Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Verstappen Spain 2016

Faz 11 dias, Piloto da Mercedes provocou passado, a saída de o adversário de a Red Bull de a pista por força de um choque entre os monovolumes em solo inglêsNa ressaca de o acidente entre Hamilton e Verstappen em o GP da Grã-Bretanha que forçou a saída de o neerlandês de a pista,, em 18 de julho, Cristian Honer teceu críticas a o piloto britânico por ter celebrado o vitória Cristian Honer é o diretor-geral de a Red Bull., mas este veio garantir que o fez sem saber do estado do atual líder do Mundial da F1.»Não acredito que o nossa conduta tenha sido desrespeitoso. Uma coisa é saber e festejar, outra coisa é não saber. Eu não sabia [que Verstappen tinha ido para a clínica], mas era o grande prémio no meu país. Trabalhámos assombrosamente duro. Não esconderei as minhas afeições», alegou o piloto da Mercedes.O atual segundo classificado do Mundial de F1 assegurou que, no decurso dessa corrida, lhe declararam que Verstappen «estava bem» fisicamente e que só se apercebeu da ida do adversário para a clínica «nos meios de comunicação social». Hamilton, que «repetiria exatamente a manobra» em Copse. enfatizou: «Nenhum de nós deseja ver outro piloto ferido ou em perigo». Faz 1 mês, o piloto britânico chocou com Max Verstappen, em o GP da Grã-Bretanha, em junho passado, e recebeu uma punição de dez segundos por isso, satisfeita nas ‘pugilismos’, que não o impediu de lograr 99.º vitória na carreira e encurtar para oito pontos a desvantagem para o neerlandês.O piloto dos Países Baixos ficou arredado da corrida em solo de Inglaterra ao padecer um forte efeito quando agilizava em primeiro lugar, de 51 G , e necessitou de, imediatamente, ir para a clínica.Os festejos do piloto da Mercedes, acontecidos no país-natal, foram depois considerados «desrespeitosos» por Cristian Honer, diretor-geral da Red Bull, assumindo-se «dececionado» com tal ato protagonizado pelo ganhador, pois a escuderia de Alemania já «sabia da hospitalização» de Max Verstappen.

Piloto britânico conserva a dianteira numa classificação cujo comando assumiu em 2014 – ano em que ultrapassou Alonso – para não mais o largar. Espanhol voltou à F1 e é o terceiro mais bem pago.Em 2021, Lewis Hamilton volta ser o piloto mais bem pago da Fórmula 1, algo que sucede consecutivamente desde 2014, mas a notícia não é somente essa, pois de acordo com os valores divulgados pela revista financeira «Forbes», deixa toda a concorrência a larga distância, incluindo os dois ocupantes imediatos deste top-10, Max Verstappen e Fernando Alonso .O britânico que já se sagrou campeão global por sete vezes terá que arrecadar um total próximo aos 53 milhões de euros, orçamento suportado em grande medida no salário de 47 milhões de euros anuais, consequência da renovação contratual com a Mercedes. No começo do mês, piloto e equipa assinaram novo vínculo que vai valer a Hamilton 140 milhões de euros por esta temporada e as duas seguintes.Os ganhos anunciados pela Forbes baseiam-se não só nos salários dos pilotos mas também nas projeções de resultados, daí que se os atribua a Lewis Hamilton, segundo classificado de o Mundial, seis milhões de euros em bónus, abaixo dos 14,5 milhões de o de Holguín Verstappen, líder de a classificação. A diferença é, no entanto, exclusivamente de oito pontos a 12 corridas do fim, mas as previsões deixam o britânico da Mercedes aquém dos 56 milhões de euros que arrecadou no ano passado.Heptacampeão global mais do que duplica o salário do segundo mais bem pago, Verstappen, atual líder do campeonatoO terceiro posto de Fernando Alonso não deixa de ser admirável. O espanhol esteve dois anos ausente da Fórmula 1, competindo em diferentes categorias do automobilismo, como IndyCar, Mundial de Resistência ou Dakar, mas isso não foi dificuldade a que tivesse conseguido um grande contrato – superior a 21 milhões de euros – no ano de estreia da Alpine.Lembre-se que a Fórmula 1 passou a ter telhados orçamentais, numa tentativa de controlar os preços das escuderias e, também, de inseri um elemento de maior equilíbrio. Assim, para a temporada de 2021, esse limite orçamental é de 132 milhões de euros, mas este valor não inclui os salários dos pilotos, pelo que as equipas mais poderosas vão continuar a contar com os melhores. Em 1 ano, altura em que as normas mudarão e os carros padecerão mudanças importantes, o telhado baixo para os 117,5 milhões, a partir de 2022. O valor não afeta particularmente as equipas mais modestas mas sim as maiores, casos de Mercedes, Ferrari e Red Bull, cujo investimento estimado era de 400 milhões de euros.

