Por: SentiLecto

Declarações de Miguel Cardoso, treinador do Rio Av, depois do empate 0-0 no terreno do Portimonense.Análise ao jogo: «Viemos jogar com o intuito de ganhar os três pontos e conservámo essa atitude ao longo do jogo. Tivemos chances para no momento certo fazer golo e colocar o jogo a nosso favor. No entanto, reconheço que o Portimonense é uma equipa com valia e era fundamental defender bem, porque o jogo partido contra esta equipa não nos interessava nada. Foi fundamental conservarmo o foco e a atitude e apelei aa pausa aos jogadores para conservarem a concentração. Conseguimos e foi o detalhe que não permitiu que o jogo pendesse a nosso favor, pois podíamos ter conquistado aqui os três pontos.»Contas da continuidade: «Infelizmente, nos oito últimos jogos empatámos seis e perdemos dois, porque aqui e acolá as coisas não nos têm saído bem. A equipa tem atitude competitiva e desejamo conservar o foco e essa atitude para chegarmos ao que desejamo, que é a manutenção. Os resultados dos oponentes diretos quanto mais penderem a nosso favor melhor, no final interessa que o balanço saia a nosso favor.»

Miguel Cardoso considera «fundamental» um triunfo do Rio Ave em Portimão.Miguel Cardoso considerou esta sexta-feira que vai ser «fundamental» para a estabilidade emocional da sua equipa um triunfo no jogo deste sábado, frentMiguel Cardoso considerou esta sexta-feira que vai ser «fundamental» para a estabilidade emocional da sua equipa um triunfo no jogo deste sábado, frente ao Portimonense, da 30. Miguel Cardoso é o treinador do Rio Ave. Miguel Cardoso é o treinador do Rio Ave.ª jornada da I Liga.»Vencer seria fundamental porque nos daria um fôlego completamente diferente. Ter 30 ou 33 pontos no final desta jornada vai ser algo distinto na estabilidade e abordagem emocional aos quatro jogos que ficam a faltar. Este é um jogo importante, mas temos condições para debater todas as partidas e amealhar os pontos necessários», declarou o técnico do Rio AveO conjunto vila-condense não vence há sete jornadas consecutivas, numa sequência que o atirou para a luta pela manutenção, que Miguel Cardoso acredita que será superada, mostrando confiança na performance mundial da equipa.»Por aquilo que a equipa tem produzido acho que se justificaria termos mais um ou dois pontos. Isso tornaria o atual momento bem diferente. A grande lacuna tem sido a incapacidade de materializar em golos as chances instituídas. Temo que estar mais concentrados», analisou o treinador.Sobre o oponente deste sábado, Miguel Cardoso falou de uma equipa «competitiva e com característica», garantindo uma atenção ao coletivo do Portimonense e não somente ao seu ponta de arremessa Beto.»Espero um Portimonense à imagem dos últimos jogos, e que faz mais jus ao seu real valor. Olharemos para todas as suas mais valias. Claro que devemo ter atenção às cqualidadesindividuais do seu aprogredido mas também à fmaneiracomo a bola chega até ele», pdividiuo treinador do Rio Ave.O técnico lamentou que no plantel vila-condense, e ao contrário de épocas anteriores, não haja um jogador «que sozinho faça tantos golos como o resto da equipa», mas mostrou-se confiante que nesta ponta final do campeonato a equipa vai estar mais estável em relação a alguns problemas físico que tem restringido desportistas.»A perda de um outro jogador tem-nos penalizado, mas acredito que teremos um Rio Ave forte até ao final. Temos sido competitivos, e quando não vencemos, mesmo não fomos inferiores aos oponentes. Pela necessidade de dar respostas e com alguns os desportistas a recuperem o nível que precisamos, estamos confiantes que vamos atingir a tranquilidade», deduziu Miguel Cardoso.Para este desafio, o técnico não pode contar com o punido Ivo Pinto e com os lesionados Jambor, André Pereira e Júnio Rocha, mas tudo menciona que vai ter à disposição Carlos Mané e Borevkovic que recuperaram de problemas físicos.O Rio Ave, 15.º classificado com 30 pontos, joga este sábado no terreno do Portimonense, 11.º com 33, numa partida agendada para as 18h00, que vai ter arbitragem de João Pinheiro, da Associação de Futebol de Braga.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Miguel Cardoso: «Aqui e acolá as coisas não nos têm saído bem»
>>>>>Miguel Cardoso: a «grande lacuna» do Rio Ave e a confiança na manutenção – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 271 40 NONE 23 nos: 4, (tacit) nós: 19
2 equipa 60 0 NONE 7 sua equipa: 1, a equipa: 2, uma equipa: 2, esta equipa: 1, A equipa: 1
3 eu 16 0 NONE 7 (tacit) eu: 7
4 jogo 0 35 NONE 5 o jogo partido: 1, o jogo: 2, um jogo importante: 1, jogo: 1
5 Miguel Cardoso 240 0 PERSON 5 Miguel_Cardoso: 3, Miguel_Cardoso (apposition: O treinador de o Rio_Ave): 2
6 problemas 0 240 NONE 3 problemas físicos: 1, alguns problemas: 2
7 Portimonense 80 0 ORGANIZATION 3 um Portimonense: 1, o Portimonense: 2
8 um Rio_Ave forte 80 0 PLACE 3 O Rio_Ave 15: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Rio_Ave 15): 1, um Rio_Ave forte: 1
9 jogos 0 0 NONE 3 os oito últimos jogos: 1, os quatro jogos: 2
10 manutenção 0 0 NONE 3 a manutenção: 3