Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Sepang Victory (2017) (cropped)

Italiano venceu a 13ª prova do MundialO de Portugal Miguel Oliveira concluiu hoje na 14.ª posição o Grande Prémio de Aragão de Moto GP, 13.ª prova do Mundial de velocidade de motociclismo, que o de Italia Francesco Bagnaia venceu, na seu primeiro triunfo em absoluto na classe rainha.O piloto de Lusaka deduziu as 23 voltas ao traçado aragonês a 22,703 segundos do ganhador, que bateu os espanhóis Marc Marquez , por 0,673 segundos, e Joan Mir , por 3,911.Bagnaia e Márquez protagonizaram um duelo intenso ao longo de toda a prova, com o piloto de Espanha a seguir a Ducati do italiano como uma sombra até às três últimas voltas.Nessa altura, o antigo campeão global, que retorna esta época após um ano de ausência por lesão, passou ao ataque, ultrapassando algumas vezes Francesco Bagnaia.Contudo, o piloto italiano nunca perdeu a calma e conseguiu responder sempre a cada manobra de ataque de Márquez, que acabou por cometer um erro já nas curvas finais do Grande Prémio, saindo ligeiramente de pista.Foi o espaço que «Pecco» Bagaia precisava para conquistar o primeiro triunfo em Moto GP, depois de em 2018 ter «roubado» o campeonato global de Moto 2 a Miguel Oliveira, que foi segundo nesse ano.Enquanto Bagnaia subiu ao segundo posto, com estes resultados, Fábio Quartararo conserva a liderança do campeonato, com 214 pontos , com 161.Miguel Oliveira perdeu uma posição, caindo de oitavo para nono, com 87 pontos, tendo sido ultrapassado pelo espanhol Aleix Espargaró , que hoje concluiu a corrida na quarta posição.A próxima prova do Mundial de motociclismo de velocidade vai ser o Grande Prémio de São Marino, dentro de uma semana.

Oliveira fez a sua melhor volta na segunda sessão, à tarde, rodando em 1.46,623 minutos, tconcluindoo dia a 1,010 segundos do mais rápido, o australiano Jack Miller .O piloto de Portugal Miguel Oliveira concluiu esta sexta-feira na 18.ª posição o primeiro dia de treinos livres para o Grande Prémio de Aragão, em Espanha, 13.ª prova do Mundial de motociclismo de velocidade.Oliveira fez a sua melhor volta na segunda sessão, à tarde, rodando em 1.46,623 minutos, tconcluindoo dia a 1,010 segundos do mais rápido, o australiano Jack Miller .O piloto de Portugal até melhorou 1,3 segundos da sessão da manhã para a da tarde, mas, à exceção do espanhol Marc Márquez , todos os outros também melhoraram.»Foi um dia mais positivo do que aquilo que a classificação mostra. Optámos por uma estratégia diferente. Em vez de voltas rápidas montámos um pneu macio atrás e vimos que não terá que ser uma alternativa para nós devido às temperaturas. Depois mudámos para os pneus mais duros e estivemos melhores», explicou o piloto de Almada.Oliveira considera que, apesar do registo de hoje, pode ser «competitivo»: «Amanhã [Sábado], devemo ser mais rápidos para entrar na Q2 [segundo período da qualificação]. Mas ainda há muita margem de avanço», declarou o piloto de Lusaka, na conferência de jornalismo após a sessão.Miguel Oliveira continua com restrições no pulso direito, mas sabe que vai ser «uma questão de tempo» até recuperar totalmente.»O pulso ainda dói, mas um pouco menos do que em Silverstone. Sei que vai ser uma questão de mais algumas semanas. Aqui temos menos curvas, o que ajuda», frisou.Esta sexta-feira, o piloto da KTM provou um novo quadro [chassis] na sua mota, «com pequenas mudanças», mas ainda não é seguro que o vá usar na corrida.O Grande Prémio de Aragão é a 13.ª de 19 provas do Mundial, em que Miguel Oliveira ocupa a oitava posição, com 85 pontos.No sábado disputam-se mais duas sessões de treinos livres e a qualificação, dividida em duas períodos .Mais uma vez, Miguel Oliveira não teve uma boa qualificação este sábado.O de Portugal Miguel Oliveira parte no domingo do 18.º lugar da grelha para o Grande Prémio de Aragão de MotoGP, 13.ª prova da Mundial de motociclismo de velocidade, depois de este sábado ter protagonizado uma qualificação modesta.O piloto de Portugal da KTM foi oitavo no primeiro período da qualificação , não conseguido seguir para a segunda , ao registar 1.47,750 minutos como melhor tempo, ficando a menos de meio segundo de seguir em frente.O francês Johan Zarco e o sul-africano Brad Binder foram os dois pilotos apurados para o derradeiro período da qualificação, dominada pela Ducati.O de Italia Francesco Bagnaia pulverizou o recorde do circuito, com o tempo de 1.46,322 minutos, à média de 171,9 quilómetros por hora, conquistando a 50.ª «pole position» para a Ducati.O australiano Jack Miller foi segundo, a 0,366 segundos do mais rápido, com o francês Fábio Quartaro em terceiro, a 0,397 segundos.No final, Miguel Oliveira demonstrou-se «assombrado» com uma «vibração insólita» sentida na sua mota.»Foi uma qualificação um pouco estranha depois das boas sensações nos quartos treinos livres. Encontrámos alguns obstáculos com os pneus novos e uma vibração insólita, que ainda não percebemos se vem dos pneus ou da mota», frisou.Ainda assim, Miguel Oliveira declarou acreditar «que ainda vai ser possível» fazer muitos pontos na corrida de domingo.Francesco Bagnaia venceu este domingo o GP Aragão; Miguel Oliveira concluiu em 14.º.Miguel Oliveira segue longe das primeiras posições no Mundial de Moto GP. O piloto de Portugal até teve um bom começo de corrida, mas concluiu o GP Aragão, este domingo, somente na 14.ª posição.Bem à frente, desboçouse uma corrida de eafeiçãoespecificamente por uumbcombateparticular. Francesco Bagnaia e Marc Márquez combateram até ao fim pelo triunfo, mas o piloto de Italia levou a melhor e conquistou o topo do pódio, seguido de perto pelo espanhol. Joan Mir ficou em terceiro, após partir em sétimo.Miguel Oliveira, que iniciou na grelha inicial em 18.º, teve uma ótima partida, alcançando em poucos segundos a 13.ª posição. Porém, não conseguiu conservar o mesmo ritmo e concluiu a corrida em 14.º, poucos décimos de segundos atrás de Pol Espagaró.Depois de concluir a primeira metade da temporada do Mundial de MotoGP com três pódios e um quinto lugar, Miguel Oliveira não conseguiu conservar o ritmo. Foi 16.º na última corrida e agora 14.º.O piloto de Portugal ocupa agora o 8.º posto na classificação geral com 85 pontos. Fabio Quartararo lidera com 206 pontos.

