Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Silva cantor 2017

A equipa de Portugal, já garantida em Tóquio2020, fez uma primeira parte de prova nas posições mais recuadas, mas recuperou bem e, no fim, foi preciso recorrer-se à tecnologia para perceber a curta margem para o terceiro posto, da BielorrússiaOs canoístas Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela ficaram este domingo a impercetíveis quatro centésimos de segundo da medalha de bronze na Taça do Mundo da Hungria, com o quarto lugar em Szeged.A equipa de Portugal, já garantida em Tóquio2020, fez uma primeira parte de prova nas posições mais recuadas, mas recuperou bem e, no fim, foi preciso recorrer-se à tecnologia para perceber a curta margem para o terceiro posto, da Bielorrússia.Silva, Ribeiro, Baptista e Varela deduziram a prova em 1.23,97 minutos, rostito aos 1.23,93 do quarteto do Leste da Europa, com os pupilos de Rui Fernandes a ficarem a 1,82 segundos espanhóis e bateu a Alemanha por 65 centésimos.Para já, Portugal adiciona duas medalhas na Taça do Mundo, ambas de bronze, de Fernando Pimenta no sábado em K1 1.000 e hoje de Teresa Portela e Joana Vasconcelos em K2 200.

O português renunciou da Taça do Mundo de canoagem devido a uma tendinite no ombro esquerdo.Kevin Santos renunciou da Taça do Mundo de canoagem, em Szeged, na Hungria, devido a uma tendinite no ombro esquerdo, para não agravar a lesão antes da derradeira chance de qualificação olímpica em K1 200 metros.O canoísta de Lusaka participou na terceira eliminatória, apurando-se para a semifinal, porém, rostito às queixas no fim da regata, pdivididascom a equipa médica da Federação Portuguesa de Canoagem, a oalternativarecaiu na não cpermanênciaem prova.Kevin Santos e Joana Vasconcelos, neste caso em K1 500, vão dispor na próxima semana da última chance para chegar a Tóquio2020, precisando vencer a II Taça do Mundo, em Barnaul, na Rússia, a 3.600 quilómetros a este de Moscovo.Fernando Pimenta em K1 1.000, Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela em K4 500 e Teresa Portela em K1 200 constituem a equipa já assegurada pela canoagem de velocidade para Tóquio2020, tal como Antoine Launay no slalom e Norberto Mourão nos Jogos Paralímpicos, nos quais Alex Santos e Floriano Jesus decidem no sábado, entre si, na final de KL1, quem vai representar o país nesta categoria.Durant a manhã de hoje, as 11 tripulações da seleção de Portugal em ação apuraram-se para as semifinais, à exceção da jovem Inês Penetra com o nono e último lugar na sua série de C1 200.Realce ainda para Noberto Mourão que, na canoagem ajustada, conquistou a medalha de prata em KL2.Durante a tarde de hoje vão ser disputadas mais eliminatórias e algumas meias-finais.Pimenta vai disputar a regata das medalhas no sábado às 11h00, horas de Lisboa, largando na pista sete e com o quarto melhor tempo entre os finalistas.O canoísta Fernando Pimenta apurou-se esta sexta-feira para a final da prova de K1 1000 da Taça do Mundo da Hungria, no arranque de uma competição em que quase todos os portugueses se qualificarem para as meias-finais.Pimenta liderou quase toda a prova, contudo, em o último quarto pelo também campeão do mundo Josef Dostal,, se o ultrapassou com a qualificação a ser garantida por os três primeiros que se impôs em 3.40,30, menos 11 centésimos do que o português, logo seguido por outro checo, Jakub Spicar.Pimenta vai disputar a regata das medalhas no sábado às 11h00, horas de Lisboa, largando na pista sete e com o quarto melhor tempo entre os finalistas.Teresa Portela progrediu para as meias-finais de K1 200, tal como Francisca Laia, que lhe tinha disputado, sem êxito, a quota neste barquinho para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, com as duas canoístas a tentarem no sábado de manhã um lugar na final.Quando no Mundial