Por: SentiLecto

Ciclista da W52-FC Porto, segundo da geral da Volta ao Algarve, confiante para o contrarrelógio de sábado.Análise à etapa: «Foi uma etapa bmuitolonga, com muito calor e algum vento lateral. A minha equipa fez tudo por tudo para que eu não apanhasse vento, passasse o dia o melhor possível. E amanhã [sábado], no contrarrelógio, é um esforço individual, estarei por minha conta, é dar tudo o que tenho, defender ao máximo e se possível ganhar algum tempo aos meus oponentes.Três ciclistas da W52-FC Porto em boa condição: «Estou numa boa condição, tal como o Amaro [Antunes] e o Jóni [Brandão]. Qualquer um dos três poderá fazer uma boa prestação. Amanhã [sábado], como disse, é um esforço individual e cada um de nós irá dar o seu melhor.»Malhão: «Ainda não temos uma estratégia para o Malhão, primeiro devemo passar o contrarrelógio e só depois é que vamo saber como poderemos abordar a etapa do Malhão. Estamos focados no dia de amanhã [sábado].»Contrarrelógio: «Estamos confiantes. Conhecemos o caminho como a palma das nossas mãos. Treinamos cá [ele e Antunes], estamos numa boa condição e, como já provámo na Fóia, poderemos estar com os melhores no Malhão. «Força da família e amigos: «Tenho aqui muitos familiares e amigos que me deram muita força, mesmo ao longo de toda a etapa. É sempre bom senti-los por perto, dá-nos uma força extra. Estou muito contente.»Dia resgato: «Nesta chegada, poderia haver cortes, sabíamos que o vento poderia fazer prejuízos e caminhámo sempre bem colocados. Conseguimos resgatar o dia e agora há que pensar no dia de amanhã [sábado]. Estou aqui na minha cidade, onde treino diariamente, com os meus familiares e amigos e, por isso, é um dia muito importante para mim.»

Declarações de João Rodrigues , segundo na etapa e na geral individual da Volta ao Algarve.A etapa: «À partida, saímos para a etapa com confiança de que poderíamos fazer um bom resultado. Temos uma excelente equipa, tanto eu, como o Amaro [Antunes], como o Jóni [Brandão] estamos numa boa maneira, e era para chegar aqui com os melhores. Deu-se aquela situação de corrida daquele ataque a meio da subida onde eu engatei. Depois, foi o dar tudo por tudo para chegar aqui e tentar vencer a etapa. Infelizmente, não consegui, o homem da INEOS foi mais forte do que eu.»Desilusão: «Sinto um pouco de desilusão por não ter conseguido vencer. Estava tão perto da meta, a ver a meta à minha frente, e não ter mais pernas para conseguir dar mais para vencer… O homem da INEOS foi o mais forte, não há nada a fazer, quando assim é.»Ambição: «A Volta ao Algarve, não declaro que é a minha corrida, mas, como sou algarvio, é uma corrida bastante especial para mim. Preparei a Volta ao Algarve para estar na melhor maneira possível, encontro-me numa boa condição. Infelizmente, tive uma queda na [clássica] Aldeias do Xisto, em que fiquei um pouco apreensivo com a minha forma nesta corrida, mas consegui responder da melhor maneira.»

O termo utilizado é mais comum no ciclismo, embora também ocorrem contrarrelógios em outros esportes em que cada corredor corre sozinho.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Porto

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>João Rodrigues: «Conhecemos o caminho como a palma das nossas mãos…»
>>>>>João Rodrigues: «Não tive mais pernas para conseguir dar mais e vencer» – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 230 0 NONE 20 eu: 3, (tacit) eu: 13, mim: 2, me: 2
2 nós 250 0 NONE 17 nos: 1, (tacit) nós: 16
3 condição 240 0 NONE 3 uma boa condição: 3
4 Volta 0 0 ORGANIZATION 3 A Volta: 1, (tacit) ele/ela (referent: A Volta): 1, a Volta: 1
5 tudo 0 0 NONE 3 tudo: 3
6 vento 0 0 NONE 3 o vento: 1, algum vento lateral: 1, vento: 1
7 vocês 0 105 NONE 2 (tacit) vocês: 2
8 forma 180 0 NONE 2 a melhor forma: 1, uma boa forma: 1
9 o homem de a ineos 160 0 NONE 2 o homem de a INEOS: 1, O homem de a INEOS: 1
10 equipa 100 0 NONE 2 minha equipa: 1, uma excelente equipa: 1