Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Sepang Victory (2017) (cropped)

Mensagem de suporte de Ricardo Quaresma para o piloto de Portugal antes do Grande Prémio de Portugal. Miguel Oliveira, que tenta o segundo triunfo da temporada no Mundial de MotoGP, parte este domingo da pole position no Grande Prémio de Portugal em MotoGP. Nas redes sociais, Ricardo Quaresma, extremo do Vitória, deixou uma mensagem de suporte.»Hoje voaremos todos nas asas do falcão Miguel Oliveira. Força Miguel, hoje é dia de fazer as curvas de trivela. Não te esqueças de levar as chaves da moto», escreveu o internacional português nas redes sociais. Miguel Oliveira parte da primeira posição para esta 14.ª e última corrida da época, depois de no sábado ter conquistado a primeira pole position da carreira e da história do motociclismo de Portugal.

O piloto de Portugal alega: «Sente-se algo no estômago».O piloto português Miguel Oliveira considerou esta sexta-feira «uma sensação fantástica» correr em casa «mesmo sem público», depois do primeiro dia de treinos livres do Grande Prémio de Portugal de MotoGP, que se disputa até domingo no Algarve.Em declarações aos jornalistas através da plataforma Zoom, Oliveira enfatizou que «é essa sensação que reina em cima da mota».»É uma sensação fantástica. Mesmo sem público, de cada vez que saio para a pista sinto-me estimulado para fazer bem. É essa a sensação que reina em cima da mota. Mesmo sem o público, há sempre uma sensação de suporte», declarou o piloto de Portugal.O piloto, que tinha sido o mais rápido na sessão da manhã, melhorou quase 200 milésimos de segundo na sessão da tarde, rodando na sua melhor volta em 1.39,946 minutos, a 529 milésimos do mais rápido do dia, o de Francia Johann Zarco .»Foi um bom dia. Gostei de todas as voltas. Foi uma boa experiência descobrir Portimão de MotoGP pela primeira vez», reconheceu.O piloto de Almada considerou que um dos pontos mais críticos da pista do Autódromo Internacional do Algarve é a travagem «para a primeira curva».»Frear e, de repente, não temos suporte. Sente-se algo no estômago, o que é bom. A última curva é fixe de se fazer, com esta potência. Sou suspeito, mas é das pistas mais divertidas no calendário», comentou o piloto da Tech3, que admitiu já ter «uma ideia» do percurso a seguir no resto do fim de semana, até porque a pista, no sábado, «vai melhorar».Ainda que os pilotos precisam, o piloto de Portugal explicou , neste traçado, «de ter a frente estável».»Precisamos de uma mota estável no geral. Para as travagens é importante uma mota que esteja sob o nosso controlo, mas que permita mover-nos durante a travagem. Em termos de potência não faz muita diferença, porque mesmo na reta maior só rodamos um pouco o acelerador», acrescentou o piloto da Tech3.Hoje foi a primeira vez em que Miguel Oliveira rodou com uma mota de MotoGP, apesar de ter algum conhecimento do traçado algarvio.»A pista fica mais estreita com a MotoGP, difícil por ter tanta potência e estarmos longe da afinação certa na entrega de potência e controlo de tração. No geral, é muito divertida, das mais divertidas do calendário. Mas já sabia que o benefício de conhecer a pista iria durar pouco tempo», deduziu.Para sábado estão calculadas mais duas sessões de treinos livres e a qualificação, dividida em duas partes.A primeira , que reúne os 10 pilotos mais lentos da terceira sessão de treinos livres, e a segunda, com os restantes 10 pilotos mais os dois mais rápidos da Q1.Após 13 corridas realizadas, Miguel Oliveira ocupa a 10.ª posição do campeonato, com 100 pontos.Português foi o segundo mais rápido na terceira sessão de treinos em Portimão.Miguel Oliveira apurou-se este sábado diretamente para a segunda qualificação do Grande Prémio de Portugal, reservada aos 10 pilotos mais rápidos ao fim da terceira sessão de treinos livres.O português da KTM Tech3 foi o segundo melhor, com o registo 1m39,330s, obtido na última volta rápida ao circuito, sendo a sexta vez esta temporada que salta logo para a Q2, agendada para esta tarde a partir das 14h35. Antes, a Q1 arranca às 14h10.Jack Miller concluiu na dianteira, com 1m39,205s, também mesmo no cair do pano.O GP de Portugal, que se está a desenrolar em Portimão é a 14.ª e última prova do Mundial de MotoGP, cujo título está já entregue a Joan Mir , que falhou o acesso direto à Q2, tal como Franco Morbidelli .Piloto da Suzuki teve de encostar já no final da sessão e de ter sido o terceiro mais rápido, passando direto à Q2O espanhol Alex Rins, que ainda pode tconcluiro Mundial de MotoGP no segundo lugar, abrindo cpercursoao triplete da Suzuki, esteve em destaque na terceira sessão de treinos livres do Grande Prémio de Portugal, ao saltar, na reta final, do 14.º lugar para o topo .Depois, o piloto da Suzuki acabou por ser batido por Jack Miller e por Miguel Oliveira , sendo o terceiro mais rápido, com presença direta na Q2.Mas Rins, a contas com um problema técnico na mota, não conseguiu retornar às botes imediatamente a seguir à sessão e fose o obrigou a encostar, acabando a pedir boleia a Miguel Oliveira que passava em a altura,.celebrar o segundo melhor tempo e o sexto acesso direto à Q2 da época, o português… não parou.

