vez, Andrea Dovizioso desconfia do que pode ocorrer «com os pneus Michelin e estas motas de MotoGP», depois de ter rodado em outubro no circuito algarvio com uma mota de estrada.Cal Crutchlow restringiu-se a declarar que dividia «da opinião dos restantes», assim como Jack Miller.O novo campeão revelou, ainda, dúvidas quanto ao número que irá usar no próximo ano, se o 1 de campeão se o 36 que com frequência usa e que lhe tem «trazido sorte nos últimos anos».Depois de conquistado o título global na prova anterior, em Valência, Mir revelou que teve pouco tempo para celebrar.»Festejei com a família, no domingo fomos jantar. Não fiz muita coisa, pois este domingo tínhamos outra corrida. Mas estou concentrado e estimulado», enfatizou, confessando, também, alguma «surpresa» por ter recebido mensagens de felicitações «de alguns famosos».O GP de Portugal de MotoGP é a 14.ª e última corrida da temporada e decorre entre sexta-feira e domingo no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.Qualificação 1 do Grande Prémio de Portugal concluídaO britânico Cal Crutchlow e o italiano Franco Morbidelli foram os mais rápidos da qualificação 1 do Grande Prémio de Portugal em MotoGP, progredindo para a segunda, que arranca daqui a pouco e conta com o português Miguel Oliveira .Crutchlow, que faz este fim de semana a última corrida na categoria rainha ao fim de dez anos, teve como volta mais rápida 1m39,250s, bastante perto do melhor tempo até ao momento pertencente a Jack Miller .Já o registo de Mordibelli, ganhador do GP da Comunidade Valenciana e que defende o segundo lugar no Mundial, foi de 1m39,276s.A grande surpresa desta sessão foi Joan Mir, novo campeão do mundo de MotoGP que largará somente da 20.ª posição em Portimão.

Albert Arenas Ovejero é um motociclista de Espanhade Espanha que compete na MotoGP, pela equipe Aspar Team.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Albert Arenas sagra-se campeão do mundo de Moto3 no GP de Portugal
>>>>>Albert Arenas é campeão de Moto3 e celebra com gelado no GP de Portugal: ora veja – (ojogo-pt)
>>>>>Joan Mir, o novo campeão de Moto GP: «No domingo fomos jantar» – (ojogo-pt)
>>>>>Crutchlow e Morbidelli passam à Q2, campeão Mir sai apenas do 20.º lugar da grelha em Portimão – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Joan Mir 60 72 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: o espanhol Joan_Mir): 1, Joan_Mir: 2, Mir: 1, (tacit) ele/ela (referent: Joan_Mir): 1, o espanhol Joan_Mir (apposition: O novo campeão mundial de MotoGP): 1
2 Cal Crutchlow 160 0 PERSON 6 Crutchlow: 2, Cal_Crutchlow: 1, (tacit) ele/ela (referent: Cal_Crutchlow): 1, (tacit) ele/ela (referent: Crutchlow): 2
3 eu 0 0 NONE 5 (tacit) eu: 5
4 piloto 0 150 NONE 4 o piloto espanhol: 1, O piloto espanhol: 3
5 corrida 0 50 NONE 4 a última corrida: 1, uma corrida imprópria: 1, outra corrida: 1, a corrida: 1
6 pista 0 40 NONE 4 a pista algarvia: 2, a pista: 2
7 campeão 280 0 NONE 4 campeão de Moto3: 1, o novo campeão mundial: 1, O novo campeão: 1, campeão: 1
8 campeão de o mundo de moto3 240 0 NONE 3 campeão de o mundo de Moto3: 3
9 Portimão 0 0 PLACE 3 Portimão: 3
10 nós 0 0 NONE 3 (tacit) nós: 3