Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Sebastien loeb, sofia, 2010

11.ª e penúltima etapa dos automóveis na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno.O espanhol Carlos Sainz venceu a 11.ª e penúltima etapa dos automóveis na 44. ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, enquanto o francês Sébastien Loeb, que sainz, ganhador das edições de 2010, 2018 e 2020, conquistou a 41, voltou a ganhar tempo ao líder, o catari Nasser Al-Attiyah . ª triunfo em etapas no prova, segundo do presente edição, ao deduzi os 345 quilómetros cronometrados de hoje, em Bisha, na Arábia Saudita, em 3:29.32 horas.Sébastien Loeb foi segundo, a 2.21 minutos, e ganhou mais 4.21Nasser Al-Attiyah que foi somente sétimo classificado. Nasser Al-Attiyah é o líder. Nasser Al-Attiyah é o líder. O argentino Lúcio Alvarez foi o terceiro classificado do dia, a 3.10 minutos de Sainz.Com estes resultados, Al-Attiyah tem, agora, 28.19 minutos de benefício sobre Loeb e 1:03.43 horas sobre o saudita Yazeed Al Rajhi , terceiro classificado da geral.

Nasser Al-Attiyah , líder nos carros do Dakar’2022, admitiu que apanhou «um grande susto» na oitava etapa.Nos carros, o sueco Mathias Ekström venceu uma etapa no Dakar pela primeira vez, depois de já ter ganho na Corrida dos Campeões, no DTM, no Ralicrosse e no ETCR, deixando o de Francia Stéphane Peterhansel a somente 49 segundos, na segunda posição, com o também francês Sébastien Loeb em terceiro, a 03.08 minutos.Com este resultado, Loeb ganhou cerca de sete minutos ao catari Nasser Al-Attiyah que esta segunda-feira apanhou «um grande susto», ao ver o diferencial traseiro sobreaquecer, percorrendo grande parte da tirada só com tração dianteira. O catari Nasser Al-Attiyah é o líder.»Jamais podemos menosprezar este rali. Tive bastante medo», admitiu, no final da etapa em que foi 11.º, o piloto da Toyota, que lidera, agora, com 37.58 minutos de benefício para Loeb e 53.13 para o saudita Yazeed al Rajhi .Miguel Barbosa foi 36.º na tirada desta segunda-feira, concluindo a 1:09.06 horas do ganhador, escalando 12 posições até ao 35.º lugar da geral.»A etapa foi bastante longa. Foi um dia de extremo rigor. Os primeiros 200 quilómetros eram de dunas de nível dois e três, bastante mais difíceis. A areia também era bastante mais quente e mole. Fizemos uma etapa tranquila. A nossa preocupação foi a de não registar problemas porque sabíamos que isso nos iria complicar a vida até porque tínhamos também uma longa ligação no fim. Passámos por muitos carros acidentados, com problemas mecânicos. Conseguimos fazer uma etapa certinha, correu tudo bem e estamos cumpridos por isso», contou.Nos veículos ligeiros, Mário Franco foi 11.º, a 53.32 minutos do ganhador, novamente o de Noruega Seth Quintero , que persegue o recorde de 11 etapas conquistadas numa mesma edição. Até agora, falhou somente a segunda.Nos SSV, Luís Portela de Morais foi sétimo, a 15.40 minutos do ganhador, o de Polinesia Francesa Marek Goczal , e Rui Oliveira o 16.º.»Deduzimo mais uma etapa sem problemas nem sustos e estamos bastante contentes. No final ainda furámos, o que nos fez perder algum tempo, mas de resto correu tudo bastante bem. Terça-feira faremos uma especial mais curta, no entanto, não acredito que seja mais fácil. Vamos conservar o foco no nosso objetivo que é chegar ao fim deste Dakar», enquanto Rui Oliveira é 17, declarou Luís Portela de Morais, que é oitavo da geral.