Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Sepang Victory (2017) (cropped)

Miguel Oliveira, que declara estar com «bom ritmo de corrida», lamenta volta invalidada , masO de Portugal Miguel Oliveira lamentou ter visto a sua melhor volta invalidada na qualificação para o Grande Prémio de Espanha de MotoGP, em que foi 16.º, mas admite «bom ritmo» para a corrida de domingo.»O que podemos fazer? O sistema vai na direção certa. O problema é que os nossos pneus são largos e podemos ativar o sensor sem passar os limites da pista», frisou o piloto de Almada, que acabou na 16.ª posição, com o tempo de 1.37,746 minutos.Com a volta invalidada, o piloto da KTM perdeu três posições na grelha. «Estamos aqui a pilotar nos limites. Não é bom ter uma volta cancelada. Faz diferença, porque são três posições. Temo que trabalhar melhor isso», frisou.Ainda assim, Miguel Oliveira refere ter «um bom ritmo de corrida», facto que o deixa «contente e mais confortável». «A posição de saída é longe dos nossos objetivos. Daremos o nosso melhor, fazer uma boa corrida e concluir», enfatizou Miguel Oliveira.Num fim de semana em que vários esportista aderiram a um boicote às redes sociais em protesto contra os abusos que ali se verificam, o piloto pde Portugallamenta que se escreva nas redes sociais sem atender ao facto «de se ferir os sentimentos das pessoas».»As redes sociais são um campo aberto de opiniões. As pessoas acham-se no direito de escrever o que lhes apetece sem pensar se ferirão os sentimentos dos outros», realçou o almadense, que não tinha conhecimento do protesto.Miguel Oliveira admite que lê algumas observações.»Sinceramente, é inevitável que algum ou outro observação não fuja. Mas tenho muitas mais pessoas a apoiarem do que a criticar. É normal haver crítica, haver pessoas que desejem o meu bem e outras que me desejem ver padecer. É inimaginável comprazer a todos», declarou.O piloto da KTM declara-se consciente de que «a MotoGP [em Portugal] tem ganho atividade crescente» devido à sua participação e «isso faz com que as pessoas pensem que percebem mbastanteda modalidade», quando «foram poucas» as que o acompanharam desde o icomeço numa altura «em que nem sequer havia redes sociais».O GP de Espanha de MotoGP é a quarta ronda da temporada e disputa-se no domingo, no circuito de Andorra de Jerez de la Frontera.