conquistaram um lugar nos Jogos, no sábado entra em pista o K4 500 composto por Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela na sua primeira prova desde agosto de 2019, precisamente em Szeged.Entretanto, hoje, João Ribeiro e Messias Baptista uniram-se num K2 500 que venceu, rotundamente, a sua eliminatória.Kevin Santos, que para a semana, na Rússia, tentará a última vaga olímpica em K1 200, renunciou de continuar em prova, depois de seguir para a meia-final, devido a uma tendinite no ombro esquerdo.se tomou essa alternativa em conjunto com a equipa médica e técnica de a federação, para proteger o canoísta.Na canoagem ajustada, Norberto Mourão, já com presença assegurada nos Jogos Paralímpicos, conquistou a medalha de prata em VL2.No sábado, Alex Santos e Floriano Jesus vão discutir entre si, na final de KL1, a vaga nesta categoria em Tóquio2020.Programa dos portugueses para sábado :- Meias-finais:08:20 C1 200 Beatriz Lamas.08:24 K1 200 Teresa Portela.08:32 K1 200 Francisca Laia.08:36 K2 500 Rúben Boas/João Pereira.08:46 K2 500 João Ribeiro/Messias Baptista.08:56 C2 500 Marco Apura/Bruno Afonso.14:00 C2 500 Inês Penetra/Beatriz Lamas.14:24 K1 500 Joana Vasconcelos.14:30 K2 1000 Ruben Boas/João Pereira.14:44 C2 1000 Marco Apura/Bruno Afonso- Eliminatórias:15:35 K2 200 Teresa Portela/Joana Vasconcelos.15:45 C2 200 Inês Penetra/Beatriz Lamas.16:40 K4 500 Emanuel Silva/João Ribeiro/Messias Baptista/David Varela.ParacanoagemFinal:09:05 KL1 Alex Santos e Floriano Jesus.Final B:15:10 KL2 Hugo Costa.Qualificação para a final de K1 1.000 de Fernando Pimenta e a prata de Norberto Mourão na paracanoagem em foco.A Taça do Mundo de canoagem da Hungria iniciou «dentro das expectativas», declarou o vice-presidente da federação, realçando a qualificação para a final de K1 1.000 de Fernando Pimenta e a prata de Norberto Mourão na paracanoagem.»O balanço está dentro das nossas expectativas, com grande parte dos barquinhos apurados para as semifinais ou finais. Sábado será dia importante», declarou Ricardo Machado.O dirigente realçou a final de Fernando Pimenta, que, «pelo nível provado e o histórico de competições», espera que «esteja a combater pelos lugares cimeiros», bem como a que vai uni Alex Santos e Floriano Jesus, «na competição que decidirá quem vai encarnar Portugal» nos Jogos Paralímpicos, em KL1.Machado, igualmente diretor técnico nacional, elogiou também o K2 500 de João Ribeiro e Messias Baptista, que «deu sinal de grande competitividade» ao vencer a sua eliminatória, bem como a performance dos K1 200 de Teresa Portela e Francisca Laia, que no sábado procurarão um lugar na final.No sábado entra em competição o K4 500 composto por Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela, uma tripulação da qual se espera estar a «bom nível», à pdemandadas primeiras posições na final.Fernando Pimenta admitiu a «boa sensação» de voltar a competir e congratulou-se pelo facto de que «os que vão combater pelas medalhas em Tóquio2020» estarem a competir em Szeged, antevendo uma final com disputa «até ao fim» pelo pódio.Mais do que as medalhas, para Pimenta, que passou em segundo lugar na sua meia-final, «o importante é retornar e ter boas sensações, colher dados e saber onde e como é preciso melhorar» até ao grande desafio do ano.Kevin Santos, que na próxima semana, na Rússia, tentará a última vaga olímpica em K1 200, tal como Joana Vasconcelos em K1 500, defendeu a alternativa de renunciar de continuar em prova, devido a uma mialgia no ombro direito.»Claro que nenhum desportista vê de bom grado ter de desistir de uma competição tão grande, mas devemo ser inteligentes e perceber os objetivos principais. É na próxima semana que tenho de me exibi bem», justificou, assumindo que «não é nada de grave, mas pode agravar», e que neste período é aconselhável evitar «inesperados».

