Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – 20191002SR

Arremessado aos 64 minutos por Diego Simeone no Atlético de Madrid, o avançado de Portugal pouco pôde aborrecer o RealJoão Félix foi suplente usado, entrando no dérbi madrileno aos 64 minutos do embate entre Atlético e Real da 26.ª jornada da liga de Espanha. Arremessou-se o português em uma altura em que a equipa de Diego Simeone vencia por 1-0 e procurava conter a reação de a formação liderada por Zinedine Zidane que, com o internacional português em campo, viria a empatar 1-1.»Teve que trabalhar mais a defender do que a agredi e, por essa razão, foi difícil ver-se perante Courtois», analisa o jornal Marca sobre a performance de João Félix no dérbi.Na mesma linha, também, o «AS» destaca a distância do avançado das redes opostas: «Trocou Carrasco para se uni a Suárez no ataque mas, com o passar do tempo, foi encostando-se na esquerda, numa altura em que a equipa se fechava mais para tentar conservar o benefício.»

Simeone testou duas suposições para o dérbi de domingo: uma com o luso, outra com Saúl.Diego Simeone vai ter dúvidas relativamente ao sector ofensivo a usar no dérbi de domingo entre o Atlético e o Real. O treinador já ensaiou um onze com João Félix no suporte a Suárez, mas também testou uma equipa sem o português, com Saúl e reforçando o meio-campo.Domingo se vai saber qual a alternativa do treinador para este encontro que poderá esquentar a corrida ao título. Os colchoneros estão na frente com cinco pontos de progressão, mas menos um jogo disputado, para Barcelona e Real Madrid. Os merengues estão proibidos de perder, ou complicam bastante as suas chances de se sagrarem bicampeões.Faz 1 dia, Zidane recebeu uma boa notícia quanto a lesionados. Benzema já treina em pleno e deve retornar ao onze nesta partida. Também de volta à competição está Éder Militão. Enquanto Mariano é a última baixa no Real por motivos físicos, sergio Ramos, Carvajal e Hazard seguem de fora por lesão.Nos colchoneros, Simeone já pode contar com Trippier, que retorna após castigo da UEFA relacionado com apostas. Carrasco e Lemar também estão de volta. Impedidos estão Giménez, por lesão, e Herrera, por problemas pessoais não especificados.Treinador do Atlético de Madrid assumiu que o português atuará no dérbi da 26.ª jornada da Liga, mas até vai poder começá-lo no banco de suplentes colchoneroEm véspera de se realizar o dérbi entre Atlético e Real Madrid, arquirrivais da capital espanhola,oausoo de João Félix na 26.ª jornada da La Liga suscitou curiosidade na Imprensa de Espanha durante a conferência de antevisão de Diego Simeone.O treinador da equipa colchonera, atual líder do principal campeonato de Espanha, com mais cinco pontos e um jogo do que o conjunto merengue de Zidane, garantiu que o avançado de Portugal atuará no expectante desafio, mas sem desvendar em que condição.O técnico argentino, como já referiu OJOGO, ensaiou um alinhamento inicial com João Félix no suporte a Suárez, homem mais avançado, e outro sem o português, dando primazia ao reforço da segurança da zona central, com a inclusão de Ángel Correa.»Esta semana treinámos das duas formas [dupla Félix-Suárez e dupla Correa-Suárez] e amanhã vamo decidir. Félix e Correa têm qualidades diferentes. O Correa é mais dinâmico no trabalho coletivo da equipa. O João tem uma habilidade especial, que pode sacar algo que mais ninguém pode dar no jogo», explicou Diego Simeone, assumindo que «os dois jogarão», sendo «um titular e outro suplente».questionou-se o treinador de o Atlético durante a conferência de Imprensa de antevisão a o dérbi com o více-líder Real Madrid, foi novamente questionado sobre o rendimento de João Félix e, mediante a questão, ‘ El Cholo ‘ traçou elogios a o internacional de Portugal ex-Benfica.»Os números do João em termos de golos esta época são bastante bons. Vejo-o bastante bem, como todo o grupo. Estamos num momento extraordinário, a disputar jogos importantes, que é para isso que se preparam os futebolistas», referiu Simeone.O dérbi entre o Atlético e o Real Madrid realiza-se este domingo, a partir das 15h15, no Estádio Wanda Metropolitano, situado na capital espanhola. Na primeira volta da La Liga, os merengues bateram os rojiblancos, por 2-0 .Médio mexicano do Atlético não entrou nas alternativas de Simeone devido ao falecimento da progenitora.A ausência de Héctor Herrera do encontro deste domingo entre o Atlético de Madrid e o vizinho Real provocou alguma estranheza em Espanha, mas a verdade é que esta deve-se a um dos piores motivos possíveis: a mãe do médio ex-FC Porto morreu aos 57 anos, vítima de covid-19.O internacional mexicano não entrou, por isso, nas alternativas de Diego Simeone e viajou para o país natal, de forma a marcar presença nas cerimónias fúnebres de Maria Candelaria.O retorno de Herrera à capital ede Espanhaestá agendado para terça-feira.

