Por: SentiLecto

Argentino conserva a liderança ao cabo da penúltima etapa.O britânico Sam Sunderland venceu esta quinta-feira a 11.ª e penúltima etapa da 43.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, mas a classificação geral das motas continua a ser liderada pelo argentino Kevin Benavides .Na etapa com a mais longa especial da prova, com 511 quilómetros cronometrados, Sunderland gastou 4:35.12 horas, deixando o chileno Pablo Quintanilla em segundo lugar, a 2.40 minutos e Benavides em terceiro, a 6.24 minutos.O espanhol Joan Barreda , um dos favoritos àovtriunfo falhou a paragem no primeiro ponto de afornecimento ao quilómetro 174, e acabou por ficar sem combustível ao quilómetro 267.O reabastecimento é obrigatório e implica uma paragem regulamentar de 20 minutos, de forma a que os pilotos possam descansar, sob pena de uma penalização de dois minutos por cada período de 30 segundos a menos que não seja respeitado. A ausência de paragem implica a punição de mais de uma hora.Se o transportou em o helicóptero médico de a organização para o acampamento, barreda acabou mesmo por requerer assistência médica e.O luso-germânico Sebastian Bühler foi o melhor das cores nacionais, na 12.ª posição, com Rui Gonçalves no 14.º lugar, enquanto Joaquim Rodrigues Jr. foi 18.º.Na geral, que continua a ser liderada por Kevin Benavides, da equipa Honda, dirigida por Ruben Faria, os três primeiros estão separados por pouco mais de sete minutos.Enquanto o de Noruega Ricky Brabec , ganhador em 2020, está a 7.13, com o triunfo de hoje, Sunderland é, agora, segundo, a 4.12 de Benavides.Joaquim Rodrigues Jr. perdeu um lugar nos 10 primeiros por somente quatro minutos, estando em 11.º, a 2:18.58 horas do líder. Bühler é 15.º e Rui Gonçalves é 19.º.Na sexta-feira disputa-se a 12.ª e última etapa, entre Yanbu e Jeddah, com 452 quilómetros, 225 deles cronometrados, com algumas dunas no caminho.

Stephane Peterhansel conservou a liderança nos automóveisO saudita Yazeed Al-Rajhi venceu hoje a 10.ª de 12 etapas da 43.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, num dia em que o francês Stephane Peterhansel conservou a liderança nos automóveis.Esta foi o segundo triunfo de Al-Rajhi este ano, gastando 3:03.57 horas para satisfazer os 342 da especial de hoje, que ligou Neom a Al-Ula, deixando o catari Nasser Al-Attyiah na segunda posição, a 2.04 minutos, e Peterhansel em terceiro, a 2.53.O lituano Benediktas Vanagas , navegado pelo português Filipe Palmeiro, foi 12.º, a 11.16 minutos, enquanto Ricardo Porém perdeu hoje mais de meia hora e concluiu temporariamente em 26.º, a 34.31 minutos.Peterhansel conserva o comando da prova dos automóveis, com 17.01 minutos de benefício sobre Al-Attyiah, que é segundo, com o espanhol Carlos Sainz a fechar os lugares do pódio, já a 1:03.44 horas.Vanagas e Palmeiro estão, agora, em 11.º lugar, enquanto Porém segue em 20.º.Na quinta-feira disputa-se a 11.ª e penúltima etapa, entre Al-Ula e Yanbu, com 557 quilómetros, 511 deles cronometrados, sendo a especial mais longa da prova, incluindo quase uma centena de quilómetros de dunas.