Na segunda-feira 26 de abril confirmados os canoístas de Portugal na prova de K4 500 metros dos Jogos Olímpicos Tóquio’2020.Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela serão os canoístas de Portugal na prova de K4 500 metros dos Jogos Olímpicos Tóquio’2020, confirmou a federação, que tentará mais seis qualificações em Szeged, na Hungria.Mesmo que assegurou a vaga, o quarteto nomeado para a prova olímpica, após a Taça de Portugal de Velocidade, disputada no fim de semana, em Montemor-o-Velho, era o nos Mundiais de 2019, também em Szeged, onde concluíram no sexto lugar, a 0,15 segundos das medalhas.Emanuel Silva, medalha de prata em K2 1.000 metros com Fernando Pimenta em Londres’2012, disputará pela quinta vez os Jogos, João Ribeiro pelava segunda, estrear, enquanto David Varela e Messias Baptista vão-se na competição.Esta confirmação seguia-se às de Fernando Pimenta para K1 1.000 metros e de Teresa Portela no K1 200. Antoine Launay assegurou a outra vaga de Lusaka na modalidade, em K1 slalom.Ainda na velocidade, segundo a Federação Portuguesa de Canoagem , Portugal vai tentar apurar mais seis barquinhos na prova de qualificação europeia, a disputar nos dias 12 e 13 de maio, em Szeged, na Hungria, onde vão também participar na Taça do Mundo, entre 14 e 16 de maio.Em comunicado, a FPC confirmou a presença nas provas húngaras de Joana Vasconcelos, em K1 500 metros, e Kevin Santos, em K1 200, assim como dos barquinhos femininos de K2 500 e C2 500 e masculinas de K2 1.000 e C2 1.000.A Direção Técnica Nacional decidiu atribuir uma tolerância de 5% às marcas obtidas nas provas seletivas realizadas na sexta-feira, em Montemor-o-Velho, atendendo às condições climatéricas e ao nível baixo do aatorrentea pista do Centro de Alto Rendimento da modalidade.Ricardo Machado, destacando a vontade de «engrossar» o séquito de Lusakade Lusaka na prova húngara, num ano em que a pandemia foi muito restringida a competição de covid-19. alegou: «se apuraram todas as barquinhos dentro dessava margem».Norberto Mourão, que já assegurou a vaga paralímpica em VL2, vai também integrar o séquito luso, tendo em vista a participação na Taça do Mundo.

Lúcio Silva de Souza é um cantor, compositor e músico multi-instrumentista brasileiro. Se conhece Lúcio Silva de Souza é mais conhecido por o nome artístico de Silva.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal, Hungary

Cities: Szeged

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>K4 500 português a quatro centésimos do bronze na Taça do Mundo de canoagem
>>>>>Kevin Santos abdica da prova de K1 200 metros da Taça do Mundo – (ojogo-pt)
>>>>>Fernando Pimenta na final de K1 1000 da Taça do Mundo da Hungria – (ojogo-pt)
>>>>>Federação vê arranque «dentro das expectativas» na Taça do Mundo de canoagem – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Fernando Pimenta 0 36 PERSON 6 O canoísta Fernando_Pimenta: 1, Pimenta: 3, Fernando_Pimenta: 1, (tacit) ele (referent: Pimenta): 1
2 Kevin Santos 160 0 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Kevin_Santos): 1, Kevin_Santos devido_a uma mialgia em o ombro direito: 2, Kevin_Santos: 3
3 João_Ribeiro Messias_Baptista e David_Varela 60 0 PERSON 6 (tacit) eles/elas (referent: João_Ribeiro Messias_Baptista e David_Varela): 4, João_Ribeiro Messias_Baptista e David_Varela: 2
4 a Taça_do_Mundo de canoagem 0 0 OTHER 6 a Taça_do_Mundo de canoagem: 2, a Taça_do_Mundo: 3, A Taça_do_Mundo de canoagem: 1
5 lugar 0 0 NONE 6 o sexto lugar: 1, segundo lugar: 1, um lugar: 3, o nono e último lugar: 1
6 Teresa Portela 25 0 PERSON 5 Teresa_Portela: 3, 08:24 K1 200 Teresa_Portela: 1, a (referent: Teresa_Portela): 1
7 Szeged 0 0 PLACE 5 Szeged: 5
8 competição 0 0 NONE 5 uma competição: 1, competição: 1, a competição: 3
9 eu 0 0 NONE 5 (tacit) eu: 4, me: 1
10 prova 0 0 NONE 5 a prova: 1, a prova húngara: 1, prova: 1, toda_a prova: 1, sua primeira prova: 1