Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Arco Triunfal da Rua Augusta, Plaza del Comercio, Lisboa, Portugal, 2012-05-12, DD 02

No 27.º episódio da série «Ironias do Destino», Pinto da Costa lembra a conquista do campeonato em 2007/08 e a chegada de Hulk ao FC Porto, numa transferência que, na altura, intrigou a esfera do futebol nacional.Tricampeonato em 2007/08: «Foi um campeonato bastante interessante, o segundo triunfo seguido do Jesualdo, tínhamos uma grande equipa, um jogador que foi base em muitos anos nos êxitos do FC Porto, o Helton. Se calhar, jamais ninguém lhe deu o mérito e o valor devido que teve nas conquistas. Ele foi a base dessa grande equipa. Tínhamos jogadores fantásticos, como o Lucho o Quaresma O Lucho é o Lisandro…. Uma boa equipa, vencemos com 20 pontos de avanço, a consagração foi contra o Estrela da Amadora, com uma vitória por 6-0. Vários jogadores importantes marcaram, foi uma grande exposição numa época esplêndida. O FC Porto tinha uma equipa bastante boa, jogava bom futebol, um ano que considero excelente pela característica da equipa e pela maneira como jogava.»Chegada de Hulk ao clube no verão de 2008: «Nesse ano, contratámos o Hulk, que era um jgoador desconhecido, mas que jogava no Japão, creio que na III divisão. Conseguimos contratá-lo por influência do empresário dele. Nós desejávamo reforçar a equipa com um atacante, mas que estivesse dentro das nossas chances, que não eram muitas. Apareceu um empresário, o [Juan] Figer, que nos exibiu um jogador. Garantia-nos característica, vimos vídeos e havia um aspeto curioso. Ele declarava que o jogador conhecia Portugal, que se podia ajustar porque tinha jogado no Vilanovense. Isso assombrou-me, porque o Vilanovense, sendo um clube com história em Gaia, jamais teve uma grande equipa de futebol nem chegou aos escalões principais. Como é que um indivíduo que tinha estado no Vilanovense e não tinha dado nas vistas, porque tinha 17 anos na altura, não teria feito toda a gente reparar nele? Ninguém, nem do FC Porto, nem de outro clube, calculou o que ele podia vir a ser.»A «promessa» de Hulk e o protagonismo no FC Porto: «Recordo-me de o Hulk contar que, vinha ver os jogos do FC Porto com um senhor lá do clube, quando estava no Vilanovense. Com 17 anos, jogando no Vilanovense, declarou: ‘Eu devo jogar aqui neste estádio, neste clube’. Sarcasmo do destino, o facto é que indo para o Japão, quando já não contava retornar a Portugal, teve essa chance, ganhou e foi um jogador importantíssimo nos grandes Sucessos que tivemos e em que esteve presente. Ele e o Helton foram as chaves principais desses êxitos. Foi um jogador que deixou história, ficou bastante ligado ao FC Porto e aos adeptos. Todos se lembram dele. Foi daquelas aquisições em que eu penso que acertámos em repleto.»