º.Terça-feira disputa-se a nona etapa, em torno de Wadi Ad-Dawasir, com 287 cronometrados.Joaquim Rodrigues Jr. foi 11.º colocado, a 6.43 minutos do ganhador, Rui Gonçalves foi 16.º, a 8.31, e Faz 8 meses, António foi 22.º, a 10.52.O chileno Jose Ignacio Cornejo venceu esta a nona etapa das motas na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, em Wadi Ad-Dawasir, num dia em que o de Australia Matthias Walkner ascendeu à liderança.Cornejo gastou 2:29.30 horas para satisfazer os 287 quilómetros cronometrados da etapa em torno de Wadi Ad-Dawasir, deixando o argentino Kevin Benavides na segunda posição, a 1.26 minutos e o norte-americano Ricky Brabec em terceiro, a 1.47.O de Australia Matthias Walkner foi quarto classificado na tirada, a 2.06 do ganhador, mas ascendeu ao comando da classificação, pois o anterior líder, o britânico Sam Sunderland , perdeu tempo a abrir a pista e foi, temporariamente, 14.º classificado.Joaquim Rodrigues Jr. foi 11.º colocado, a 6.43 minutos do ganhador, Rui Gonçalves foi 16.º, a 8.31, e Faz 8 meses, António foi 22.º, a 10.52.Na classificação geral, Walkner tem, agora, 2.12 minutos de benefício sobre Sunderland e 3.56 minutos sobre o de Franciade Francia Adrien van Beveren , que é terceiro posicionado.Joaquim Rodrigues Jr. conserva, para já, o 15.Faz 8 meses, º lugar António Maio subiu a 24.º, a 2:12.06 horas, e Rui Gonçalves é 26.º, a 2:29.31 horas.O de Portugal Rui Gonçalves foi esta quarta-feira oitavo classificado, a 6.49 minutos e a somente 20 segundos do quinto lugar. Joaquim Rodrigues Jr. foi 14.º classificado, a 8.36 minutos, e Faz 8 meses, António foi 17.º, a 10.39.O australiano Toby Price venceu esta quarta-feira a 10.ª e antepenúltima etapa da 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, num dia em que o francês Adrien van Beveren retornou ao comando da prova nas motas.Price gastou 3:05.32 horas para satisfazer os 375 quilómetros cronometrados entre Wadi Ad Dawasir e Bisha, na Arábia Saudita.O argentino Luciano Benavides foi segundo, a 2.09 minutos de Price, com Adrien van Beveren a ser terceiro, a 3.35 minutos, resultado que lhe valeu o retorno ao comando da prova.O de Portugal Rui Gonçalves foi esta quarta-feira oitavo classificado, a 6.49 minutos e a somente 20 segundos do quinto lugar. Joaquim Rodrigues Jr. foi 14.º classificado, a 8.36 minutos, e Faz 8 meses, António foi 17.º, a 10.39.O espanhol Joan Barreda tinha concluído, inicialmente, na terceira posição, mas uma punição de 4.00 minutos atirou-o para nono, atrás de Rui Gonçalves.Na geral, Adrien van Beveren recuperou a liderança que já tinha tido após a sétima etapa, agora com o tempo de 33:27.06 horas e com 5.59 minutos de progressão sobre o britânico Sam Sunderland , que hoje perdeu 11 minutos e não foi além da 19.ª posição na etapa.O chileno Pablo Quintanilla é terceiro, apesar de hoje ter sido penalizado em dois minutos, estando a 6.15 minutos do primeiro lugar.O anterior líder, o de Australia Mathias Walkner , perdeu mais de 15 minutos a abrir a pista e caiu para quarto da geral, a 8.24 minutos.Joaquim Rodrigues subiu mais um lugar e é, agora, 14.º, a 1:00.02 horas do líder, enquanto António Maio é 23.º e Rui Gonçalves 24.º.