Piloto de Portugal da KTM espera obter «resultado sólido» no Grande Prémio de Espanha.O piloto de Portugal Miguel Oliveira alegou esta quinta-feira que espera um «resultado sólido» no Grande Prémio de Espanha de MotoGP, referindo que a equipa tem potencial para alcançar um bom resultado.»Desejamo ter um resultado sólido. Temos potencial, no Catar e Portimão éramos dos mais fortes para conseguir bons resultados, mas não foi possível conseguir os resultados que pretendíamos», alegou em conferência de jornalismo.No circuito de Espanha de Jerez de la Frontera, Miguel Oliveira espera que os pneus, que têm provocado diversos problemas neste arranque de temporada, «não sejam tema».Ainda que o MotoGP está cada vez mais competitivo, o piloto de Portugal considerou e que o futuro pertence a esta nova geração. «Hoje em dia é necessário bastante trabalho para aqui chegar e para aqui continuar. Já era difícil estar aqui, mas nos últimos cinco a sete anos ficou ainda mais difícil. O futuro é desta jovem geração», referiu.O Grande Prémio de Espanha de MotoGP decorrerá no domingo, dia 02 de maio. Miguel Oliveira chega à quarta prova da temporada no 18.º lugar do Mundial, com quatro pontos, em igualdade com Valentino Rossi e Luca Marini. O de Francia Fabio Quartararo lidera o Mundial de MotoGP com 61 pontos, seguindo-se Francesco Bagnaia com 46 e Maverick Viñales com 41.Piloto de Portugal da KTM fez o melhor tempo na 17.ª volta da segunda sessão.O de Portugal Miguel Oliveira concluiu esta sexta-feira na sétima posição as duas primeiras sessões de treinos livres do Grande Prémio de Espanha de MotoGP, que decorre este fim de semana em Jerez de la Frontera.O piloto de Portugal fez o seu melhor tempo em 1.37,816 minutos na 17.ª das 20 voltas que efetuou ao traçado de Andorra na segunda sessão, melhorando meio segundo relativamente ao tempo que na primeira sessão, esta manhã, lhe valeu, também, o sétimo lugar.O tempo de Oliveira foi 0,607 segundos mais lento do que o do mais rápido do dia, o de Italiade Italia Francesco Bagnaia , que bateu o francês Fábio Quartararo e o espanhol Aleix Espargaró .Com estes resultados, o piloto de Almada garante, temporariamente, um lugar direto no segundo período da qualificação , que se disputa no sábado.Nota ainda para o 16.º lugar do espanhol Marc Márquez , o único piloto que não conseguiu melhorar o seu tempo da manhã.O GP de Espanha de MotoGP é a quarta ronda da temporada e sucede ao GP de Portugal, ganho por Fábio Quartararo que, assim, ascendeu à liderança do campeonato.Miguel Oliveira, que não pontuou no Algarve depois de padecer uma queda nas primeiras voltas da corrida, chega à prova andaluza na 18.ª posição do campeonato, com quatro pontos e a 57 do líder.Piloto de Portugal concluiu os primeiros treinos livres do Grande Prémio de Espanha no sétimo lugar.O de Portugal Miguel Oliveira considerou esta sexta-feira ter tido «um começo sólido» de fim de semana no Grande Prémio de Espanha de MotoGP, que se disputa em Jerez de la Frontera, depois de ter sido sétimo classificado nos primeiros treinos livres.»Não foi um dia fantástico, mas também não foi dos piores. Tivemos um começo sólido. Desejávamo ter sido mais rápidos com o pneu utilizado. Ainda temos trabalho a fazer para amanhã [sábado], mas no final deste dia as coisas são positivas. Esperemos que sábado seja um dia melhor», iniciou por declarar o piloto de Almada, aos jornalistas, na conferência de jornalismo após as duas sessões do dia.O objetivo do piloto de Portugal da KTM é «entrar diretamente na Q2″, o segundo período da qualificação, que se disputa sábado.Para isso, terá de conservar um lugar entre os dez mais rápidos na terceira sessão de treinos livres, que se disputa sábado de manhã.Em relação às três provas anteriores, incluindo o GP de Portugal, os compostos dos pneus são diferentes em Espanha, o que, aparentemente, deixa as KTM mais à vontade.»Declararia que é a primeira vez que temos um composto duro e condições em que podemos utilizar um composto duro. Se isso vai estar diretamente ligado ao nosso performance, não sei. Estamos a tentar que a mota seja mais amigável com os compostos macios ao longo do ano, pois nem sempre vamo ter os duros», frisou Miguel Oliveira, que vai fazer um teste no circuito de Andorra na segunda-feira, «que vai ser muito útil».Miguel Oliveira destaca que «ainda há trabalho a fazer» para sábado, até porque acredita que «todo o pelotão melhorará os seus tempos».O GP de Espanha de MotoGP é a quarta ronda da temporada e sucede ao GP de Portugal, ganho por Fábio Quartararo que, assim, ascendeu à liderança do campeonato.Miguel Oliveira, que não pontuou no Algarve depois de padecer uma queda nas primeiras voltas da corrida, chega à prova andaluza na 18.ª posição do campeonato, com quatro pontos e a 57 do líder.