Jorge Nuno Pinto da Costa lembra a aposta ganha em Jesualdo Ferreira entre 2006 e 2009. Jorge Nuno Pinto da Costa é presidente do FC Porto. Jesualdo Ferreira é treinador que governou os dragões na conquista de três campeonatos consecutivos.E não esqueceu a despedida de Vítor Baía dos relvados, em novo episódio da série «Ironias do Destino», do Porto Canal.Chegada de Jesualdo Ferreira ao FC Porto, em 2006/07: «É verdade, o Jesualdo teve uma passagem bastante positiva pelo FC Porto. Ele que, a princípio, gerou alguma desconfiança na massa associativa, os adeptos não gostavam da grande ligação que tinha tido ao Benfica durante a carreira, o que para mim jamais foi problema. Entrou oito dias antes de iniciar o campeonato. É uma situação bastante complicada, mas – e essa foi uma das razões da minha escolha – ele era um profundo conhecedor do futebol português, de todas as equipas do campeonato, e a equipa depressa se ajustou aos seus princípios, aos seus técnicas e teve grande êxito. Esse campeonato foi difícil, se venceu o guarda-redes de eles em a última jornada, contra o Aves, curiosamente era o Nuno Espírito Santo. Nós ganhámos por 4-1, fizemos uma excelente exposição. Nesse ano foi também o final [de carreira] do maior guarda-redes de sempre do FC Porto, com o aparecimento do notável Helton, que veio a ser bastante importante em todos os Sucessos que se seguiram depois desse dia. Foi uma jornada esplêndida, de uma afeição bastante grande para o professor Jesualdo. Já tinha muitos anos de futebol, mas jamais tinha vencido um título como treinador principal. Foi um deleite bastante grande e eu senti também compensada e reconhecida a minha escolha, porque aos que duvidavam que fosse capaz de se integrar na vida e na almazinha do FC Porto ele provou não só nesse ano como nos seguintes que viveu apaixonadamente o FC Porto, como vivia qualquer clube onde estivesse.»Sentimento antes da jornada decisiva: «É uma complicação. Na véspera sonhamos com tudo, pensamos em tudo, mas a equipa era bastante forte, estava determinada, não tinha dúvidas de que iríamos vencer.»Despedida de Vítor Baía e resolução da equipa: «O jogo [com o Aves] era decisivo. Como costumo declarar, já não há mais: ou é hoje ou acabou. Eu lembro-me que utilizei esses vocábulos: ‘Hoje ja não há próximo jogo. Ou é ou não é.’ Aí já não há pensamentos de quem está ou quem não está. Quem está deve ganhar. E foi com essa resolução que entrámos, com um público fantástico, com o estádio belo. Ainda não havia essa desgraça da pandemia, desses inteligentes que caminham a fechar os estádios… Uma jornada fantástica, realmente. Foi o primeiro, como já declarou, de três títulos do Jesualdo, o único treinador a vencer três campeonatos consecutivamente. O Artur Jorge também venceu três, mas não foram consecutivos.»Hulk marcou os dois golos do triunfo do Atlético Mineiro diante do Corinthians em jogo a contar pela 12ª jornada do campeonato brasileiro.Após um hiato de dez jogos sem marcar golos, Hulk voltou a mostrar a seu rostito mais conhecida. O antigo avançado do FC Porto bisou na reviravolta do Atlético Mineiro diante do Corinthians, neste sábado, na Neo Química Arena, em São Paulo, a contar pela 12ª jornada do campeonato brasileiro.»Estou contente por voltar a fazer golos e auxiliar a minha equipa, que é o mais importante. Estava contente pelos resultados. Claro que desejo fazer golos, porque a cobrança é grande. Mas é o triunfo, quando não tem o importante», declarou.»Independentemente dos golos hoje, o que vale é a entrega de toda a gente. Não teremos jogos fáceis, mas este é a almazinha do Galo. Hoje, com uma equipa grande como o Corinthians nesse estádio maravilhoso… Sabíamos que seria difícil, mas desejo parabenizar a equipa técnica e os jogadores que combateram até oa final», completou.marcaram-se os golos de Hulk a os 64 minutos e 86 ‘, sendo o primeiro em a cobrança de um livre direto. «Sabemos que por mais que bata bem na bola não é tão fácil fazer golo de livre. Vê grandes craques como o Ronaldinho [Gaúcho], que batia muitos livres. A gente sabe que é bastante treino. Faz 1 dia, treinámos para chegar a o jogo e aproveitar a possibilidade, ontem. Às vezes a possibilidade é mínima, só uma e eu fui contente hoje», comemorou.Hulk adiciona, agora, 13 golos e 9 assistências em 32 jogos pelo Atlético Mineiro. A equipa ocupa agora a segunda posição no Brasileirão com os mesmos 25 pontos do Palmeiras, que ainda vai jogar este domingo diante do Atlético-GO.No 26.º episódio da série «Ironias do Destino», do Porto Canal, o presidente do FC Porto lembrou a afirmação do guarda-redes de Brasil na baliza azul e branca e uma curiosa conversa com João Bartolomeu, antigo líder da União de Leiria.Ascensão de Helton no FC Porto: «Foi bastante fácil. Quando jogava no Vasco da Gama, o Helton, além de ter imensa característica, que conhecíamos de do Brasil, teve muita personalidade, não teve pressa em ganhar o lugar. Teve como primeiro apoiante, que lhe limou algumas arestas, o Vítor Baía, fundamental na sucessão. Além de uma grande amizade, tinham um interesse habitual: que a passagem de depoimento redundasse de maneira perfeita. O Vítor Baía foi o melhor guarda-redes de todos os tempos do FC Porto e o Helton foi um merecedor sucessor, importante nos triunfos que se seguiram.»A passagem de Helton pela União de Leiria: «Conhecíamos bem o Helton, de vê-lo no Vasco da Gama. Não tínhamos a mínima dúvida de que faria história no FC Porto. Tínhamos o Vítor Baia no auge, não desejávamo que o Helton ficasse parado. Falei ao João Bartolomeu, então presidente do Leiria, que era e é meu amigo. Declarou-lhe: ‘Tenho um guarda-redes para lhe emprestar que para o ano joga de caras no Leiria.’ E então encontrámo-nos na estalagem de São Bento, em Fátima, para lhe exibi o jogador. Ele viu-me ao pé do Helton, chamou-me a um canto e declarou: ‘Ó presidente, ele é tão alto e tão magrinho. As bolas baixas, não defenderá nenhuma.’ Eu respondi: ‘Bartolomeu, não se inquiete. Se ele não jogar no Leiria, o FC Porto paga-lhe o ordenado. Não tem nada a perder’. Passados 15 dias ele [João Bartolomeu] declara: ‘Ele é um gato, defende tudo!’ Ao que eu respondi que além de defender tudo ainda ia acabar com os ratos em Leiria. [risos] Estava radiante, fez uma época excelente [n. d. r.: Helton passou três temporadas em Leiria] e veio para o FC Porto, foi um merecedor sucessor do Vítor Baía e bastante importante nos grandes triunfos que tivemos nessa era.»

