Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Joao Almeida of Hagens Berman Axeon (48068730476)

Colega Fausto Masnada alegou ter gasto «todas as energias».João Almeida perdeu ontem, quinta-feira, a camisola rosa no Giro, pertencendo agora a Wilco Kelderman, da Sunweb.Após a etapa ficaram as imagens de respeito de Vincenzo Nibali para com o português, mas foi nas redes sociais que surgiu talvez o maior suporte a Almeida.»Tenho muita pena por ter perdido a camisola rosa do João Almeida, mas gastei todas as minhas energias para ficar com ele o mais que me foi possível», iniciou por dizer o colega de equipa Fausto Masnada nas redes sociais após a etapa, com uma imagem em que o português o abraçava. Criticado por alguns, afirmando que estava a pensar no seu top 10, o italiano de 26 anos tem sido, no entanto, o maior suporte de Almeida.Masnada, que depois levou resposta de João deduziu: «Amanhã é outro dia e Milão está cada vez mais perto».»Obrigado, foste fantástico. Tu e toda a equipa! Se eu não tivesse tido toda a ‘matilha’ comigo, isto não seria possível «, escreveu o ciclista de Portugal.

O ciclista de Deceuninck-QuickStep ganhou mais dois segundos na liderança da classificação geral fruto do esforço que fez na parte final da etapa.João Almeida reforçou esta terça-feira a camisola rosa, numa 16.ª etapa da Volta a Itália em bicicleta ganha pelo esloveno Jan Tratnik , resistente da escapada do dia.Na luta pela geral, o ciclista de Portugal agrediu já na parte final do pelotão e ganhou dois segundos à concorrência, com dois homens da Sunweb como mais próximos perseguidores, o hde HolguínWilco Kelderman, em segundo a 17, e o australiano Jai Hindley, em terceiro a 2.58 minutos.Nas primeiras declarações àoijornalismoapós a etapa, João Almeida ddeclarouque não pode sentir mais confiança, que se sente bem, mas que também está «preparado para o pior».»Estava a sentir-me bem e às vezes a melhor defesa é o ataque. Foi o que fiz, senti-me bem e tentei… porque não?», declarou em relação à fescapadana parte final, que lhe valeu ganhar dois segundos à concorrência.»Isto é cada vez mais um jogo mental e, às vezes, a mente é mais importante que o físico. Não posso ganhar mais confiança do que a que tenho neste momento. Tem sido louco, estou bastante grato à minha equipa, ao staff, a toda a gente. Estou bastante agradecido e se consigo suportar até ao fim, veremos. Estou confiante, mas estou pronto para o pior. Qualquer coisa pode correr mal», referiu o jovem de 22 anos, natural das Caldas da Rainha.Português não suportou o ritmo de Sunweb e Ineos a meio da longa montanha e desceu a quinto da geral.Ao 15.º dia, a camisola rosa de João Almeida passou para o de Holguín Wilco Kelderman, que destronou o jovem de Portugal depois de um forte ataque da sua equipa, a Sunweb, e da Ineos, na subida do Stelvio, a montanha de quase 25 quilómetros.Jai Hindley foi ainda superado em a geral Almeida , de a Sunweb que venceu a etapa , , por Tao Geoghegan Hart de a Ineos que acompanhou o australiano até a o final de os 207 quilômetro , , , em Laghi di Cancano , após uma última subida de 9 quilómetros, e ainda por Pello Bilbao , autor de esplêndida recuperação nesse derradeiro obstáculo.A etapa ficou ainda indicada pela boa performance de Rúben Guerreiro, que lucrou com o desamparo do italiano Giovani Visconti , devido a tendinite, voltou a pontuar e praticamente garantiu a vitória na montanha. O português tem agora 112 pontos de benefício sobre o belga Thomas de Gendt, havendo um máximo de 138 para atribuir.Com Almeida em quinto lugar da geral, o Giro vai ter amanhã uma etapa plana, no sábado nova tirada de montanha, com três subidas a Sestriere, e domingo o contrarrelógio final, de 15,7 quilômetro, em Milão.Geral individual1.º Wilco Kelderman , 77h46m56s2.º Jai Hindley , a 12s3.º Tao Geoghegan Hart , a 15s4.º Pello Bilbao , a 1m19s5.º João Almeida , a 2m16s6.º Jakob Fuglsang , a 3m59sMarco Chagas, quatro vezes ganhador da Volta a Portugal, considera difícil uma vitória de João Almeida no Giro, mas não tem dúvidas que vai ser candidato no futuro.O João Almeida ganhará a Volta a Itália?-Eu gostava, todos gostávamos bastante, mas é uma tarefa complicada. Não é inimaginável, ele tem dado uma excelente resposta e estamos na presença de um jovem de grande característica, mas há que ter consciência que ele terá obstáculos. Há a chance de passar em dois autênticos monstros, que são as duas grandes etapas de montanha, e ele sentirá obstáculos.A terceira semana do Giro, com 200 quilômetro de montanhas, é demasiado dura para uma época encurtada?-A Volta a Itália já estava definida, isto foi o que ocorreu com o Tour. Esta irregularidade é que fez com que a corrida que ia ser em maio está a ser feita agora. De resto, o calculado está a ser satisfeito. A irregularidade foi este intervalo. Faz 5 meses, a ilustração e o rigor já estavam lá, a data inicial.Independentemente do que ocorrer no Giro, o João Almeida é o corredor para debater Grandes Voltas que Portugal não tem há muitos anos?-O João Almeida passa a ter um regulamento que nenhum outro português teve, ele passa a ser um líder, dentro da equipa, a nível nacional e internacional. Ele vai ser o nosso corredor no futuro para as grandes provas de etapas. Nós, com o Rui Costa, tivemos um líder, foi campeão do mundo, mas o Rui, sendo um enorme corredor, não foi e já não vai ser para ganhar provas destas. O João Almeida já vai ser o ciclista para nos dar um triunfo assim.

