Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Brasão de armas de Cova da Piedade

Numa carta mandada à direção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional , à qual a Lusa teve acesso, o clube da II Liga contesta a retenção de mais de 36 mil euros, referentes ao quarto trimestre dasoseorçamentoslacard de 2020.O Cova da Piedade acusou esta quinta-feira a Liga Portuguesa de Futebol Profissional de reter de maneira «ilegal» os orçamentos correspondentes ao jogo social de apostas esportivas Placard e prometeu «encaminhar o tema para as instâncias civis e criminais».Numa carta mandada à direção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional , à qual a Lusa teve acesso, o clube da II Liga contesta a retenção de mais de 36 mil euros, referentes ao quarto trimestre dasoseorçamentoslacard de 2020, por ser, «alegadamente», credora daquela SAD em mais de 63 mil euros.O valor refere-se à «colocação de iluminação provisória no Estádio Municipal José Martins Vieira», de forma a garantir o fabastecimentode 1.200 lux que permitisse a transmissão televisiva do encontro frente ao Benfica B, em 25 de novembro, da nona jornada da II Liga. Segundo os piedenses, «a Liga, que faturou à Cova da Piedade – Futebol SAD um valor de 63.442,17 euros ao aalojamentodo ponto E14 do Anexo IV do Regulamento de Competições, que permite ao organismo contratar iluminação provisória para a transmissão televisiva de jogos e cobrar esse serviço, acrescido em 10% do cpreço no caso de o clube não conseguir garantir a colocação de iluminação em tempo útil, não tem legitimidade para proceder, nos termos da lei, à retenção de veorçamentosivindose terceiros e destinadas aos clubes de futebol, quer ajcomportar-seomo mandatária, gestora ou depositária». Porém, o Cova da Piedade afirma também que «Se prestou o serviço que a Liga pretende cobrar não», uma vez que as medições requeridas pelo clube e realizadas nas várias áreas do campo imediatamente após o final do encontro vão ter revelado uma iluminação máxima de 600 lux.De resto, em duas cartas mandadas à Liga, em 24 e 25 de novembro, e anexadas novamente à missiva renviadana quarta-feira, o clube da margem sul do Tejo insurgiu-se contra o valor cobrado pela ecompanhiacontratada pelo organismo, que ddeclaraser «cerca do dobro doaoverbaaapresentadaao Cova Piedade por ecompanhiaespecializada e com histórico de relações comerciais com a Liga».O valor cobrado pela Liga, frisam os piedenses, é de «mais do dobro do valor pago pela SportTV» pela transmissão do encontro, canal que, segundo as cartas anexadas pelo clube, vai ter consentido em modificar a partida para uma data e horário diurno de forma a permitir a transmissão sem necessidade de iluminação artificial.A aquiescência da SportTV vai ter ocorrido já depois de o Cova da Piedade sugeri que o jogo pudesse ser realizado no Estádio do Bonfim, em Setúbal, em acordo com o ponto n.º 7 do artigo 29.º de o Regulamento de Competições , que refere que » admite a Liga no caso de obras exigidas a mudança provisória de estádio ou outra autoridade em os termos regulamentares e legais cuja execução impossibilite o uso de esse equipamento esportivo , «.A carta mandada à Liga, cdeduz «Pelo exposto» e pela «posição reiterada» de elementos do organismo que «fazendo uutilizaçãodas suas funções têm prejudicado sucessivamente o Cova da Piedade, movendo-se por razões inconfessadas, mas que o histórico recente e de conhecimento público explica», o Cova da Piedade – Futebol SAD transmite a sua «firme intenção de encaminhar este tema para as instâncias civis e criminais».

Viseenses não sentiam sabor do triunfo há quatro rondas consecutivas. Almadenses concluíram desafio com nove jogadores e estenderam série negativaO Académico de Viseu venceu, esta segunda-feira, em casa do Cova da Piedade, por 2-0, em jogo da 23.ª jornada da Liga Sabseg, na qual Zé Gomes se estreou como técnico de Viseu e a a equipa anfitriã ficou diminuída a nove elementos.Os visitantes adiantaram-se aos 70 minutos, num remate contente de Yuri Araújo, já depois de Hugo Firmino ter sido expulso com dois cartões amarelos no espaço de um minuto, e fecharam o resultado por Paná , no seguimento de um livre que estimulou igualmente o segundo cartão amarelo a Zarabi.Até ao momento em que Firmino viu dois cartões amarelos em 48 segundos, por duas faltas cometidas sobre João Vasco, o sinal «mais» da partida pendia para a equipa da casa, que tinha beneficiado das duas melhores chances por João Vieira.Após uma má reposição de bola de Ricardo Fernandes, o ponta de lança do Cova da Piedade ultrapassou o «guardião» visitante, mas ficou a reclamar grande penalidade e, já na segunda parte, «penteou» na direção da trave um livre batido por Pepo no lado esquerdo.O piedense Robson também acertou com «estrondo» na trave , mas, na resposta, o Académico de Viseu foi mais eficaz e adiantou-se por Yuri Araújo, num remate de longe, que desviou nas costas do defesa-central Simão Júnior e ‘traiu’ o guarda-redes Adriano Facchini.Eram irritações a mais para o Cova da Piedade, que se arremessou numa tentativa desesperada de recuperar pelo menos um ponto, mas sem qualquer discernimento, e ainda viu Zarabi ser também expulso com dois cartões amarelos em 10 minutos e estar na origem do livre através do qual Paná, de cabeça, estabeleceu o resultado final.Com este desfecho, o Académico de Viseu voltou aas vitórias após quatro derrotas consecutivas e equiparou no 13.º lugar a Oliveirense e o Cova da Piedade, que não vence há exatamente um mês .

Cova da Piedade foi uma clientela de Portugal do município de Almada, com 1,42 quilômetro² de área e 19 904 moradores .

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Setubal, Cova Da Piedade

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Cova da Piedade acusa Liga de reter orçamentos de apostas esportivas de maneira «ilegal»
>>>>>Académico de Viseu finda espiral negativa na visita ao Cova da Piedade – March 08, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Liga 0 51 ORGANIZATION 11 a Liga: 7, (tacit) ele/ela (referent: a Liga): 4
2 da Cova Piedade 0 0 PERSON 8 o Cova_da_Piedade: 5, a Cova_da_Piedade: 1, O Cova_da_Piedade: 1, Cova_da_Piedade: 1
3 valor 300 0 NONE 4 o valor pago: 1, O valor cobrado: 1, o valor cobrado: 1, O valor: 1
4 as instâncias civis e criminais 0 37 NONE 3 (tacit) eles/elas (referent: as instâncias civis e criminais): 3
5 de Viseu 80 0 PERSON 3 Académico_de_Viseu: 1, o Académico_de_Viseu: 2
6 carta 0 0 NONE 3 a carta enviada: 1, uma carta enviada: 2
7 clube 0 0 NONE 3 o clube: 3
8 organismo 0 0 NONE 3 o organismo: 3
9 orçamento 0 0 NONE 3 o orçamento apresentado: 1, as verbas: 2
10 retenção 0 80 NONE 2 a retenção: 2