No domingo 18 de abril Miguel Oliveira após queda no Grande Prémio de Portugal, que ainda concluiu, no 16º posto.O piloto de Portugal Miguel Oliveira teve um «dia bastante desapontante» ao padecer uma queda no Grande Prémio de Portugal de MotoGP, que o deixou no 16.º e último lugar, concluindo «por respeito à equipa e aos portugueses».O piloto de Almada, que saiu da 10.ª posição da grelha, não teve «um arranque bastante bom», pois sentiu «obstáculos no começo para parar a mota».» sentia o pneu dianteiro a mexer-se bastante nas travagens e isso tornou ainda mais difícil ultrapassar», iniciou por explicar o piloto luso, em declarações transmitidas pela equipa KTM.Oliveira acabaria por cair quando a frente da sua RC16 escorregou na curva 14.»Peguei na mota e continuei até ao fim por respeito à equipa, aos telespetadores e aos fãs pde Portugal Não era este o espetáculo que eu desejava dar. tínhamo que ultrapassar isto e concentrarmo-nos no futuro», deduziu Miguel Oliveira.O português concluiu a uma volta do ganhador, o francês Fabio Quartararo e desceu ao 18.º lugar do campeonato, com quatro pontos.

Miguel Ângelo Falcão de Oliveira é um piloto de motociclismo de Portugalde Portugal que participa na categoria de MotoGP com a equipa Red Bull KTM Factory Racing.

Almada é uma cidade de Portugal pertencente ao distrito de Setúbal e na Área Metropolitana de Lisboa, sendo a nona cidade mais populosa de Portugal, com cerca de 95 000 moradores.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Almada

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»Estamos aqui a pilotar nos limites, não é bom ter uma volta cancelada»
>>>>>Miguel Oliveira confiante na melhoria e com um desejo: «Espero que não sejam assunto» – (ojogo-pt)
>>>>>MotoGP: Miguel Oliveira em sétimo nos treinos livres do GP de Espanha – April 30, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Fórmula 1: dia de primeiros treinos livres no Grande Prémio de Portugal – April 30, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>GP de Portugal está a chegar: primeiros posters das equipas já são conhecidos – April 27, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Duelo entre Hamilton e Verstappen aquece GP de Portugal de Fórmula 1 – April 28, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Ferrari fez o candidato a mais belo cartaz de promoção do GP de Portugal – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Fórmula 1: Valtteri Bottas domina primeira sessão de treinos livres do GP de Portugal – April 30, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Portugal na história da Fórmula 1: de Ayrton Senna ao mais vitorioso de sempre – (ojogo-pt)
>>>>>Miguel Oliveira: «Não foi um dia fantástico, mas também não foi dos piores» – April 30, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Miguel Oliveira 505 111 PERSON 33 Miguel_Oliveira com bom ritmo de corrida: 2, (tacit) ele/ela (referent: Miguel_Oliveira): 6, Oliveira: 1, Miguel_Oliveira: 18, o (referent: Miguel_Oliveira): 1, O português Miguel_Oliveira: 2, (tacit) ele/ela (referent: Oliveira): 1, (tacit) ele/ela (referent: O português Miguel_Oliveira): 2
2 nós 688 140 NONE 19 nos: 1, (tacit) nós: 18
3 eu 0 0 NONE 11 (tacit) eu: 9, me: 1, eu: 1
4 piloto 100 50 NONE 7 o piloto português: 1, O piloto português: 4, Piloto português: 1, o único piloto: 1
5 ª posição de a grelha 0 40 NONE 4 a (referent: ª posição de a grelha): 1, (tacit) ele/ela (referent: ª posição de a grelha): 3
6 redes 80 0 NONE 4 as redes sociais: 2, As redes sociais: 1, redes sociais: 1
7 GP de Portugal 0 0 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: o GP_de_Portugal): 1, o GP_de_Portugal: 3
8 o Grande_Prémio_de_Espanha_de_MotoGP 0 0 PLACE 4 o Grande_Prémio_de_Espanha_de_MotoGP: 3, O Grande_Prémio_de_Espanha_de_MotoGP: 1
9 pessoas 0 0 NONE 4 mais pessoas: 1, as pessoas: 1, As pessoas: 1, pessoas: 1
10 ª de as 20 voltas também o sétimo lugar 300 0 NONE 3 ª de as 20 voltas também o sétimo lugar: 3