Por: SentiLecto

Técnico de Portugal logrou, de maneira padecida, o 638.º vitória na titulada carreira, para o qual Rui Patrício contribuiu largamenteSalvo pelo golo tardio de El Shaarawy, aos 93′, que garantiu à Roma o tvitóriasobre o forasteiro Sassuolo, o treinador José Mourinho admitiu, este domingo, que relativizou em privado o jogo 1000 da carreira e que tinha o receio de sair derrotado.»Menti durante toda a semana. Declarou a toda a gente que este não era um jogo especial e tentei até persuadi-me a mim mesmo. Na realidade, este foi um jogo especial, porque pela frente tinha um número importante para mim, que vou guardar para sempre na minha vida. Estava apavorado pela chance de associar esta memória a uma derrota e, por isso, menti a toda a gente», alegou o técnico de Portugal.Mourinho reconheceu, após o 638.º vitória na titulada carreira como treinador principal, que a receção da Roma ao Sassuolo, relativa à terceira jornada da Serie A, poderia até ter tconcluídocom outro resultado, drealçandoaoiprotagonismodo guardião Rui Patrício.»Foi um jogo que podia ter concluído em 7-7. Eles podiam ter ganho por 2-1, mas ganhámos nós. Enquanto nós falhávamos possibilidades claras, o Rui Patrício fez defesas inacreditáveis. Creio que quem viu o jogo com um olhar neutro viu algo extraordinário, com imensa afeição», disse o treinador de Portugal.

Faz 21 anos, o encontro realizou se a, em o Porto, onde José Mourinho, então com 37 anos, se exibiu ao mundo como treinador principal, depois de vários anos como adjunto, de proeminentes com o inglês Bobby Robson ou o de Holguín Louis van Gaal.José Mourinho, que satisfaz no domingo o jogo 1.000 como treinador principal de futebol, recorda-se bem do seu primeiro encontro, uma estreia a perder, no Bessa, ao comando do Benfica, há mais de duas décadas.O técnico de Portugalde Portugal à agência Lusa, em alusão ao golo madrugador do brasileiro Duda, que decidiu o jogo aem defesa dos»axadrezados» logo aos dois minutos rlembrou «Ainda não me tinha ssentar-see já estava a perder».O 1-0 perdurou até final.Faz 21 anos, o encontro realizou se a, em o Porto, onde José Mourinho, então com 37 anos, se exibiu ao mundo como treinador principal, depois de vários anos como adjunto, de proeminentes com o inglês Bobby Robson ou o de Holguín Louis van Gaal.Dias antes, e conforme contou no livro «Um Ciclo de Vitórias», que escreveu em parceria com Luís Lourenço, recebeu um telefonema que «iria mudar a sua vida», do «grande amigo Eládio Paramés», então «Diretor de Comunicação da Benfica SAD».De começo, Mourinho pensava que o convite era para continuar a ser adjunto – etapa que tinha decidido terminar -, sendo que se falava de Toni para técnico principal, mas quando se encontrou, percebeu que não com o então líder dos «encarnados».»Aceita ser treinador principal do Benfica», foram os vocábulos do polémico João Vale e Azevedo, que explicou ao técnico de Lusakade Lusaka que de futebol nada percebia, mas que, após aconselhado, o tinha selecionado pelo seu «personalidade e personalidade».O treinador de Portugal aceitou o desafio e, dias depois, com uma apresentação oficial pelo meio, já com o ex-central de Brasil Mozer como adjunto, estreou-se como treinador principal, em encontro da quinta jornada do campeonato luso de 2000/01.»Não me recordo do 10.º ou do 100.º, mas claro que me recordo do primeiro jogo. Foi frente ao Boavista, com o Benfica, e ficou 1-0″, frisou à Lusa Mourinho, que, como explicou em «Um ciclo de Vitórias», encontrou no Benfica um «plantel fraco, sem futuro e sem apretensão.Em o Bessa , o seu primeiro » o malogrado guarda-redes Enke » compôs onze e um quarteto defensivo formado por o de Jugorsk Dudic , em a direita , Paulo Madeira e o brasileiro Ronaldo , a o meio e o paraguaio Rojas, à esquerda.Para o meio-campo, os eleitos foram Fernando Meira, como médio mais defensivo, Maniche – seria expulso sobre o final – e o checo Poborsky, com Carlitos e o egípcio Sabry a surgirem como extremos, no suporte ao holandês Van Hooijdonk.Mourinho, que trocou Kandaurouv e Uribe por Dudic e Sabry em relação ao último «onze» de Heynckes , ainda arremessou Calado, João Tomás e Miguel, mas não conseguiu dar a volta ao golo a abrir dos comandados de Jaime Pacheco, que viriam a sagrar-se sensacionalmente campeões nacionais.A carreira de treinador principal de Mou iniciou, assim, com um desaire, que, então, atirou o Benfica para o oitavo lugar da classificação, com sete pontos, a seis do líder Braga.Nos «encarnados», a sua trajetória foi bastante curta, pois, pouco depois da sua entrada, realizaram-se votações e Manuel Vilarinho destronou Vale e Azevedo, depois de, durante a campanha, ter feito saber que o «seu» treinador era Toni.Mourinho só satisfez, assim, 11 jogos como treinador do Benfica, despedindo-se, porém, em «grande», com um 3-0 ao então campeão Sporting, na Luz, em 03 de dezembro de 2000, à 13.ª jornada, graças a um penálti de Van Hooijdonk e um bis de João Tomás.Foi o primeiro grande triunfo da sua carreira como treinador principal e a última pelo Benfica, num resultado que teve como «prejuízo colateral» a queda de Augusto Inácio, despedido do comando dos «leões» meses após um histórico título.

Na terça-feira 31 de agosto Guardião internacional sueco vai jogar no Sheffield UnitedA contratação de Rui Patrício veio retirar-lhe ainda mais espaço e a solução encontrada acabou por ser o empréstimo. Robin Olsen jogará no Sheffield United por empréstimo da Roma.Em comunicado, os blades confirmaram a chegada do guardião de 31 anos, que teria a responsabilidade de trocar Ramsdale, transferido para o Arsenal neste defeso.Este era um retorno de Olsen a Inglaterra, depois de já na última época não ter contado para Paulo Fonseca e ter atuado no Everton.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Italy

Cities: Rome

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Mourinho e o jogo 1000: «Menti durante toda a semana. Estava apavorado pela chance…»
>>>>>Mourinho recorda estreia: «Ainda não me tinha sentado e já estava a perder…» – September 10, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Mourinho: «Mil jogos? 90 mil minutos mais descontos e prolongamentos… é muita coisa» – September 10, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 7 NONE 13 (tacit) eu: 9, me: 3, mim: 1
2 José Mourinho 90 0 PERSON 9 José_Mourinho: 3, Mourinho: 4, (tacit) ele/ela (referent: Mourinho): 2
3 treinador 200 0 NONE 7 o treinador português: 1, treinador principal: 4, treinador era: 1, O treinador português: 1
4 jogo 180 0 NONE 7 o primeiro jogo: 1, o jogo: 2, um jogo especial: 2, um jogo: 2
5 técnico 0 0 NONE 5 o técnico português: 2, o técnico luso: 2, Técnico português: 1
6 Benfica 0 0 ORGANIZATION 4 o Benfica: 4
7 Boavista 0 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: o Boavista): 2, o Boavista: 1
8 resultado 0 0 NONE 3 outro resultado: 1, um resultado: 2
9 nós 0 70 NONE 2 nós: 2
10 Rui 270 0 PERSON 2 O Rui_Patrício: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Rui_Patrício): 1