Na quarta-feira 24 de fevereiro treinador de Portugal contou à Marca os segredos daosduas vtriunfossobre os merenguesÀ frente do Shakhtar Donetsk, Luis Castro conseguiu esta temporada derrotar equipas como o Real Madrid ou a Atalanta, dois esímbolosque se d defrontavamem Bérgamo para a Liga dos Campeões.Quando lhe perguntaram qual o principal segredo para ter tão bons resultados em as provas europeias, foi nessa característica que se entrevistou o treinador português por a » Marca «, respondendo : «Não podemos ter medo de nenhuma equipa nem de jogar em nenhum estádio. existia sempre uma determinada probabilidade de podermos ganhar. há sempre essa suposição, mesmo sabendo que podíamo perder. Foi o que aprendi nas minhas etapas no FC Porto, no V. Guimarães e no Shakhtar. O nosso clube tem muita história na Europa porque se sentar-se bem, sentia-se seguro e tranquilo.»Ao todo, foram cinco golos marcados pelo Shakhtar ao Real Madrid: dois em Kiev e três em Madrid. Uma proeza, como indicou o jornalista de Espanha.» eram jogos tremendos porque o Real era uma das melhores equipas do mundo. Não há segredo, mas sim uma filosofia de trabalho. era preciso analisar os espaços em campo. Se jogava ao ataque, já sabia que o Real te matará. Por isso devíamo montar um jogo oposto, para sairmos com equilíbrio e com sentido. Fizemos um quadrado e três médios a aproveitar os espaços, sendo valentes, sem abdicar às referências na frente, para podermos fazer-lhes estragos nos espaços.»

Diego Pablo Simeone é um treinador e ex-futebolista de Argentina, que atuava como meia.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Spain

Cities: Madrid

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>João Félix foi «vítima» do benefício do Atlético: «Teve que defender mais»
>>>>>João Félix sem lugar garantido no dérbi de Madrid – (ojogo-pt)
>>>>>Simeone não desvenda como utilizará João Félix frente ao Real Madrid – March 06, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>»Bale? Perguntem ao Real Madrid, talvez se responderem possam entender melhor…» – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Herrera é baixa de última hora no dérbi de Madrid – March 05, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>Ex-FC Porto Herrera falha dérbi de Madrid devido à morte da mãe por covid-19 – March 07, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 235 28 NONE 9 (tacit) nós: 9
2 Diego Pablo Simeone 0 0 PERSON 6 Diego_Simeone: 2, Simeone: 3, Diego_Pablo_Simeone: 1
3 dérbi 0 0 ORGANIZATION 6 O dérbi: 1, o dérbi de Madrid: 1, o dérbi: 4
4 Real 0 50 ORGANIZATION 5 Real: 1, o vizinho Real: 1, o Real: 3
5 João 180 0 ORGANIZATION 4 João_Félix: 3, O João: 1
6 português 0 0 NONE 4 o internacional português: 1, O português: 1, o português: 2
7 Real Madrid 0 0 ORGANIZATION 3 o Real_Madrid: 2, Real_Madrid: 1
8 altura 0 0 NONE 3 uma altura: 3
9 encontro 0 0 NONE 3 o encontro: 1, este encontro: 2
10 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3