Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Cape Dombey people

A estafeta norte-americana foi segunda classificada e a Austrália, que ficou em terceiro, em 7.41,29, com as três marcas que valeram as medalhas a passarem a ser as três melhores da história, ficou em terceiro. A China bateu o recorde global dos 4×200 metros livres femininos, ao vencer a final da prova dos Jogos Olímpicos Tóquio’2020 em 7.40,33 minutos, retirando 1,17 segundos à anterior melhor marca.Faz 2 anos, Yang Junxuan, Tang Muhan, Zhang Yufei e Li Binjie bateram um registo que pertencia em a Austrália em os Mundiais de Roma, em 25 de julho de 2019 e Faz 9 anos, superaram também o recorde olímpico de os Estados Unidos, com 7.42,92.A estafeta norte-americana foi segunda classificada, com 7.40,73 minutos, e

Amber English ficou com a medalha de ouro na prova de tiro «skeet» dos Jogos Olímpicos Tóquio2020.A norte-americana Amber English conquistou esta segunda-feira a medalha de ouro na prova de tiro «skeet» dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, com a obtenção de um novo recorde olímpico, ao acertar em 56 dos 60 alvos.English, 24.ª classificada do ranking global, bateu a de Italiade Italia Diana Bacosi, que defendia o título olímpico, mas teve de contentar-se com «prata», ao ser batida no período final pela norte-americana, depois de ter chegado aos últimos 10 tiros empatada .A de China Wei Meng conquistou a medalha de bronze, numa final que incluía quatro das seis primeiras classificadas do ranking global, mas ficou desfalcada da líder da hierarquia, a britânica Amber Hill, que teve um teste positivo para o novo coronavírus e ficou impedida de viajar para Tóquio.Regan Smith estabeleceu uma nova melhor marca nas meias-finais de Tóquio2020.O recorde olímpico dos 100 metros costas femininos voltou a cair esta segunda-feira, pela quarta vez em dois dias, com a norte-americana Regan Smith a estabelecer uma nova melhor marca nas meias-finais de Tóquio2020.Smith nadou os 100 metros em 57,86 segundos, retirando duas centésimas à melhor marca olímpica fixada no domingo pela ade AustraliaKaylee McKeown nas eliminatórias da prova, no Centro Aquático de Tóquio.Assim, a norte-americana recuperou um recorde que foi seu durante somente três minutos na véspera, dia em que a marca caiu três vezes no espaço de seis minutos.No domingo, McKeown, a atual recordista global, não desejou ficar atrás das suas principais oponentes pelo ouro – que tinham superado o recorde olímpico pouco tempo antes – e fixou um novo mínimo dos Jogos, com 57,88 segundos.A canadiana Kylie Masse foi a primeira a bater a anterior marca, de 58,23 segundos, que pertencia à australiana Emily Seebohm desde Londres2012, ao vencer a quarta série das eliminatórias em 58,17.O recorde da atual campeã do mundo durou somente três minutos, já que na série seguinte, Regan Smith tornou-se a primeira a diminuir dos 58 segundos em Jogos Olímpicos, ao nadar a distância em 57,96. Regan Smith é antiga recordista global.Faz 1 mês, McKeown de o mundo estabeleceu o recorde em os 57,45 segundos.Australiana confirmou nos Jogos Olímpicos a sucessão começada nos Mundiais.se destronou A norte-americana Katie Ledecky em os 400 metros livres pela de Australiade Australia Ariarne Titmus que confirmou em os Jogos Olímpicos a sucessão começada em os Mundiais,, em a jornada de o primeiro ouro de Caeleb Dressel. A norte-americana Katie Ledecky é rainha das piscinas no Rio2016.Era a final que mais expectativa provocava na jornada de hoje no Centro Aquático de Tóquio e os 400 livres não defraudaram, com a nadadora mais medalhada dos anteriores Jogos Olímpicos – com quatro ouros e uma prata, ficou somente atrás de Michael Phelps no «ranking» da natação – a liderar durante 300 metros, antes de ver a jovem de 20 anos negar-lhe a revalidação do título olímpico na distância.»Não consigo acreditar, estou a tentar controlar as minhas afeições… mais do que qualquer outra coisa, é um alívio satisfazer a minha missão. Não estaria aqui sem ela [Ledecky] a estabelecer a fasquia. Simplesmente, tenho tentado persegui-la. É bastante divertido competir contra ela… não acredito que consegui!», declarou a nova campeã olímpica dos 400 metros.Ao nadar em 3.56,69 minutos, Titmus confirmou definitivamente a sucessão começada nos Mundiais de 2019, quando bateu a recordista global no último confronto entre ambas, tornando-se ainda a primeira nadadora a superar Ledecky numa final individual nos Jogos Olímpicos – tinha vencido as quatro anteriores em que participou.Hoje, a norte-americana, que no Rio2016 foi também campeã nos 200 e 800 metros livres, com recordes globais, e enquanto a de China Bingjie Li ficou com o bronze, nas estafetas dos 4×200 livres, foi 67 centésimos mais lenta e teve de contentar-se com a prata.Adam Peaty revalidou-o nos 100 bruços, com uma nova exposição da sua supremacia na distância, na qual detém os 16 melhores registos da história, ficando, se Ledecky falhou a defesa do título, no entanto, longe do recorde do mundo e mesmo do recorde olímpico que lhe pertence desde o Rio2016 ao nadar em 57,37.No primeiro pódio 100% europeu em Tóquio2020, o britânico, agora bicampeão olímpico dos 100 bruços, deixou o medalha de prata, o de Holguín Arno Kamminga, a 63 centésimos, e o bronze, o de Italia Nicolo Martinenghi, a 96.Curiosamente, esta foi a segunda prova sem medalhas norte-americanas, já que, um pouco antes, nos 100 metros mariposa femininos, a «raridade» também tinha acontecido, com a canadiana Margaret MacNeil a bater a chinesa Yufei Zhang e a australiana Emma McKeon para sagrar-se campeã olímpica, com o tempo de 55,59 segundos, e oferecer a primeira medalha de ouro do Canadá nestes Jogos Olímpicos.Ainda a recuperar da lesão no cotovelo direito, que a afastou das piscinas entre fevereiro e junho, ao ponto de colocar em causa a sua presença em Tóquio2020, a até hoje campeã olímpica em título, a sueca Sarah Sjöström, foi somente sétima, com o tempo de 56,91, bem distante do seu lembre global de 55,48, fixado precisamente no Rio2016.A fechar a jornada de finais no Centro Aquático de Tóquio, os Estados Unidos repuseram a normalidade com uma vitória fácil na estafeta dos 4×100 livres, diante de Itália e Austrália, que frear uma renhida luta pela prata, que foi para os europeus.Juntamente com Blake Pieroni, Bowen Becker e Zach Apple, Caeleb Dressel conquistou a primeira das seis medalhas de ouro a que aspira nas piscinas da capital de Nipani, com a estafeta norte-americana a parar o cronómetro nos 3.08,97 minutos.Apostado em ocupar o lugar deixado vago por Michael Phelps, Dressel competirá ainda nos 50 e 100 livres e nos 100 mariposa, além de em duas outras estafetas, os 4×100 estilos e os 4×100 estilos mistos.

