Por: SentiLecto

– Os atletas precisarão apresentar um teste negativo para Covid-19 feito menos de 72 horas antes de chegar ao Japão para a Olimpíada e serão testados «a cada 96 a 120 horas» durante os Jogos, de acordo com um relatório publicado pelos organizadores nesta quarta-feira. Durante as negociações entre o comitê organizador de Tóquio-2020, o governo japonês e o Governo Metropolitano de Tóquio, foram debatidas outras diretrizes sobre como a capital japonesa planeja receber os Jogos protelados para o próximo ano. Atualmente, os visitantes do Japão precisam ficar em quarentena por 14 dias após a chegada, mas os desportistas e outros que chegarem para os Jogos vão estar isentos dessas medidas. Se os espera mais de 15.000 desportistas em Tóquio para a Olimpíada que inicia em 23 de julho,, com a maioria hospedada em a Vila dos Atletas. Vai instalar-se um centro de testes de acordo com o relatório, em a Vila para exames de competição. Os organizadores também vão incentivar os atletas a passarem menos tempo em Tóquio do que o normal. «Desejamo ter consideração com os desportistas, para que não haja muita concentração de pessoas na Vila», declarou o CEO da Tóquio 2020, Toshiro Muto, a repórteres após as negociações. «Desejamo que os desportistas voltem para casa o mais cedo possível, depois que os Jogos concluírem.»

– Os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio estimam que os preços das medidas para a guerrazinha à Covid-19 na Olimpíada remarcada para o ano que vem fvão ficarem torno de 100 bilhões de ienes , noticiou a Kyodo News nesta segunda-feira. Um dia antes, a mídia de Japon relatou que os preços totais do deferimento dos Jogos por um ano seriam de cerca de 200 bilhões de ienes. Quando instado a comentar a reportagem da Kyodo, um porta-voz dos organizadores declarou à Reuters que um anúncio será feito em um relatório provisório após conversas entre a Tóquio-2020, o governo metropolitano de Tóquio e o governo japonês na quarta-feira. Faz 1 ano, a última verba oficial fornecida por o comitê organizador meses antes de o acontecimento ser protelado devido em a pandemia de Covid-19, foi de 12,6 bilhões de dólares.O Comitê Olímpico Internacional declarou que espera pagar 800 milhões de dólares de preços complementares resultantes do atraso, mas os organizadores japoneses não exibiram uma cifra específica. O comitê organizador da Tóquio-2020 tem que anunciar oficialmente uma verba ajustada antes do final do ano.

Na terça-feira 17 de novembro – O presidente do Comitê Olímpico Internacional , Thomas Bach, declarou que os desportistas não serão forçados a receber vacinação contra Covid-19 antes da Olimpíada de Tóquio, mas declarou que deveriam fazê-lo como «demonstração de solidariedade» com os japoneses. Bach visitou a Vila dos Atletas no mesmo dia, e deduziu sua viagem de dois dias à capital do Japão com uma parada no Estádio Nacional. » incentivaríamos os desportistas para que, sempre que possível, recebam a vacinação, porque era melhor para sua saúde, e também era uma demonstração de solidariedade com seus colegas desportistas e também com o povo japonês», declarou o alemão. Faz 9 meses, a viagem de Bach, sua primeira a o país desde a resolução de protelar os Jogos, transcorreu em alto astral, e ele falou sobre o efeito grande que uma vacina poderia ter na habilidade de Tóquio acolher a Olimpíada do ano que vem. Mais de 11 mil desportistas eram esperados para o acontecimento, que devia iniciar no dia 23 de julho, e milhares mais compareceriam para a Paralimpíada subsequente. Mas furariam a fila para receber qualquer possível vacina antes dos Jogos, quando o pressionaram a responder se os desportistas, Bach foi firme ao declarar que este não seria o caso. Bach aos repórteres no Estádio Nacional declarou: » deixávamo claro já desde o começo que as primeiras prioridades eram enfermeiros, médicos e todos que conservavam nossa sociedade viva apesar da crise de coronavírus».

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Atletas serão testados ‘a cada 96 a 120 horas’ durante Olimpíada, dizem organizadores
>>>>>Medidas contra Covid-19 na Olimpíada custarão cerca de US$960 milhões, diz agência – November 30, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 atletas 440 0 NONE 5 os atletas: 5
2 Thomas Bach 0 0 PERSON 5 Thomas_Bach (apposition: O presidente de o Comitê_Olímpico_Internacional): 1, (tacit) ele/ela (referent: Thomas_Bach): 1, Bach: 3
3 nós 80 0 NONE 4 (tacit) nós: 4
4 comitê 0 0 NONE 3 o comitê organizador de Tóquio-2020: 1, O comitê organizador de a Tóquio-2020: 1, o comitê organizador: 1
5 relatório 0 20 NONE 2 um relatório provisório: 1, o relatório: 1
6 os atletas e outros 320 0 NONE 2 os atletas e outros: 2
7 Jogos 0 0 ORGANIZATION 2 os Jogos: 2
8 Kyodo News 0 0 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: a Kyodo_News): 1, a Kyodo_News: 1
9 Tóquio_para_a_Olimpíada 0 0 PLACE 2 Tóquio_para_a_Olimpíada: 2
10 a Vila 0 0 PLACE 2 a Vila: 2