Por: SentiLecto

Se informou a Liga Francesa de Futebol Profissional um dia depois de ser confirmado que o Canal+ não pagaria € 110 milhões referentes em a penúltima parte de os direitos de transmissão de a temporada 2019-2020 de a Ligue 1, o Campeonato Francês, que também o BeIN Sports, que apresenta o torneio em a TV paga, interromperá o pagamento de este domingo.A emissora qatari teria que desembolsar € 42 milhões.

«Nossas atividades de TV paga o encerramento são fortemente impactadas elas de grande parte de os nossos canais de vendas e por o enfraquecimento de a atratividade de nossas ofertas desportivas. Nossas receitas de anúncio estão em queda livre, e nossas atividades internacionais de TV e Studiocanal também são severamente afetadas. Portanto, somos obrigados a tomar as medidas necessárias para mitigar o efeito financeiro desta crise», alegou Maxime Saada, executivo-chefe da emissora francesa, em um comunicado publicado pelo L’Équipe.

Com isso, a liga de Francia vai ficar sem receber € 152 milhões, já que não há previsão para a volta do futebol nos próximos meses. A atitude deverá ampliar ainda mais a pressão financeira sentida pelos clubes de Francia em meio às consequências comerciais do bloqueio edesportivogmundialcprovocadopela pandemia do coronavírus.

Fotografia: Reprodução De acordo com o site SportBusiness, a BeIN, que nela, a emissora alega que, após uma «cautelosa consideração», decidiu não efetuar o pagamento calculado para este domingo pela «total falta de visibilidade real sobre o real reinício das partidas na atual temporada», mandou uma carta à LFP.

Vale recordar que a BeIN Sports teria que mais € 55 milhões de uma última parcela relativa à temporada no próximo 5 de junho. Com relação a esse valor, a emissora não fez nenhum comentário, até pelo fato de estarmos a pouco mais de dois meses da data e não se saber como vai estar a situação global até lá.

Na sua vez, vale recordar que, atualmente, a Ligue 1 está suspensa até 15 de maio. Volte a ser disputado, é provável que o calendário se estenda até 15 de julho, o que poderia modificar o começo da temporada 2020/2021 e, consequentemente, ter complicações para o Canal+,, caso as coisas se normalizem até lá e o campeonato que vai ter os direitos entre 2020/2021 e 2023/2024, mas de somente duas partidas sublicenciadas do BeIN Sports.

Fonte: maquinadoesporte-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Após Canal+, BeIN Sports também interrompe pagamento à Ligue 1
>>>>>Em meio a pandemia, Canal+ não pagará € 110 milhões à Ligue 1 – April 01, 2020 (maquinadoesporte-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Canal+ 80 0 ORGANIZATION 2 o Canal+: 2
2 eu 80 0 NONE 2 (tacit) eu: 2
3 Ligue 0 0 ORGANIZATION 2 a Ligue: 2
4 emissora 0 0 NONE 2 a emissora: 2
5 o BeIN_Sports 0 0 OTHER 2 o BeIN_Sports: 2
6 qatari 0 0 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: A emissora qatari): 1, A emissora qatari: 1
7 nossas atividades internacionais de televisão 0 75 NONE 1 nossas atividades internacionais de televisão: 1
8 ter complicações para o canal+ 0 70 NONE 1 ter complicações para o Canal+: 1
9 a pandemia de o coronavírus 0 50 NONE 1 a pandemia de o coronavírus: 1
10 o enfraquecimento de a atratividade de nossas ofertas esportivas 0 50 NONE 1 o enfraquecimento de a atratividade de nossas ofertas esportivas: 1