Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Fábio Costa

Centenário da competição vai ter participação lusaA seleção de Portugal de ciclismo de estrada vai estar encarnada por 17 desportistas no campeonato do Mundo, de domingo a 26 de setembro na Bélgica, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Ciclismo .A prova, que se realiza na Flandres e festeja o centenário da competição, tem como principal novidade, no seio da seleção de Lusaka, a ausência de Rui Costa , que no domingo foi 18.º nos Europeus, em Trento, Itália.Na equipa masculina de elite, Portugal vai continuar a ser liderado por João Almeida , com Nelson Oliveira , Rafael Reis , Ruben Guerreiro e Rui Oliveira a repetirem a presença em relação aos campeonatos da Europa.A novidade é a entrada de André Carvalho para o lugar do campeão do mundo em 2013, num sexteto que enfrenta a prova de fundo no último dia de corrida, com Nelson Oliveira e Rafael Reis selecionados para o contrarrelógio individual.A prova de fundo, no último domingo de provas na Flandres, conserva as típicas qualidades das clássicas nesta zona, uma das mais típicas e afamadas do ciclismo global, com 268,3 quilómetros entre Antuérpia e Lovaina com subidas curtas e «empinadas» e vários troços em empedrado.»São caminhos bastante específicos. Nos mais jovens pretende-se combater pelos melhores resultados possíveis, mas, sobretudo, dar uma experiência competitiva diferente aos nossos corredores. Nas categorias de elite e de sub-23 temos corredores que se ajustam bem a esta espécie de provas, pelo que tentaremos fazer um bom campeonato do mundo», disse José Poeira, mencionado pela FPC.Na prova feminina de elite, e na ausência de uma categoria sub-23 na qual «encaixariam», vão estar a olímpica Maria Martins , campeã nacional de fundo, e Daniela Campos , com esta última a disputar o contrarrelógio, disciplina em que é também a número um nacional.Fábio Costa , Miguel Salgueiro e Pedro Miguel Lopes vão estar na prova sub-23 masculina, com António Morgado e Gonçalo Tavares , que vão estar no «crono», a liderarem nos juniores uma formação completa com Diogo Pinto e Lucas Lopes .Beatriz Roxo une-se a Sofia Gomes , que já tinha estado no Europeu, nas juniores femininas, correndo somente a prova de fundo.Ana Rita Vigário recordou a «juventude» de toda a seleção que leva na Flandres, colocando como objetivo «a aquisição de experiência Ana Rita Vigário recordou a «juventude» de toda a seleção que leva na Flandres, colocando como objetivo «a aquisição de experiência e de proficiências competitivas». Ana Rita Vigário é a selecionadora das femininas. Ana Rita Vigário é a selecionadora das femininas.Os Mundiais abrem com o «crono» da elite masculina no primeiro domingo. O «crono» da elite masculina é um caminho de 43,3 quilómetros entre Knokke-Heist e Bruges.Segue-se o contrarrelógio feminino, no dia 20, e Em 11 dias, o de os juniores masculinos com as provas de fundo a arrancarem em o dia 24, com a de os juniores masculinos e a de os sub-23.No dia 25, as juniores femininas correm 75 quilómetros com partida e chegada em Lovaina, cidade de chegada da elite, após 157,7 quilómetros. O programa conclui com a corrida de elite masculina.

João Almeida em 14.º nos Europeus de ciclismo, Colbrelli sagra-se campeãoJoão Almeida foi 14.º classificado na prova de fundo de elite dos Europeus de estrada, que concluíram em Trento , cotando-se como o melhor representante de Portugal na corrida vencida pelo italiano Sonny Colbrelli.João Almeida concluiu a seis minutos Colbrelli, que percorreu os 179,2 quilómetros da prova em 4:19.45 horas e se impôs ao sprint ao belga Remco Evenepoel, enquanto o de Francia Benoit Cosnefroy concluiu no terceiro lugar, a 1.30 minutos do ganhador.Evenepoel liderou a escapada dos três ciclistas que concluíram no pódio, levando mesmo à descolagem de Cosnefroy, mas uando este o convidou a dividi o esforço.A, foi incapaz de resistir ao ataque já com a meta à vista de Colbrelli, que njamaisccooperoucom o belga, nem mesmo q Itália venceu pela quarta vez consecutiva a competição de elite nos Europeus de estrada, sempre através de ciclistas diferentes, depois dos sucêxitos Matteo Trentin, em 2018, Elia Viviani, em 2019, e Giacomo Nizzolo, em 2020.Rui Costa, campeão mundial em 2013 e sexto classificado nos Europeus de 2016 – a melhor classificação de sempre de um corredor português -, concluiu pouco atrás de João Almeida, no 18.º lugar, a 9.13 minutos de Colbrelli.Nelson Oliveira foi 28.º posicionado, também a 9.13 minutos do novo campeão europeu, e o último dos seis representantes de Lusakade Lusakade Lusaka que concluiu a prova, uma vez que Ruben Guerreiro, Rui Oliveira e Rafael Reis foram três dos muitos participantes que desistiram.