Na sábado 14 de novembro Penúltima corrida da temporada de MotoGP.O piloto de Portugal Miguel Oliveira qualificou-se na 10.ª posição para o Grande Prémio da Comunidade Valenciana de MotoGP, 13.ª e penúltima corrida da temporada.Miguel Oliveira, que de manhã tinha garantido a qualificação direta para a segunda e decisivo período da qualificação, a Q2, realizou a sua melhor volta em 1.30,781 minutos, concluindo a 590 milésimos de segundo do mais rápido, o italo-brasileiro Franco Morbidelli .O piloto de Portugal da Tech3 chegou mesmo a liderar a tabela de tempos, mas os últimos minutos da sessão serviram para vários pilotos conseguirem as suas voltas rápidas.»Foi um dia positivo. Logo de manhã iniciámo por garantir um lugar na Q2. Fiz um quarto treino livre bastante positivo, com a configuração de corrida. Na qualificação começou a chuviscar e era difícil perceber até onde podia puxar pelos pneus», iniciou por explicar o piloto de Almada.Miguel Oliveira ainda tentou melhorar nos minutos finais da sessão, mas não foi possível.»Na última saída conseguíei melhorar o meu tempo, mas na última volta falhei a travagem para a segunda curva. Começamos um pouco atrás, mas estava confiante que posso recuperar bastantes posições», frisou o luso da equipa Tech3.Para a corrida, Oliveira acreditava ter «um ritmo forte», pelava que precisava «de um bom arranque e evitar contactos nas primeiras curvas».O dia ficou, ainda, marcado pela violenta queda do espanhol Alex Márquez no primeiro período da qualificação , tendo o piloto saído algo dorido da zona do cóccix.Já o compatriota Joan Mir , que podia conquistar o título global de MotoGP pela primeira vez, qualificou-se somente na 12.ª posição.Após 12 provas realizadas, Miguel Oliveira era décimo classificado, com 90 pontos.

Miguel Ângelo Falcão de Oliveira é um piloto de motociclismo de Portugalde Portugal que participa na categoria de MotoGP com a equipa Red Bull KTM Tech 3.

Ricardo Andrade Quaresma Bernardo ComM é um futebolista de Portugalde Portugal que joga como extremo.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»Hoje é dia de Miguel Oliveira fazer as curvas de trivela. Não te esqueças de levar as chaves»
>>>>>Miguel Oliveira e um ponto da pista de Portimão: «Sente-se algo no estômago» – (ojogo-pt)
>>>>>Miguel Oliveira direto à segunda qualificação no Grande Prémio de Portugal – (ojogo-pt)
>>>>>Alex Rins acabou terceiros treinos livres a pedir boleia a Miguel Oliveira – November 21, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>»O Miguel é um piloto que está garantidamente nos cinco melhores do mundo» – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Preparação de Miguel Oliveira vai muito além da moto: três técnicos, ginásio e cardio – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Miguel Oliveira 240 180 PERSON 21 Oliveira: 2, (tacit) ele/ela (referent: Oliveira): 5, Miguel_Oliveira: 13, (tacit) ele/ela (referent: Miguel_Oliveira): 1
2 eu 290 150 NONE 10 me: 1, (tacit) eu: 9
3 piloto 520 0 NONE 8 O piloto sido: 2, o piloto português: 2, o piloto: 1, O piloto português de a Tech3: 1, O piloto português: 2
4 mota 60 0 NONE 6 a mota: 1, mota: 2, uma mota: 2, uma mota estável: 1
5 nós 0 0 NONE 6 (tacit) nós: 6
6 sensação 100 0 NONE 5 a sensação: 2, essa sensação: 2, uma sensação fantástica: 1
7 volta 280 0 NONE 4 a última volta rápida: 1, a última volta: 1, sua melhor volta: 2
8 curva 50 0 NONE 3 a segunda curva: 1, A última curva: 1, a primeira curva: 1
9 Joan Mir 12 0 PERSON 3 Joan_Mir: 1, o compatriota Joan_Mir: 2
10 o Mundial_de_MotoGP 0 0 OTHER 3 o Mundial_de_MotoGP: 2, (tacit) ele/ela (referent: o Mundial_de_MotoGP): 1