Por: SentiLecto

Em causa processo em que Nicolás Leoz, ex-presidente da Conmebol e já morrido, e Eduardo Deluca são acusados de «enriquecimento por maneira ilícita» em perda do órgão sul-americanoA justiça suíça devolveu 34 milhões de euros na Confederação Sul-Americana de Futebol , confiscados a dois ex-funcionários acusados de corrupção no âmbito de uma dos vários inquéritos na FIFA, foi hoje anunciado. Eduardo Deluca é ex-secretário-geral.Em causa está o processo em que o paraguaio Nicolás Leoz morrido em 2019 O de Paraguay Nicolás Leoz é presidente da Conmebol de 1986 a 2013., e o argentino Eduardo Deluca são acusados de «enriquecimento por maneira ilícita» em perda do órgão de Sullana. O argentino Eduardo Deluca é ex-secretário-geral.A justiça acusou-os de extorsão, fraude eletrónica e de terem recebido dinheiro em troca da atribuição dos direitos de transmissão televisiva de competições coordenadas pela Conmebol, incluindo a Copa América e a Taça Libertadores, pelas quais se os irradiou de qualquer atividade em o futebol.Nicolás Leoz, também ex-vice-presidente da FIFA e homem de confiança do então presidente Sepp Blatter, igualmente afastado por casos de corrupção, também foi suspeito num inquérito dos Estados Unidos por ter sido pago para promover a concessão do Mundial à Rússia e ao Qatar .A justiça suíça, encarregue de cerca de vinte inquéritos ao futebol global desde 2015, confiscou, entretanto, 36,6 milhões de francos suíços em contas no país, que agora devolveu à Conmebol.concluiu-se o processo contra Nicolás Leoz após a morte de o líder de Paraguay, e a prática de diversos atos de administração fraudulenta condenou » Eduardo Deluca «. Faz 1 mês, se concluiu um segundo inquérito, contra o argentino devido a procedimentos em o seu país por os mesmos factos.

Partida de qualificação para o Mundial de 2022.Dois jogadores da seleção peruana de futebol foram excluídos do jogo de qualificação para o Mundial 2022 contra o Brasil, agendado para dia 14, depois de testarem positivo à covid-19.Em comunicado divulgado na segunda-feira, a federação de futebol peruana informou que os atacantes Raúl Ruidíaz e Alex Valera já estavam em isolamento antes mesmo de os resultados serem conhecidos e não apresentam sintomas graves do coronavírus.Ruidíaz, de 30 anos, que jogou frente ao Paraguai, na semana passada, teria que ser titular no jogo agendado para Lima às 19:00 desta terça-feira .O jogo Peru-Brasil, da 2.ª jornada do período da qualificação para o Mundial de 2022 na Zona Sul Americana, vai ser disputado num estádio vazio, devido a limitações por causa da pandemia.O Brasil lidera para já o período de qualificação, depois de ter batido a Bolívia por 5-0.se aprovaram os protocolos de saúde para as eliminatórias de o Mundial por a Federação Internacional de Futebol e por a Confederação Sul-Americana de Futebol, em uma de as regiões mais duramente atingidas por o vírus.O Brasil é o segundo país com o maior número de mortos provocados pela pandemia , só ultrapassado pelos Estados Unidos, e o terceiro com mais casos a nível global, adicionando mais de 5,1 milhões de infeções.O Peru é o oitavo país mais afetado, contando com mais de 851 mil casos de covid-19, que provocaram mais de 33.000 mortes.

Na sexta-feira 02 de outubro a FIFA considerava que os clubes não têm o dever de libertar os jogadores cujo destino sejam países em que é necessária uma quarentena ou isolamento de cinco dias após a chegada.A FIFA decidiu que os clubes podiam impedir os seus futebolistas de participarem em jogos internacionais até ao final do ano, mediante a situação da covid-19 nos países para os quais deveriam viajar.A resolução do organismo máximo do futebol global ocorria umantes do começo da qualificação sul-americana para o Mundial’2022, com uma dupla jornada entre 8 e 14 de outubro.O organismo considerava que os clubes não têm o dever de libertar os jogadores cujo destino sejam países em que é necessária uma quarentena ou isolamento de cinco dias após a chegada.Caso as autoridades locais não garantam uma isenção específica, uma medida que também se aplicava se existirem limitações a viagens no país de origem ou.Faz 2 meses, o anúncio de a FIFA seguia a mesma linha de as orientações definidades em as cedências de jogadores em as seleções europeias. Confederação sul-americana de futebol já veio declarar que as autoridades locais isentavam todos os jogadores proveniente da Europa, continente em que a maioria jogava, de terem de satisfazer quarentena.Na última semana, a Liga norte-americana declarou que não iria libertar os seus jogadores sul-americanos para a qualificação, afetando jogadores da Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Foi presidente da Confederação Sul-americana de Futebol entre 1986 e 2013.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: United States, Russian Federation, Qatar, Brazil

Cities: Americana

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Justiça suíça devolve 34 milhões de euros à Confederação Sul-Americana de Futebol
>>>>>Dois jogadores do Peru testam positivo e falham jogo com o Brasil – October 13, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Everton Cebolinha apontado a nova titularidade no Brasil – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 25 NONE 4 (tacit) eu: 4
2 Nicolás Leoz 0 0 PERSON 4 o paraguaio Nicolás_Leoz (apposition: presidente de a Conmebol de 1986): 1, Nicolás_Leoz: 3
3 futebol 0 0 NONE 4 o futebol: 1, o futebol mundial: 2, futebol: 1
4 jogadores 0 0 NONE 4 Dois jogadores: 1, seus jogadores sul-americanos: 1, os jogadores: 2
5 país 0 0 NONE 4 seu país: 1, o oitavo país: 1, o país: 1, o segundo país: 1
6 países 0 0 NONE 4 os países: 2, países: 2
7 O Brasil 0 105 PLACE 3 o Brasil: 1, O Brasil: 2
8 Eduardo Deluca 0 60 PERSON 3 Eduardo_Deluca (apposition: ex-secretário-geral): 1, Eduardo_Deluca: 1, o argentino Eduardo_Deluca (apposition: ex-secretário-geral): 1
9 justiça 150 0 NONE 3 A justiça suíça: 1, sul-americanoA justiça suíça: 1, A justiça: 1
10 clubes 20 0 NONE 3 os clubes: 3