Austrália, oficialmente Comunidade da Austrália, é um país do hemisfério sul, localizado na Oceania, que entende a menor área continental do mundo, a ilha da Tasmânia e várias ilhas adjacentes nos mares Índico e Pacífico.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, China, Australia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>China bate recorde do mundo dos 4×200 metros livres femininos
>>>>>Norte-americana Amber English bate recorde olímpico em prova de tiro – (ojogo-pt)
>>>>>Recorde olímpico dos 100 metros costas femininos volta a cair – July 26, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Espanha arrasa África do Sul e bate recorde olímpico no polo aquático – July 24, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Francisco Santos 28.º nos 100 metros costas com recorde nacional – July 25, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Arqueira An San bate primeiro recorde olímpico dos Jogos de Tóquio – July 23, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Imperador Naruhito assiste à cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos – July 20, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Desidratação dos atletas é um motivo de preocupação nos jogos de Tóquio2020 – July 18, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Alarme a soar nos Jogos Olimpicos: dois jogadores sul-africanos com covid-19 – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>»Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 vão ser estranhos, difíceis, muito diferentes» – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Emmanuel Macron na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos – July 20, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Compositor de música da Abertura se demitirá por causa de abusos admitidos – July 19, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Jogos Olímpicos de 2032 vão ser em Brisbane – July 21, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Berrettini não terá substituto nos Jogos, anuncia Federação Italiana – July 19, 2021 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Irão conquista ouro no tiro com novo recorde olímpico – July 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Futebol feminino já arrancou nos Jogos e logo com recorde de 13 golos – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Governo colombiano pagará prêmio de US$ 56 mil por cada ouro em Tóquio – July 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ao minuto: todos os resultados de Tóquio’2020 – July 23, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Natação: José Paulo Lopes falha final, mas garante recorde pessoal – July 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Tóquio2020: António Areia garante seleção de andebol focada em vencer – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Campeão europeu de natação Ilya Borodin está infetado e falha Jogos – July 22, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Sul-africana Tatjana Schoenmaker bate recorde olímpico dos 100 bruços – (ojogo-pt)
>>>>>Natação: Ariarne Titmus destronou Ledecky nos 400 metros livres – July 26, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Japonês Daiya Seto falha acesso à final dos 400 metros estilos – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Estafeta feminina australiana bate recorde do mundo dos 4×100 livres – July 25, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 110 115 NONE 6 (tacit) eu: 6
2 segundos 0 0 NONE 6 1,17 segundos: 1, os 57,45 segundos: 1, 57,88 segundos: 1, 57,86 segundos: 1, 58,23 segundos: 2
3 norte-americana 380 0 ORGANIZATION 5 a norte-americana: 3, (tacit) ele/ela (referent: a norte-americana): 2
4 recorde 0 0 NONE 5 um recorde: 2, O recorde: 1, o recorde olímpico: 2
5 marca 300 0 NONE 4 uma nova melhor marca: 1, a marca: 1, a melhor marca olímpica: 1, a anterior melhor marca: 1
6 Diana Bacosi 0 0 PERSON 4 a italiana Diana_Bacosi: 2, (tacit) ele/ela (referent: a italiana Diana_Bacosi): 2
7 a Austrália 0 0 PLACE 4 Austrália: 1, a Austrália: 3
8 final 0 0 NONE 4 a final: 2, uma final: 2
9 prata 0 0 NONE 4 uma prata: 1, a prata: 3
10 Amber Hill 160 140 PERSON 3 a britânica Amber_Hill: 2, (tacit) ele/ela (referent: a britânica Amber_Hill): 1