Na quarta-feira 14 de outubro Num caminho com 182 quilómetros que arrancou de Porto Sant’Elpidio, cinco ciclistas puxaram durante o dia o pelotão, mas a curta distância, na reta final em direção a Rimini, Demare conseguiu impôr-se, conquistando o quarto triunfo no Giro, seguido pelo eslovaco Peter Sagan e o Colombiano Álvaro Hodeg.

João Pedro Gonçalves Almeida é um ciclista de Portugal, membro da equipa Deceuninck-Quick Step.

Fausto Masnada é um ciclista de Italiade Italia que corre para a equipa Androni Giocattoli-Sidermec.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Imagem forte no Giro: «Tenho muita pena por ter perdido a camisola rosa do João»
>>>>>João Almeida explica final de etapa: «Às vezes a melhor defesa é o ataque» – (ojogo-pt)
>>>>>Giro: Stelvio tirou a rosa a João Almeida – (ojogo-pt)
>>>>>»João Almeida passa a ser um líder, será ele a dar-nos uma vitória destas» – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 João Almeida 80 0 PERSON 19 João_Almeida: 3, (tacit) ele/ela (referent: João_Almeida): 2, o João_Almeida: 1, Almeida: 3, Ele (referent: O João_Almeida): 1, (tacit) ele/ela (referent: Almeida): 2, (tacit) ele/ela (referent: O João_Almeida): 1, O João_Almeida: 3, º João_Almeida a 2m16s6: 1, João_Pedro_Gonçalves_Almeida: 1, ele (referent: O João_Almeida): 1
2 eu 190 250 NONE 17 (tacit) eu: 13, me: 2, eu: 1, Eu: 1
3 ciclista 0 0 NONE 6 um ciclista português: 1, um ciclista italiano: 2, o ciclista português: 2, o ciclista: 1
4 português 92 0 NONE 5 outro português: 1, o português: 2, Português: 1, O português: 1
5 etapa 80 0 NONE 5 uma etapa plana: 1, A etapa: 1, a etapa: 3
6 nós 80 0 NONE 5 nos: 1, Nós: 1, (tacit) nós: 3
7 Giro 0 0 ORGANIZATION 5 o Giro: 5
8 Fausto Masnada 0 0 PERSON 4 Colega_Fausto_Masnada: 1, Fausto_Masnada: 1, Masnada: 2
9 Wilco Kelderman 0 0 PERSON 4 º Wilco_Kelderman 77h46m56s2: 1, o holandês Wilco_Kelderman: 3
10 anormalidade 0 120 NONE 3 A anormalidade: 1, Esta anormalidade: 2