Na sexta-feira 27 de agosto Português fez a sua melhor volta ao traçado de Silverstone em 2.01,412 minutos.O piloto de Portugal Miguel Oliveira concluiu em 19.º lugar o primeiro dia de treinos livres para o Grande Prémio da Grã-Bretanha de MotoGP, 12.ª prova da temporada do Mundial de motociclismo de velocidade.Oliveira fez a sua melhor volta ao traçado de Silverstone em 2.01,412 minutos, concluindo a 2,095 segundos do mais rápido, o de Francia Fábio Quartararo , apesar de uma queda padecida no começo da sessão que lhe provocou dores no pé esquerdo.Quando seguia, o dia ficou ainda marcado pela queda do espanhol Marc Márquez na primeira sessão a 270 quilómetros por hora.Márquez não teve consequências físicas mas arruinou a mota, obrigando à interrupção da sessão, na qual até foi o mais rápido.Apesar das nuvens, a chuva não caiu mas a temperatura da pista rondou os 14º celsius, o que afetou a aderência dos pneus.Entre as duas sessões, Miguel Oliveira melhorou 1,2 segundos no seu melhor tempo mas, ainda assim, insuficiente para conseguir um lugar provisório no segundo período da qualificação , calculada para sábado.Esta prova marcava o retorno do piloto de Lusaka a Silverstone que lhe provocou uma lesão grave num ombro. Silverstone é palco de uma queda padecida em 2019, que lhe provocou uma lesão grave num ombro.Faz 1 ano, devido em a pandemia de covid-19 o Mundial não passou por a pista britânica.gora, Miguel Oliveira chegava a esta prova na oitava posição do campeonato, com 85 pontos, a 91 de Quartararo, que liderava.

Miguel Ângelo Falcão de Oliveira é um piloto de motociclismo de Portugalde Portugal que participa na categoria de MotoGP com a equipa Red Bull KTM Factory Racing.

Francesco Bagnaia é um motociclista de Italia, atualmente compete na MotoGP™ pela Ducati Lenovo Team.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Bagnaia ganha o seu primeiro Grande Prémio em Moto GP
>>>>>Miguel Oliveira termina primeiro dia de treinos em 18.º no GP de Aragão – September 10, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>Miguel Oliveira parte do 18.º lugar para o GP de Aragão de MotoGP – September 11, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>Miguel Oliveira em 14.º no GP Aragão, Francesco Bagnaia vence – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Miguel Oliveira 640 120 PERSON 30 O português Miguel_Oliveira parte em o domingo de o 18: 1, Oliveira: 4, (tacit) ele/ela (referent: Oliveira): 3, Miguel_Oliveira: 18, (tacit) ele/ela (referent: Miguel_Oliveira): 4
2 nós 100 140 NONE 9 nós: 1, (tacit) nós: 8
3 piloto 180 0 NONE 9 o piloto espanhol: 1, o piloto luso: 1, o piloto italiano: 1, O piloto português: 4, O piloto português até: 1, O piloto luso: 1
4 Francesco Bagnaia 220 0 PERSON 8 Bagnaia: 1, (tacit) ele/ela (referent: Francesco_Bagnaia): 2, O italiano Francesco_Bagnaia: 1, Francesco_Bagnaia: 3, o italiano Francesco_Bagnaia: 1
5 pontos 0 0 NONE 5 85 pontos: 1, 214 pontos: 1, 87 pontos: 1, 206 pontos: 1, muitos pontos: 1
6 posição 0 0 NONE 5 uma posição: 1, a quarta posição: 1, ª posição: 2, a oitava posição: 1
7 sessão 0 0 NONE 5 a sessão: 2, a segunda sessão: 2, a primeira sessão: 1
8 mota 70 170 NONE 4 a mota: 2, sua mota: 2
9 volta 400 0 NONE 4 sua melhor volta: 4
10 segundos 100 0 NONE 4 0,397 segundos: 1, poucos segundos: 1, 1,2 segundos: 1, 0,673 segundos: 1