Por: SentiLecto

Época de 2021 ficou marcada por várias polémicas relacionadas com saídas para necessidades fisiológicasA ATP, que coordena o circuito global masculino de ténis, vai restringi os intervalos para ida aos balneários devido a necessidades fisiológicas a uma única, de cinco minutos, e exclusivamente entre sets, em 2022. Fonte da ATP, que a presente época, depois de anteriores incidentes semelhantes, ficou marcada por várias polémicas devido à duração deestatespéciede interrupções protagonizadas por alguns tenistas, nomeadamente nos torneios Grand Slam de Roland Garros e Open dos EUA , confirmou hoje a informação aprogredidapelo jornal desportivofde FranciaL»Equipe à agência noticiosa AFP, eselucidandoue asosaintervalosevão terum limite de três minutos no máximo, a partir do momento em que o jogador entre na casa de banho», com «dois minutos suadicionaisara mudança de equipamento». O sérvio e líder da hierarquia global, Novak Djokovic, e o grego e quarto do ranking ATP, Stefanos Tsitsipas, foram dois dos desportistas alvos de críticas por terem conseguido inverter a tendência dos duelos após recorrerem a tal expediente.

Esta foi o primeiro triunfo do norueguês de 22 anos sobre Rublev.O tenista de Noruega Casper Ruud fechou esta sexta-feira o quadro das meias-finais das ATP Finals, a decorrer em Turim, em Itália, com uma suada vitória sobre o russo Andrey Rublev, quinto da hierarquia global, em três sets.Oitavo do ranking ATP e estreante na prova, Ruud iniciou mal o encontro, perdendo o primeiro set por 6-2, mas acabou por recuperar no segundo e garantiu a qualificação numa emocionante terceira partida, vencendo no tie-break , num duelo que durou duas horas e 25 minutos.Esta foi o primeiro triunfo do norueguês de 22 anos sobre Rublev, com quem já tinha perdido em quatro ocasiões.Nas meias-finais, Ruud terá pela frente outro tenista de Rusia, desta vez Daniil Medvedev, número dois global e atual detentor do título.»Estou ansioso pelas meias-finais, vai ser outro grande combate frente a um dos melhores jogadores do mundo durante os últimos anos. Sei o que encontrarei e será bastante interessante. Relaxarei, desfrutar e jogar sem pressão», declarou Ruud, após a vitória sobre Rublev.Nas outra o de Sérrai Novak Djokovic defrontará o alemão Alexander Zverev, terceiro da hierarquia global. O de Sérrai Novak Djokovic é meia-final.Os dois encontros estão agendados para sábado.Na final, Medvedev vai tentar revalidar o troféu levantado em 2020, dmeia-final, que irá opor o de Sérrai Novak Djokovic ao alemão Alexander Zverev O russo Daniil Medvedev impôs-se este sábado rostito ao norueguês Casper Ruud, em dois sets, por 6-4 e 6-2 Meia-final, que irá opor o de Sérrai Novak Djokovic é líder do ranking global. Meia-final, que irá opor o de Sérrai Novak Djokovic é líder do ranking global., e defenderá na final o título das ATP Finals conquistado em 2020.No encontro das meias-finais da prova que decorre em Turim, Itália, o número dois da hierarquia ATP, que esta temporada venceu os torneios de Marselha e Maiorca, o Masters 1.000 do Canadá e o Open dos Estados Unidos, precisou de uma hora e 20 minutos para fazer jus ao favoritismo, perante o oponente nórdico .Na final, Medvedev vai tentar revalidar o troféu levantado em 2020, dmeia-final, que irá opor o de Sérrai Novak Djokovic ao alemão Alexander Zverev . Meia-final, que irá opor o de Sérrai Novak Djokovic é líder do ranking global. Meia-final, que irá opor o de Sérrai Novak Djokovic é líder do ranking global.A competição, que se realiza em piso rápido, na cidade transalpina, é a última da temporada e reúne os oito melhores tenistas do ano civil.Tenista chegou à final do Challenger de Helsínquia e recuperou posiçõesJoão Sousa recuperou esta segunda-feira o eregulamentode número um português no ranking mglobalde ténis, ao figurar no 137.º lugar, depois de ter conquistado no domingo o título de vice-campeão do Challenger de Helsínquia.O vimaranense, que havia sido ultrapassado por Pedro Sousa na hierarquia global, subiu esta segunda-feira dez posições na tabela e empurrou o lisboeta para o segundo lugar entre os tenistas de Portugal, ao surgir no 146.º posto.Um dia depois de ceder na final de Helsínquia frente ao eslovaco Alex Molcan, por 6-3 e 6-2, João Sousa concluiu assim a sua temporada como o melhor português no ATP Tour, que continua a ser liderado pelo sérvio Novak Djokovic, logo seguido do russo Daniil Medvedev e do de Alemania Alexander Zverev, que se sagrou domingo campeão das ATP Finals.Numa semana em que o top-10 só regista a subida do italiano Jannik Sinner ao décimo lugar por troca com o de Canada Felix Auger-Aliassime, Frederico Silva ocupa o 209.º lugar e Gastão Elias a 223.ª posição, ao passo que João Domingues caiu para o 245.º posto.Nuno Borges conserva-se como 262.º classificado e Gonçalo Oliveira trepou dois degraus no «ranking» ATP, para surgir na 288.ª posição.A hierarquia WTA, por sua vez, continua a ser dominada pela australiana Ashleigh Barty, à frente da bielorrussa Aryna Sabalenka e da espanhola Garbiñe Muguruza, numa semana em que não se regista nenhuma amudançaentre as dez primeiras.

