Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Carlo Ancelotti

Defesa internacional de Portugal foi usado como exemplo pelo treinador Carlo Ancelotti para exemplificar o nível superior da Premier LeagueCarlo Ancelotti, treinador de Italia do Everton, considerou, esta sexta-feira, que a Premier League arrebata as restantes principais ligas europeias pela competitividade e, sobretudo, pela habilidade financeira dos clubes no reforço dos plantéis.O carismático timoneiro dos toffes lembrou, em entrevista a um jornal esportivo italiano, como reforço do argumento prévio, que os finalistas das últimas duas edições da Liga dos Campeões e da Liga Europa foram equipas britânicas.»Não é um campeonato como os outros. É bastante competitivo, como prova o facto de que há dois anos quatro equipas de Inglaterra disputaram as finais europeias. Podem declarar-se muitas coisas para justificar a superioridade dos ingleses rostito aos italianos, como por exemplo que o rigor tático da Serie A reduz a intensidade, mas para mim é simples: na Premier League estão os melhores jogadores e treinadores», referiu o técnico ao Corriere dello Sport.Faz 12 anos, o treinador transalpino, a satisfazer a segunda passagem por Inglaterra adicionou que o poderio económico de os símbolos atrai para Inglaterra grande parte de os melhores futebolistas.Como exemplo, Ancelotti assinalou a distinta atividade dos clubes de Inglaterra e, no caso, dos espanhóis, no último mercado de verão, o que espelha a distinta robustez financeira de ambos mesmo em plena situação de retração rostito à pandemia.»A grande diferença está na característica, mas isso tem um custo. Mesmo os principais clubes a padecerem financeiramente, o Manchester City contratou o Rúben Dias, um dos melhores defesas do mundo, Ferrán Torres, Aké… O Chelsea gastou 200 milhões em Werner, Havertz, Chilwell e Ziyech. Real Madrid e Barcelona não conseguiram contratar», alegou o treinador do Everton.Faz 1 ano, Rúben Dias trocou o Benfica pelo Manchester City a troco de 68 milhões de euros, tornando se em a segunda maior transferência de a história de o clube de Portugal, sendo somente superada pela de João Félix, em 27 de setembro de 2020.

Depois do triunfo por 2-1 em França, o Manchester City bateu o PSG por 2-0 e carimbou a passagem à final da Liga dos Campeões.O Manchester City suprimiu o PSG e carimbou a passagem à final da Liga dos Campeões. Os citizens venceram por 2-0, depois da triunfo por 2-1 na primeira mão, e seguem para a grande final, onde defrontarão Chelsea ou Real Madrid.O conjunto de Pep Guardiola venceu com um bis do argelino Riyad Mahrez , que já havia faturado em França.A formação de Inglaterra tinha como melhor registo na principal prova europeia de clubes a presença nas meias-finais, na época 2015/16, sendo então suprimido pelo Real Madrid .Na final, marcada para 29 de maio, em Istambul, na Turquia, o Manchester City defrontará o ganhador do embate entre o Chelsea e o Real Madrid, que se defrontam na quarta-feira, em Londres, depois do empate 1-1 na capital de Espanha.Equipa de Inglaterra chega, pela primeira vez, à final da Liga dos CampeõesManchester City qualificou-se pela primeira vez para a final da Liga dos Campeões, ao vencer em casa o PSG por 2-0, em encontro da segunda mão das meias-finais.Depois do vitória por 2-1 na capital gaulesa, o conjunto de Pep Guardiola, treinador campeão da Europa em 2008/09 e 2010/11 ao serviço do Barcelona, venceu com um «bis» do argelino Riyad Mahrez , que já havia faturado em França.A formação de Inglaterra tinha como melhor registo na principal prova europeia de clubes a presença nas meias-finais, na época 2015/16, sendo então suprimido pelo Real Madrid .Entre os finalistas estarão, por isso, três internacionais portugueses – todos com passagem pela formação do Benfica -, ou seja, Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva.Na final, marcada para 29 de maio, em Istambul, na Turquia, o Manchester City defrontará o ganhador do embate entre o Chelsea e o Real Madrid, que se defrontam na quarta-feira, em Londres, depois do empate 1-1 na capital de Espanha.O Chelsea qualificou-se pela terceira vez para a final da Liga dos Campeões, marcando encontro com os compatriotas do Manchester City, ao vencer em casa o Real Madrid por 2-0, na segunda mão das meias-finais.