Na terça-feira 05 de janeiro ruía Gonçalves foi o melhor português, ao concluir na nona posição.O australiano Toby Price venceu a terceira das 12 etapas das motas na 43.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, num dia em que o de Noruega Skyler Howes subiu à liderança.Price concluiu os 403 quilómetros da especial de hoje, de um total de 630 quilómetros, em redor de Wadi Ad-Dawasir, na Arábia Saudita, com o tempo de 3:33.23 horas, deixando o argentino Kevin Benavides a 1.16 minutos, na segunda posição. O de Australia Mathias Walkner foi o terceiro, a 2.36 minutos do ganhador.No entanto, Skyler Howes, que concluiu a etapa na quarta posição, a 6.16 minutos de Price, ascendeu à liderança da classificação das motas, aproveitando o dia negativo dos pilotos que t tiveram_de abrira pista, o espanhol Joan Barreda , o norte-americano Ricky Brabec e o chileno Pablo Quintanilla , que perderam mais de 20 minutos.O estreante Rui Gonçalves foi o melhor português ao concluir na nona posição, a 12.19 minutos de Price. Joaquim Rodrigues Jr. foi 18.º, a 16.28 minutos e Sebastian Bühler 21.º, a 18.03 minutos.Na geral, Howes ascendeu à liderança da prova pela primeira vez na sua carreira. Aos 28 anos, satisfazia a terceira participação no Dakar, tendo abandonado em 2019 e concluído em nono em 2020.Faz 2 anos, já venceu o Rali Sonora, o Dakar Challenge e o rali de Marrocos.Hoje agarrou o comando do Dakar, com 33 segundos de benefício sobre Kevin Benavides na Honda. Kevin Benavides é pupilo do português Ruben Faria. O francês Xavier de Soultrait era terceiro, a 1.28 minutos, com Toby Price logo atrás, a 1.52 minutos.O anterior líder, Joan Barreda, desceu para oitavo, a 9.02 minutos. Joaquim Rodrigues Jr. era o melhor piloto de Lusaka, no 18.º lugar, a 21.02 minutos do comandante. ruía Gonçalves era 22.º, a 36.41 minutos e Bühler 24.º, a 40.16.Quarta-feira disputava-se a quarta etapa, entre Wadi Ad-Dawasir e Riade, com 685 quilómetros, 457 deles disputados ao cronómetro.

Sam Sunderland é um piloto britânico de rali baseado em Dubai, mais conhecido por sua participação no Rali Dakar, em que ele ganhou a edição de 2017 na categoria de motocicletas.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Dakar’2021: Sunderland vence 11.ª etapa e Benavides conserva liderança nas motas
>>>>>Yazeed Al-Rajhi (Toyota) venceu décima etapa do Dakar – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Skyler Howes 80 260 PERSON 7 (tacit) ele/ela (referent: Howes): 3, o norte-americano Skyler_Howes: 1, Howes: 1, Skyler_Howes: 2
2 etapa 0 0 NONE 7 penúltima etapa: 3, última etapa: 1, a quarta etapa: 1, a etapa: 2
3 Joan Barreda 0 70 PERSON 5 Barreda: 1, Joan_Barreda: 1, (tacit) ele (referent: Barreda): 1, O espanhol Joan_Barreda: 1, (tacit) ele/ela (referent: O espanhol Joan_Barreda): 1
4 Sam Sunderland 245 0 PERSON 5 Sunderland: 2, ele (referent: Sam_Sunderland): 1, Sam_Sunderland: 1, O britânico Sam_Sunderland: 1
5 Sebastian Bühler 100 0 PERSON 5 Sebastian_Bühler: 1, (tacit) ele/ela (referent: Bühler): 1, O luso-germânico Sebastian_Bühler: 1, Bühler: 2
6 Rui Gonçalves 100 120 PERSON 4 O estreante Rui_Gonçalves: 1, Gonçalves: 2, Rui_Gonçalves: 1
7 liderança 240 0 NONE 4 a liderança: 4
8 Joaquim Rodrigues Jr. 100 0 PERSON 4 Joaquim_Rodrigues_Jr. era o melhor piloto luso em o 18: 1, Joaquim_Rodrigues_Jr.: 3
9 Stephane Peterhansel 75 0 PERSON 4 Stephane_Peterhansel: 1, Peterhansel: 1, Peterhansel em terceiro a 2.53: 1, o francês Stephane_Peterhansel: 1
10 Kevin Benavides 0 0 PERSON 4 Benavides: 2, Kevin_Benavides (apposition: pupilo de o português Ruben_Faria): 1, o argentino Kevin_Benavides: 1