Na segunda-feira 08 de novembro Germânico estava no top-3 do ranking, por troca com Tsitsipas. pedrava Sousa subiu três lugares e conservava-se como o melhor luso. João Sousa está um pouco atrásO tenista Alexander Zverev ascendeu ao terceiro lugar do ranking mundial de ténis, atualizado esta segunda-feira, que apresenta uma ligeira subida dos portugueses Pedro Sousa e João Sousa, entre os 150 primeiros do mundo.Depois de ceder nas meias-finais do Masters 1.000 de Paris, diante de Daniil Medvedev, o jovem tenista germânico, 24 anos, superou o grego Stefanos Tsitsipas na hierarquia global e recuperou o terceiro lugar do pódio, uma posição que ocupou, pela primeira vez, em novembro de 2017.Enquanto a liderança continuava a pertencer ao sérvio Novak Djokovic, que conquistou o 37.º título Masters 1.000 da carreira, numa final ganhava a Medvedev, segundo classificado no ranking ATP, o espanhol Rafael Nadal continuava em sentido descendente.O esquerdino de Manacor, ex-número um mundial que não jogava mais esta época, devido a uma lesão no pé direito, desceu ao sexto posto do ranking, para dar passagem ao russo Andrey Rublev no top 5, ao passo que o de Polinesia Francesa Hubert Hurkacz subiu à nona posição, empurrando o ide ItaliaJannik Sinner para o 10.º lugar.Entre os portugueses, Pedro Sousa conservava-se como número um português, ao ascender três posições na tabela, para figurar como 138.º classificado, enquanto João Sousa trepou quatro degraus e, esta semana, era 146.º colocado.Entre os 300 melhores no «ranking» ATP constavam ainda mais cinco representantes nacionais, Frederico Silva, no 222.º lugar, Gastão Elias, no 227.º posto, João Domingues, seis degraus atrás, Nuno Borges, na 256.ª posição, e Gonçalo Oliveira, como número 287.Na hierarquia WTA, liderada pela australiana Ashleigh Braty, seguida da bielorrussa Aryna Sabalenka e da checa Barbora Krejcikova, só houve duas mudanças no «top 10» global, com a subida da polaca Iga Swiatek ao nono lugar e da de Espanha Paula Badosa à décima posição.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>ATP restringe tenistas a intervalos únicos de cinco minutos para WC
>>>>>ATP Finals: Casper Ruud surpreende Andrey Rublev e fecha quadro das «meias» – (ojogo-pt)
>>>>>Daniil Medvedev supera Casper Ruud e vai defender título nas ATP Finals – (ojogo-pt)
>>>>>João Sousa recupera estatuto de número um português no ranking ATP – November 22, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Zverev bate Djokovic nas ATP Finals e vai discutir último grande título com Medvedev – November 21, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Zverev bate Hurkacz e enfrenta Djokovic nas «meias»»das ATP Finals – November 18, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Novak Djokovic entra a vencer nas ATP Finals – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Campeão Medvedev quase nas meias nas ATP Finals – November 16, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>ATP Finals: Zverev e Medvedev triunfam na ronda inaugural – November 14, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Carlos Alcaraz conquista as Next Gen ATP Finals – November 13, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Prestação no ATP de Estocolmo vale lugar no top-10 a Auger-Aliassime – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>ATP Finals: Djokovic chega às 50 vitórias na época e está nas meias-finais – November 17, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Andrey Rublev domina Tsitsipas nas ATP Finals – November 15, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Lesão no cotovelo afasta Stefano Tsitsipas das ATP Finals – November 17, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 ATP 0 0 ORGANIZATION 8 o ranking ATP: 2, (tacit) ele/ela (referent: ATP): 1, ATP: 4, a hierarquia ATP: 1
2 posição 0 0 NONE 7 uma posição: 2, a nona posição: 1, a décima posição: 1, ª posição: 3
3 Casper Ruud 0 90 PERSON 6 Casper_Ruud: 1, o norueguês Casper_Ruud: 1, Ruud: 3, (tacit) ele/ela (referent: Ruud): 1
4 Pedro Sousa 0 0 PERSON 6 João_Sousa: 3, Sousa: 1, Pedro_Sousa: 2
5 eu 0 75 NONE 5 (tacit) eu: 5
6 Novak Djokovic 60 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: o sérvio Novak_Djokovic): 1, o sérvio Novak_Djokovic (apposition: meia-final, líder de o ranking): 1, o sérvio Novak_Djokovic: 2
7 Alexander Zverev 0 0 PERSON 4 o alemão Alexander_Zverev: 4
8 Rublev 0 0 PERSON 4 Rublev: 4
9 final 0 0 NONE 4 uma final: 1, a final: 3
10 hierarquia 0 0 NONE 4 a hierarquia mundial: 4