Na sábado 24 de abril central de Portugal tem sido um dos jogadores em maior destaque na presente edição da Premier League.Depois de um arranque de temporada algo «tremido», o Manchester City encarrilou e seguia a passos largos para a conquista do título de campeão de Inglaterra.Um dos alicerces da equipa montada por Pep Guardiola fala em português: trata-se de Rúben Dias, que, na época de estreia em Inglaterra, tem estado em plano de destaque, havendo até quem já fale na possível conquista do prémio de melhor jogador da temporada na Premier League.»Estar nas contas desse prémio só quer dizer que a equipa ganhou e teve êxito. Minha primeira época nesta liga, seria inacreditável, se me declarare que podia ganhar o prémio de jogador do ano na, mas meu amigo… O que eu desejo é ganhar a Premier League», afiançou o internacional luso, em entrevista ao site dos «citizens», na véspera da final da Taça da Liga inglesa, frente ao Tottenham.Rúben enfatizava que um dos segredos da equipa passava pela entreajuda constante entre os onze jogadores em campo: «As pesoas podiam falar sobre mim e sobre o John Stones, mas a relação que há era entre os onze jogadores dentro de campo. era como ir para o combate, em que declarávamo: ‘ estavas em apuros, vou auxiliar-te e estar sempre ali para ti. Sempre que cometeres um erro, estava aqui eu’. Instituímo essa cultura desde o começo e era algo que tornava tudo mais fácil. Sentimo-nos mais confiantes e até imparáveis, porque estamos todos a remar para o mesmo lado», explica o ex-Benfica, que, sobre um das habilidades emergentes do City – Phil Foden – deixa uma espécie de… recado.»Como era Foden nos treinos? Ele sabia que contra mim tinha que ir com serena», rematou Rúben Dias, entre risos.

Carlo Michelangelo Ancelotti é um técnico e ex-futebolista de Italia que atuava como meio-campista.

O Everton Football Club é um clube de futebol fundado no bairro homônimo da cidade livoniano, Noroeste da Inglaterra.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United Kingdom, Spain, Italy

Cities: Barcelona

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»Mesmo com os principais clubes a padecerem, o City adquiriu Rúben Dias…»
>>>>>Manchester City elimina PSG e é o primeiro finalista da Liga dos Campeões – (ojogo-pt)
>>>>>Três portugueses ajudam Manchester City a fazer história – (ojogo-pt)
>>>>>Os golos que deram ao Chelsea o apuramento para a final da Champions: veja aqui – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 208 0 NONE 12 (tacit) eu: 6, me: 1, eu: 2, mim: 3
2 Manchester City 0 0 ORGANIZATION 7 o Manchester_City: 5, O Manchester_City: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Manchester_City): 1
3 Rúben Dias 90 0 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Rúben_Dias): 1, Rúben_Dias: 3, Rúben: 1, (tacit) ele/ela (referent: Rúben): 1
4 Real Madrid 0 0 ORGANIZATION 6 o Real_Madrid: 6
5 você 0 50 NONE 5 (tacit) você: 3, te: 1, ti: 1
6 nós 110 0 NONE 5 nos: 1, (tacit) nós: 4
7 Chelsea 0 0 ORGANIZATION 5 o Chelsea: 3, O Chelsea: 2
8 a final de a liga_dos_campeões 0 0 NONE 4 a final de a Liga_dos_Campeões: 4
9 equipa 0 0 NONE 4 a equipa montada: 1, a equipa: 2, Equipa inglesa: 1
10 Premier League 0 40 ORGANIZATION 3 a Premier_League: 2, (tacit) ele/ela (referent: a Premier_League): 1