Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Enseada Botafogo

Se a estendeu em as arquibancas de o Estádio Nilton Santos, antes de a bola rolar para o clássico entre Botafogo e Flamengo, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro, uma faixa com o declarar «aqui prezamos pelas vidas». O ato, obviamente, não comprouve ao lado rubro-negro. que ameaçou ir ao Superior Tribunal de Justiça. Posteriormente, funcionários do clube alvinegro a retiraram.

«Esperando por um dos derbies mais importantes que joguei no Brasil. Botafogo x Flamengo no Brasileirão. Nunca vou esquecer as sensações inacreditáveis que os Botafoguenses me deram antes dessas partidas. Mando bastante afeição a todos os meus fãs de Brasil e a todo Brasil», escreveu o ex-jogador de 44 anos.O time do Algarve é o 15º colocado do Campeonato Português atualmente, com sete pontos em oito jogos.Atualmente, o time do Algarve é o 15º colocado do Campeonato Português, com sete pontos em oito jogos.

Na sábado 28 de novembro o Botafogo exibiu oficialmente o técnico Eduardo Barroca em o estádio Nilton Santos. O treinador chegava após a saída de Ramón Diáz, que deixou o alvinegro antes mesmo de estrear em campo.

Botafogo é um bairro da Zona Sul do município do Rio de Janeiro, no Brasil.

Faixa que vai ficar na arquibancada do Botafogo hoje:»AQUI PREZAMOS PELAS VIDAS» pic.twitter.com/5nBQDaCQ6g

Clássico: Flamengo e Botafogo recorrem a ‘convênio’ e chamadas de vídeo para fugir de crises particulares

Horas antes de Botafogo e Flamengo entrarem em campo pelo Brasileirão, um personagem importante na história do alvinegro postou sobre o clássico em tom de nostalgia. Clarence Seedorf, que defendeu o Botafogo entre 2012 e 2014, já participou do derby algumas vezes, e declarou que foi um dos mais importantes da sua carreira.

Nas redes sociais, Rodrigo Dunshee de Abranches pediu para que o Botafogo retirasse a faixa do local e se o desejo não fosse satisfeito, ameaçou ir ao STJD. Rodrigo Dunshee de Abranches é o vice-presidente jurídico do Flamengo. Cacau Cotta também tentou contato com o Alvinegro. Cacau Cotta é o vice-presidente de relações externas.

«Vou utilizar esse espaço para pedir ao presidente do Botafogo que retire essa faixa agressiva que é deselegante e tenho certeza que não partiu dele, mas se ele permitir vai ser. Acho que isso não precisa virar uma questão que seja enviada ao STJD. Somos oponentes e não opositores», escreveu Dunshee.

Vou utilizar esse espaço para pedir ao presidente do Botafogo que retire essa faixa agressiva que é deselegante e tenho certeza que não partiu dele, mas se ele permitir vai ser. Acho que isso não precisa virar uma questão que seja enviada ao STJD. Somos oponentes e não opositores.

O Botafogo não colocou a faixa, mas por uma torcida coordenada do clube alvinegro. Incluíram-se outras mensagens provocativas em clássicos anteriores, também e não foram retiradas.

A deste sábado chama atenção porque, nesta semana, os muros de General Severiano foram pichados com ameaças de morte aos jogadores do Botafogo.

Faz 1 ano, o EXTRA conversou com pessoas próximas a o movimento que alegaram, que a faixa de a torcida de o Botafogo não faz referência a o incêndio de o Ninho do Urubu, mas sim uma manifestação oposto a volta do futebol em meio à pandemia da Covid-19.

Porém, nas redes sociais, o ‘Movimento Ninguém ama como a gente’ se demonstrou.

«Gostaríamos de destacar alguns fatos sobre a faixa «Aqui prezamos pelas vidas.

1) A faixa não tem absolutamente nada a ver com nenhum outro clube, seja ele qual for.

2) A faixa é uma reafirmação do orgulho que sentimos em ver nosso clube tomar a iniciativa que consideramos adaptada em meio a pandemia.

3) O BOTAFOGO acaba de conseguir um patrocínio onde a postura do clube diante da pandemia foi primordial para a marca que nos patrocina.

4) Nos estranha o fato de alguém se aborrecer ao ver uma faixa com os declarare «Aqui prezamos pelas vidas». Teria que ser norma e acreditamos que todos clubes pensam ou ao menos teriam que pensar dessa maneira e priorizar a vida mais do que dinheiro, títulos ou seja lá o que for.

2) A faixa é uma reafirmação do orgulho que sentimos em ver nosso clube tomar a iniciativa que consideramos adaptada em meio a pandemia.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Flamengo ameaça ida ao STJD contra Botafogo por faixa no Nilton Santos
>>>>>Seedorf posta sobre Botafogo x Flamengo: ‘Um dos derbies mais importantes que joguei’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Descontente com o Botafogo, Honda tem proposta de time português, diz imprensa japonesa – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Descontente com o Botafogo, Honda tem proposta de clube português, diz imprensa japonesa – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 0 NONE 12 (tacit) eu: 11, me: 1
2 faixa 0 380 NONE 10 A faixa: 1, essa faixa agressiva: 4, Faixa: 2, uma faixa: 1, a faixa: 1, faixa: 1
3 nós 108 0 NONE 10 (tacit) nós: 10
4 Botafogo 0 0 PERSON 6 Botafogo: 1, o Botafogo: 4, Botafogo x Flamengo em o Brasileirão: 1
5 uma reafirmação de o orgulho 320 0 NONE 4 uma reafirmação de o orgulho: 4
6 Clarence Seedorf 0 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: Clarence_Seedorf): 2, Clarence_Seedorf: 2
7 certeza 0 0 NONE 4 certeza: 4
8 pandemia 0 150 NONE 3 a pandemia: 1, pandemia: 2
9 Rodrigo Dunshee de Abranches 0 30 PERSON 3 Rodrigo_Dunshee_de_Abranches (apposition: o vice-presidente jurídico de o Flamengo): 1, (tacit) ele/ela (referent: Rodrigo_Dunshee_de_Abranches): 1, Dunshee: 1
10 as vidas 0 0 ORGANIZATION 3 as vidas: 3