Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Templo de Diana, Évora-55

Federação montou calendário ao encontro das ambições das equipas, ao evitar grandes paragens entre as provas fulcrais. Podium coordena Volta ao Alentejo e a Portugal, esta de 4 a 15 de agosto.Faz 1 mês, a Federação Portuguesa de Ciclismo exibiu o novo calendário para esta época, depois de o arranque em fevereiro ter sido protelado. A evolução pandémica ou os obstáculos financeiros dos organizadores podem levar a correções futuras, mas para já está no plano a execução de 59 dias de corrida, tantos como em 2019, mas distribuídos por seis meses. Em 1 mês, a primeira prova vai ser de a Taça de Portugal, em Anadia, a, e a última o Festival de Pista, em Tavira, a 5 de outubro.O plano mostra evolução: os ciclistas há bastante que reclamavam da ausência de competição após a Volta ao Alentejo, com frequência em março, e agora vai haver pelo menos três provas mensais.A Volta ao Algarve está confirmada de 5 a 9 de maio e o pelotão vai mudar logo a seguir para o Grande Prémio O JOGO, que sobe para quatro dias, entre 13 e 16 de maio, completando duas semanas de aumentado interesse. Em 3 meses, vai haver Abimota, uma nova corrida de quatro dias, o Grande Prémio Douro Internacional, em junho, e a Volta ao Alentejo, que vai partir a 23 de junho, numa organização da Podium. Faz 7 meses, não tiveram mudanças, com o Grande Prémio Joaquim Agostinho a servir de barómetro para a Volta a Portugal de 4 a 15 de agosto, e também montada por a Podium, julho e agosto.Em 5 meses, outra novidade de monta, que já esteve calculada para 2020, vai ser o Grande Prémio JN, com sete dias de corrida e depois de quatro circuitos pós-Volta. Se o vai realizar de 9 a 13 de junho, o ciclismo feminino terá uma Volta a Portugal de três dias e o Mundial de paraciclismo, que estão ainda calculados 14 dias de competição para formações de clube ou sub-23 , em o circuito estoniano.

O piloto de Portugal parte da 15.ª posição no primeiro grande prémio da temporada.Miguel Oliveira, agora na KTM oficial, partirá este domingo do 15.º lugar no Grande Prémio do Catar, prova de abertura do Mundial de MotoGP.O piloto de Portugal concluiu a primeira sessão de qualificação em 5.º lugar, não passando assim à segunda sessão.EM ATUALIZAÇÃO

A Região do Alentejo ou simplesmente Alentejo, é uma das sete regiões Nuts ii de Portugal.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Estoril

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Grande Prémio O JOGO logo após Volta ao Algarve: eis o calendário
>>>>>MotoGP: Miguel Oliveira parte do 15.º lugar no Grande Prémio do Catar – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 a Volta 80 0 OTHER 6 a Volta: 1, A Volta: 1, a Volta a o Alentejo a 23_de_junho em uma organização de a Podium: 2, (tacit) ele/ela (referent: A Volta): 2
2 o Alentejo 0 0 PLACE 3 o Alentejo: 2, Alentejo: 1
3 outra novidade de monta 0 0 NONE 2 Outra novidade de monta: 2
4 calendário 0 0 NONE 2 calendário: 1, o novo calendário: 1
5 o Grande_Prémio_O_JOGO 0 0 OTHER 2 o Grande_Prémio_O_JOGO: 2
6 plano 0 0 NONE 2 o plano: 1, O plano: 1
7 a evolução pandémica ou as dificuldades financeiras de os organizadores 0 90 NONE 1 A evolução pandémica ou as dificuldades financeiras de os organizadores: 1
8 pretensões de as equipas 0 50 NONE 1 pretensões de as equipas: 1
9 evitar grandes paragens entre as provas fulcrais 50 30 NONE 1 evitar grandes paragens entre as provas fulcrais: 1
10 a ausência de competição 0 25 NONE 1 a ausência de competição: 1