Na terça-feira 31 de agosto Seis ciclistas de Portugal competirão em Trento, Itália, na prova de fundo, no dia 12, último dos Europeus, com 179,2 quilómetros de distância, com Almeida e Reis a disputarem o «crono» individual, de 22,4 quilómetros, no dia 9.João Almeida era o principal nome na convocatória portuguesa para os campeonatos da Europa de ciclismo de estrada, anunciada esta terça-feira, com um total de 20 ciclistas de elite, sub-23 e juniores.Na elite masculina, a escolha do selecionador José Poeira recaiu em João Almeida e em Nelson Oliveira , que já tinham sido os selecionados para a prova de fundo e contrarrelógio dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, mas também Rúben Guerreiro , Rui Costa e Rui Oliveira e também Rafael Reis , único membro do pelotão nacional.O ciclista da Deceuninck-QuickStep, que em 2022 correrá pela UAE Emirates, era o principal destaque de uma formação com quase todos os nomes no WorldTour, depois de um ano em que ganhou a Volta à Polónia e foi sexto na Volta a Itália, entre outros resultados de monta.Os seis ciclistas competirão em Trento, Itália, na prova de fundo, no dia 12, último dos Europeus, com 179,2 quilómetros de distância, com Almeida e Reis a disputarem o «crono» individual, de 22,4 quilómetros, no dia 09.Citado pela Federação Portuguesa de Ciclismo , o selecionador realçava as várias subidas da prova de fundo antes da entrada no circuito urbano, que teria ainda um topo por onde o pelotão passaria várias vezes, como instituindo chances para afastar os «sprinters».»Desse modo, ampliaríamos a probabilidade de obtenção de um bom resultado», adicionou.Na corrida masculina sub-23 estariam Fábio Fernandes , Miguel Salgueiro , Pedro Andrade e Pedro Miguel Lopes , com Fernandes no «crono» da categoria.A olímpica Maria Martins estaria na prova feminina de sub-23, no dia 10, com Ana Rita Vigário a assinalar a participação como uma maneira de consolidar «o desenvolvimento da corredora», mencionada pela Federação Portuguesa de Ciclismo . Ana Rita Vigário é a selecionadora.O escalão júnior era o que tem mais ciclistas de Lusaka, com seis masculinos, António Morgado, Gonçalo Tavares e Rúben Rodrigues , Sérgio Saleiro , Tiago Clemente e Tiago Nunes .A este sexteto uniam-se Beatriz Pereira , Mariana Líbano e Sofia Gomes , na prova feminina.Faz 1 dia, o Europeu arrancava, em Trento em 08 e 09 de setembro, seguindo se as provas de fundo de os escalões jovens, em os dias 10 e 11, concluindo com a corrida masculina de fundo elite, em o dia 12.

Fábio Costa é um ex-futebolista de Brasilde Brasil que atuava como goleiro.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Italy, Belgium, Portugal

Cities: Trento, Bruges

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Portugal leva 17 ciclistas ao campeonato do Mundo de estrada
>>>>>João Almeida foi o melhor português na prova de fundo dos Europeus de estrada – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 prova 100 0 NONE 7 a prova feminina: 2, a prova: 2, A prova e: 2, a prova feminina de sub-23: 1
2 a prova de fundo 60 0 NONE 6 A prova de fundo: 1, a prova de fundo: 5
3 João Almeida 0 0 PERSON 6 João_Almeida: 3, João_Almeida em 14: 1, Almeida: 2
4 Sonny Colbrelli 0 20 PERSON 5 Colbrelli: 4, o italiano Sonny_Colbrelli: 1
5 Nelson Oliveira 0 0 PERSON 5 Nelson_Oliveira: 5
6 quilómetros 0 0 NONE 5 268,3 quilómetros: 1, 22,4 quilómetros: 2, 157,7 quilómetros: 1, 75 quilómetros: 1
7 Fábio Costa 0 60 PERSON 4 Costa: 1, (tacit) ele/ela (referent: Fábio_Costa): 1, Fábio_Costa: 1, (tacit) ele/ela (referent: Costa): 1
8 Evenepoel 40 20 PERSON 4 Evenepoel: 1, (tacit) ele/ela (referent: Evenepoel): 2, o (referent: Evenepoel): 1
9 A Itália 80 0 PLACE 4 Itália: 2, A Itália: 1, º em os Europeus em Trento Itália: 1
10 Rafael Reis 0 0 PERSON 4 Rafael_Reis: 1, Rafael_Reis escolhidos: 1, Reis: 2