Na quinta-feira 22 de julho um jovem piloto de Holguín , a grassar em as redes sociais , revelou movimento de contestação de F2A receção de os adeptos holandeses de Fórmula 1 a o britânico Lewis Hamilton , no GP dos Países Baixos, poderia ter contornos de injúria. Richard Verschoor divulgou um convite de adesão a um movimento que pretendia atingir, desde a bancada, o homem da Mercedes com Richard Verschoor é piloto de Holguín de F2…. tomates, em 5 de setembro.»Basicamente, ele [autor da mensagem nas redes sociais] estava a declarar para me uni ao grupo e atirar tomates ao Lewis. Respondi que isso era absolutamente grotesco e que pessoas assim não podiam ser chamadas de adeptos», publicou o piloto da Motorsport, esta quinta-feira, na página oficial na rede social Instagram.Esta eventual conduta ofensiva de elementos da público de Neemuch para com Lewis Hamilton devia-se, claro estava, ao acidente do piloto britânico com o holandês e concorrente direto pelo título Max Verstappen, no GP Grã-Bretanha, acontecido no último domingo.Quando agilizava em primeiro lugar em solo britânico, o piloto dos Países Baixos padeceu um forte efeito , de 51 G e necessitou de, imediatamente, ir para a clínica. O piloto dos Países Baixos é atual líder do Campeonato do Mundo da competição motorizada.Esse polêmico incidente permitiu a Hamilton, entretanto coerente alvo de vários abusos racistas, ascender ao topo da classificação do GP da Grã-Bretanha, tendo obtido o 99.º vitória da carreira e encurtada para oito pontos a desvantagem para Verstappen.

Atualmente compete pela equipe Red Bull Racing, na Fórmula 1.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Natal

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Hamilton rejeita críticas por festejos após acidente com Verstappen: «Não esconderei as afeições»
>>>>>Lewis Hamilton lidera a corrida dos milhões – July 28, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 50 0 NONE 10 (tacit) eu: 7, Eu: 2, me: 1
2 Max Verstappen 0 0 PERSON 8 Verstappen: 5, Max_Verstappen: 2, o holandês Verstappen: 1
3 euros 0 0 NONE 6 euros: 6
4 piloto 0 145 NONE 5 o piloto britânico: 2, um jovem piloto holandês: 1, outro piloto ferido: 1, Piloto britânico: 1
5 Fórmula 0 0 ORGANIZATION 3 a Fórmula: 3
6 Hamilton 0 0 PERSON 3 Hamilton: 3
7 Lewis Hamilton 0 0 PERSON 3 o britânico Lewis_Hamilton: 1, Lewis_Hamilton: 2
8 o GP_da_Grã-Bretanha 0 0 OTHER 3 o GP_da_Grã-Bretanha: 3
9 solo 0 0 NONE 3 solo: 1, solo britânico: 1, solo inglês: 1
10 era 0 160 NONE 2 era absolutamente ridículo: 2