Na quarta-feira 05 de janeiro depois de uma punição de dois minutos ao saudita Yazeed Al-Rajhi por excesso de velocidade.O qatari Nasser Al-Attiyah venceu a quarta etapa dos carros no rali Dakar de todo-o-terreno, na Arábia Saudita, depois de uma punição de dois minutos ao saudita Yazeed Al-Rajhi por excesso de velocidade.Desta forma, Nasser Al-Attiyah viu ser-lhe creditada a 44.ª triunfo da carreira no Dakar, no quarto etapa do 44.ª edição da prova, que se disputava até dia 14 de janeiro.Al-Attiyah lamentou: » preferia não ser o primeiro em pista na etapa de «, pois os carros partiam antes das motas.O piloto da Toyota gastou 3:54.40 horas para satisfazer os 465 quilómetros cronometrados entre Al Qaisumah e Riade, na Arábia Saudita, deixando o de Francia Sébastien Loeb na segunda posição, a 25 segundos.» preferia partir atrás dele do que à frente, pois na etapa de quinta-feira não teremos as motas a partir antes de nós e a deixar marcas em pista», frisou Loeb.Em terceiro lugar acabou o espanhol Carlos Sainz , que viu partir-se uma peça da transmissão traseira do seu RS e-Tron elétrico, que lhe teria roubado o triunfo no troço.O madrileno, de 59 anos enfatizou: «Foi uma pena, porque vínhamos em posição de vencer».O dia ficou ainda marcado pelas avarias do sul africano Henk Lategen , do espanhol Nani Roma e do de Francia Stéphane Peterhansel , que precisaram de esperar pelo camião de assistência para continuar, perdendo muito tempo.O dia foi de azar também para o navegador de Portugal Filipe Palmeiro, que viu o o lituano Benediktas Vanagas capotar o Toyota em que seguiam, sem aparentes consequências físicas. O lituano Benediktas Vanagas é seu piloto.Já Miguel Barbosa foi 43.º na etapa de hoje, a 1:22.28 horas do ganhador.Com estes resultados, Nasser Al-Attiyah tem, agora, 38.05 minutos de benefício sobre Sébastien Loeb, que era segundo, e 49.15 sobre Yazeed Al-Rajhi, que era terceiro.

Sébastien Loeb é um piloto de Francia de rali, ganhador do Campeonato Mundial de Rali de 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011 e 2012 sempre pela Citroën e com o navegador Daniel Elena.

Carlos Sainz Cenamor é um piloto espanhol de rali pai do piloto de F1 Carlos Sainz Jr. e duas vezes campeão do Campeonato Mundial de Rali .

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Dakar’2022: Sainz vence etapa pela 41.ª vez e Loeb ganha tempo ao líder
>>>>>»Nunca podemos subestimar este rali. Tive muito medo» – (ojogo-pt)
>>>>>Dakar’2022: Cornejo vence nona etapa nas motas, Walkner sobe à liderança – (ojogo-pt)
>>>>>Dakar’2022: Price vence décima etapa nas motas, Van Beveren reassume liderança – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 440 80 NONE 16 nos: 2, (tacit) nós: 14
2 Sébastien Loeb 0 0 PERSON 11 Loeb: 4, (tacit) ele/ela (referent: Sébastien_Loeb): 1, (tacit) ele/ela (referent: Loeb): 2, o francês Sébastien_Loeb: 1, Sébastien_Loeb: 3
3 etapa 145 0 NONE 10 a oitava etapa: 1, a sétima etapa: 1, a nona etapa: 1, a etapa: 1, A etapa: 1, uma etapa certinha: 1, antepenúltima etapa: 1, uma etapa: 2, uma etapa tranquila: 1
4 Rui Gonçalves 160 60 PERSON 8 O português Rui_Gonçalves: 2, Gonçalves: 1, Rui_Gonçalves: 4, (tacit) ele/ela (referent: Gonçalves): 1
5 Matthias Walkner 0 0 PERSON 8 (tacit) ele/ela (referent: O austríaco Matthias_Walkner): 1, O austríaco Matthias_Walkner: 1, Walkner: 1, (tacit) ele/ela (referent: o austríaco Mathias_Walkner): 3, o austríaco Matthias_Walkner: 1, O anterior líder o austríaco Mathias_Walkner e a 8.24 minutos: 1
6 eu 0 40 NONE 7 (tacit) eu: 7
7 Nasser Al-Attiyah 0 36 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Nasser_Al-Attiyah líder em os carros de o Dakar): 1, Nasser_Al-Attiyah (apposition: o líder): 2, Nasser_Al-Attiyah líder em os carros de o Dakar: 1, Nasser_Al-Attiyah: 2
8 Carlos Sainz Cenamor 150 0 PERSON 6 Sainz: 1, O espanhol Carlos_Sainz: 1, o espanhol Carlos_Sainz: 2, Carlos_Sainz_Cenamor: 1, (tacit) ele/ela (referent: o espanhol Carlos_Sainz): 1
9 Adrien van Beveren 0 0 PERSON 6 o francês Adrien_van_Beveren: 3, (tacit) ele/ela (referent: Adrien_van_Beveren): 1, Adrien_van_Beveren: 2
10 António 0 0 PERSON 6 António: 6