Na quinta-feira 24 de junho presidente do FC Porto lembrou o processo de contratação do central de Brasil, que encarnou o clube durante 11 épocas.quando Pinto da Costa contratou aquele, se centrou transmitido dpelo Porto Canal o nono episódio de a série » Ironias do Destino «, , em o ano de 1990 que ainda era o jogador estrangeiro com mais jogos realizados por o FC Porto : Aloísio.»Ele estava no Barcelona e um empresário meu amigo, que felizmente estava vivo e bem de saúde, o Josep Maria Minguella, falou-me no Aloísio e que ele encaixava bem no FC Porto. Marcou uma reunião com o Barcelona para um dia ao meio-dia, mas na véspera, à tarde, ligou-me e ddeclaroume que era melhor ir de manhã, porque às 16h00 horas ia iaá o Nantes para levar o Aloísio», coiniciouor contar o presidente dos dragões, que à pressa tevdeveu arranjarm voo direto» para a capital da Catalunha para fechar o brasileiro.»A proposta que o Aloísio tinha do Nantes era superior à nossa, mas ele optou por vir para o FC Porto, onde fez uma grande carreira e ainda tem uma grande ligação ao FC Porto», alegou Pinto da Costa. «Ele foi um jogador marcante no FC Porto. Não era por acaso que estava no museu, na melhor equipa de sempre do clube, eleita pelos sócios. Jogou dez anos sempre como titular, com uma regularidade fantástica. era um jogador de equipa e de grande eficiência», elogiou.

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte.

Helton Brant Aleixo Leite, mais conhecido por Helton Leite é um futebolista que atua como goleiro.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Porto, Amadora

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Pinto da Costa: «Quando o Hulk já não contava retornar a Portugal…»
>>>>>Pinto da Costa: «Jesualdo gerou alguma desconfiança no início, mas depois…» – July 19, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>»O presidente do Leiria virou-se para mim e disse: ‘Ele é um gato, defende tudo!'» – July 19, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Pinto da Costa e a saída de Adriaanse: «Por razões um bocado impensáveis ele resolveu sair» – July 16, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Pinto da Costa: » Em Portugal exagera-se nas chicotadas, sem dúvida alguma» – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Pinto da Costa recorda Co Adriaanse: «Pedi-lhe para ele ir ao meu gabinete no dia seguinte» – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Pinto da Costa: «A escolha do treinador é minha. Naturalmente que ouço todos os diretores» – July 15, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Pinto da Costa lembra como convenceu Mourinho e não esquece «o recorde dos 100 metros» – July 13, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Pinto da Costa e o apoio especial em Sevilha: «Mesmo no banquete oficial…» – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Pinto da Costa e a relação com os treinadores: «Se é preciso ser bom observador? Tem de ser» – July 16, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>Hulk volta a marcar após dez jogos, lembra Ronaldinho e admite: «A cobrança é grande…» – July 18, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Hulk dá espetáculo no campeonato brasileiro com este golaço de livre e não só – July 18, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 530 45 NONE 35 (tacit) eu: 20, me: 8, eu: 3, mim: 1, Eu: 3
2 nós 463 97 NONE 29 nos: 4, Nós: 2, (tacit) nós: 23
3 o FC_Porto 0 0 PLACE 15 o FC_Porto: 13, O FC_Porto: 1, Ninguém nem de o FC_Porto nem de outro clube: 1
4 equipa 580 0 NONE 11 A equipa: 1, a equipa era muito forte: 1, uma equipa muito boa: 1, uma grande equipa: 1, a melhor equipa: 1, a equipa: 2, Uma boa equipa: 1, uma equipa grande: 1, minha equipa: 2
5 era 90 0 NONE 8 essa era: 1, era: 5, era decisivo: 1, era superior: 1
6 jogador 0 0 NONE 8 um jogador: 5, um jogador marcante: 1, o jogador: 1, o jogador estrangeiro: 1
7 clube 0 30 NONE 7 este clube: 1, um clube: 1, o clube: 4, qualquer clube: 1
8 Helton 280 0 ORGANIZATION 7 o notável Helton: 1, O Helton além_de ter imensa qualidade de: 2, (tacit) ele/ela (referent: O Helton além_de ter imensa qualidade de): 1, o Helton: 3
9 Hulk 0 0 PERSON 7 (tacit) ele/ela (referent: Hulk): 3, Hulk: 4
10 da Pinto Costa 0 0 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: Pinto_da_Costa): 1, Ele (referent: Pinto_da_Costa): 1, Pinto_da_Costa: 3